01 fev 2015

Falhas no início decretam derrota do Tupi para o Atlético na estreia: 2 a 0. Caldense goleia e lidera



O Tupi pagou por falhas defensivas no começo do jogo e perdeu para o Atlético por 2 a 0 na Arena Independência na estreia das equipes no Campeonato Mineiro. Os gols da partida foram marcados por Dátolo, de falta, e Lucas Pratto, ambos na primeira metade da etapa inicial. O técnico carijó, Felipe Surian, em entrevista pós-jogo, lembrou a ausência do lateral-esquerdo Thiaguinho, mas elogiou a equipe após os dois gols sofridos.

“Começamos um pouco dispersos e eles movimentaram bem o setor ofensivo deles. Sabia que haveria essa dificuldade porque trabalhamos com o Thiaguinho a pré-temporada inteira. E por infelicidades nossas, em bela cobrança do Dátolo e erro de marcação nosso, eles abriram no placar. Depois da parada técnica consegui ajustar o sistema, adiantei a marcação e com a bola conseguimos fazer algumas jogadas com chances até de gol. No segundo tempo o time voltou ligado, conseguimos algumas jogadas, como um lance do Marco Goiano em que o Victor fez uma bela defesa e quando você joga com uma equipe qualificada temos que converter em gol as poucas oportunidades. Agora é trabalhar durante a semana para enfrentarmos o Tombense”, analisou Surian.

O meio-campista juizforano, Marco Goiano, lamentou a postura inicial da equipe: “Respeitamos muito a equipe deles no início do jogo, acabamos sofrendo os gols e eles souberam administrar. Agora é recuperar em casa contra o Tombense”.

O Tupi iniciou a partida com Glaysson; Paulo Roberto, Silvio, Mailson e Fabrício Soares; Genalvo, Noé, Ulisses, Marco Goiano e Danilo (Rafael Assis); Daniel Morais.

O Carijó tem como próximo compromisso jogo contra o Tombense, domingo, 8, às 17h, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio.

Apesar de erros defensivos no primeiro tempo, Tupi realizou boa partida contra o Atlético

Apesar de erros defensivos no primeiro tempo, Tupi realizou boa partida contra o Atlético

O jogo

Conforme esperado em proposta das duas equipes, o Atlético iniciou a partida com controle da posse de bola, investindo em ataques pela lateral-direita com Marcos Rocha, explorando o improviso de Fabrício Soares no setor defensivo carijó. E justamente por esta área saiu o primeiro gol. Em falta sofrida pelo lateral do time mandante, Dátolo cobrou com perfeição no ângulo esquerdo de Glaysson, sem chances de defesa para o goleiro do Tupi: 1 a 0 Atlético.

O gol logo no início deu tranquilidade à equipe da capital, que buscava tocar mais a bola procurando espaços na defesa carijó. Aos 17, Silvio e Paulo Roberto deixaram Lucas Pratto sem marcação na entrada da área. O argentino recebeu a bola e finalizou, tirando de Glaysson, ampliando para o Atlético.

A primeira chegada do Tupi foi em bola parada, aos 20 minutos, em cobrança de falta de Marco Goiano defendida por Victor. Sete minutos depois, o Carijó chegou com perigo novamente. Ulisses recebeu bola na direita e cruzou na cabeça de Marco Goiano que testou bola dividida com zagueiro atleticano na esquerda do gol de Victor. Só dava Tupi. Aos 33, Daniel Morais recebeu passe de Ulisses na área e finalizou cruzado, rasteira, para defesa do goleiro atleticano. No lance seguinte, Marco Goiano cruzou para o centroavante juizforano que escorou para Noé. O volante, no entanto, chutou por cima do gol, perdendo grande chance. No fim da etapa inicial, Carlos ainda deu susto no torcedor do Tupi, passando por Glaysson e quase marcando o terceiro gol.

O segundo tempo teve início com um Tupi melhor posicionado defensivamente. Aos 14, Marco Goiano cabeceou bola no canto direito de Victor, que fez ótima defesa. A resposta do time de BH veio em seguida. Carlos recebeu na área e finalizou com estilo para intervenção espetacular de Glaysson, espalmando bola para a linha de fundo. O dono da meta do Tupi foi o nome da equipe no segundo tempo.

Com Rafael Assis e Ademilson em campo, o Carijó pouco produziu na segunda metade da etapa final, sofrendo, ainda, pressão atleticana. Aos 28, Lucas Pratto cabeceou de dentro da área

Ficha Técnica – Atlético 2×0 Tupi 
Domingo – 01/02/2015
Independência – 17h
Árbitro: Marco Aurélio A. Fazekas Ferreira (FMF)
Assistente 1: Guilherme Dias Camilo (FIFA/MG
Assistente 2: Márcio Eustáquio Santiago (CBF/FMF)
Quarto Árbitro: Jeferson Antônio da Costa (FMF)
Assessor: Rogério Pereira

Gols: Dátolo aos 6’1T, Lucas Pratto aos 17’1T (Atlético)
Público: 12.402
Renda: R$124.977,50

Atlético: 1-Victor, 2-Marcos Rocha, 3-Leonardo Silva, 4-Jemerson, 5-Rafael Carioca, 6-Douglas Santos (16-Pedro Botelho aos 36’1T), 7-Carlos (21-Maicosuel aos 26’2T), 8-Leandro Donizete, 9-Lucas Pratto, 10-Dátolo (25-Dodô aos 37’2T), 11-Luan. Técnico: Levir Culpi

Tupi: 1-Glaysson, 2-Paulo Roberto, 3-Sílvio, 4-Mailson, 5-Genalvo, 6-Fabrício Soares, 7-Ulisses (13-Osmar aos 34’2T), 8-Noé, 9-Daniel Morais, 10-Marco Goiano, 11-Danilo. Técnico: Felipe Surian

 

Com vários ex-carijós (na Comissão Técnica e dentro de campo), Caldense foi destaque da primeira rodada (Foto: Luciano Santos/Mantiqueira)

Com vários ex-carijós (na Comissão Técnica e dentro de campo), Caldense foi destaque da primeira rodada (Foto: Luciano Santos/Mantiqueira)

Outros resultados – e fichas técnicas – da primeira rodada do Mineiro (fonte: Portal da Federação Mineira):

Caldense 6×1 Mamoré – Domingo – 01/02/2015 – Estádio Ronaldo Junqueira – 17h
Árbitro: Wanderson Alves de Souza (CBF/FMF), Assistente 1: Celso Luiz da Silva (CBF/FMF), Assistente 2: Frederico Soares Vilarinho (CBF/FMF)
Quarto Árbitro: Erick Giovanni Fernandes (FMF), Quinto Árbitro: Rogério Alexandre Barbosa (Liga Local). Assessor: Ângelo Antônio Ferrari

Gols: Luiz Eduardo aos 15’1T e aos 6’2T, Cristiano aos 24’2T e aos 44’2T, Léo aos 32’2T, Tiago Azulão aos 43’2T  (Caldense), 10-Diego Sales aos 44’1T (Mamoré)

Público: 5.043
Renda: R$30.780,00

Caldense: 1-Rodrigo, 2-Andrezinho, 3-Marcelinho, 4-Plínio, 5-Tiago Ulisses, 6-Rafael Estevam, 7-Tiago Azulão, 8-Yuri, 10-Nadson (17- Ewerton Maradona aos 26’2T) 11-Zambi (18-Léo aos 34’2T), 90-Luiz Eduardo (19-Cristiano aos 18’2T). Técnico: Léo Condé

Mamoré: 1-Gilberto, 2-Rodrigo Dias, 3-Pablo, 4-Marco Tiago, 5-Denilson (16-Radar aos 25’2T), 6-Ernani, 7-Alan Bahia, 8-Charles, 9-Bruno Aquino (18-Jonatan Reis aos 32’2T), 10-Diego Sales, 11-Esquerdinha (14-Peo aos 13’2T). Técnico: Alexandre Barroso

Cartões Amarelos: Caldense: 6, 8, 3, 5 – Mamoré: 3, 4, 9

Guarani 0x0 América  – Domingo – 01/02/2015 – Estádio Waldemar Teixeira de Faria – 17h
Árbitro: Ronei Cândido Alves (FMF), Assistente 1: Marcus Vinícius Gomes (CBF/FMF), Assistente 2: Felipe Alan Costa Oliveira (CBF/FMF)
Quarto Árbitro: Wagner Ferreira de Souza (FMF). Assessor: Gílson Quaresma Ornelas

Público: 2.476
Renda: R$ 54.010,00

Guarani: 1-George, 2-Roger (15-Jailson aos 37’2T), 3-Marx, 4-Thiago Papel, 5-Jataí, 6-Iago (13-Cris aos 35’2T), 7-Fábio Júnior, 8-Leandro Ferreira, 9-Djalma, 10-Michel Cury, 11-Marcinho (19-Walterson aos 20’2T). Técnico: Gian Rodrigues

América: 1-João Ricardo, 2-Patrick, 3-Wesley Matos, 4-Anderson Conceição, 5-Thiago Santos, 6-Bryan, 7-Felipe Amorim, 8-Leandro Guerreiro (15-Diego Lorensi no intervalo), 9-Rodrigo Silva (18-Rubens aos 20’2T), 10-Mancini, 11-Henrique (17-Sávio aos 31’2T). Técnico: Givanildo de Oliveira

Cartões Amarelos: Guarani: 8, América: 10 e 11

Tombense 0x1 Villa Nova – Domingo – 01/02/2015 – Estádio Antônio Guimarães de Almeida – 17h
Árbitro: Flávio Henrique C. Teixeira (CBF/FMF), Assistente 1: Janette Mara Arcanjo (FIFA/FMF), Assistente 2: Luiz Antônio Barbosa (CBF/FMF)
Quarto Árbitro: Hudson Fernandes da Silva (FMF). Assessor: Luiz Carlos da Silva

Gol: Gabriel Davis aos 21’2T (Villa Nova)

Público: 698
Renda: R$9.050,00

Tombense: 1-Darley, 2-Gedeilson, 3-Heitor, 4-Alexandre, 5-Coutinho (20- André Gava aos 28’2T) 6-Mazinho, 7-Betinho, 8-Joílson, 9-Daniel Amorim, 10-Jonathan (19-Luiz Fernando aos 28’2T), 11-Wagner (21-Jean aos 17’2T). Técnico: Júnior Lopes

Villa Nova: 1-Thiago Braga, 2-Edvan, 3-Danilo Costa, 4-Cleyton, 5-João Paulo, 6-Toledo, 7-Marcelo Rosa (14-Lídio aos 31’2T), 8-Michel Eloi, 9-Rafael Gomes (18-Kaká aos 43’2T) 10-Gabriel Davis (16-Humberto aos 36’2T), 11-Diego Clementino. Técnico: Wellington Fajardo

Cartões Amarelos  Tombense: 7, 6, 11, 3, Villa Nova: 5, 16

U.R.T 2×1 Boa Esporte – Domingo – 01/02/2015  – Estádio Zama Maciel – 17h

Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira (CBF/FMF), Assistente 1: Pablo Almeida Costa (Aspirante FIFA/FMF), Assistente 2: Magno Arantes Lira (CBF/FMF) e Quarto Árbitro: Francielli Costa Bento (FMF). Assessor: Alício Pena Júnior

Gols: Marzagão aos 7’1 e Marcel 48’2T (U.R.T.); Morato aos 32’1T (Boa Esporte)

Público: 1.873
Renda: R$45.380

U.R.T.: 1-Giulliano, 2-Iran, 3-Marcus Vinícius, 4-Martinez, 5-Marzagão, 6-Marcel, 7-Júnior Paraíba (15-Polako aos 12’1T), 8-Bruno Formigone, 9-Robinho (18-Leandro Love no intervalo), 10-Bruno Donizete, 11-Robson (17-Wellington aos 32’2T). Técnico: Vilson Tadei

Boa Esporte: 1-Douglas, 2-Hiltinho, 3-Thiago Carvalho, 4-Matheus Ferraz, 5-Leonardo, 6-Marinho Donizete, 7-Léo Baiano (15-Mardley aos 19’2T), 8-Gilson, 9-Pedro Augusto (21-Natan aos 29’2T), 10-Morato, 11-Daniel (14-Edmar aos 39’2T). Técnico: Ney da Mata

Cartões Amarelos: U.R.T.: 3, Boa Esporte: 10, 5

Cartão Vermelho: Boa Esporte: 10-Morato aos 21’2T

Democrata/GV 1×2 Cruzeiro – Domingo – 01/02/2015 – Estádio Mamoud Abbas – 19h30

Árbitro: Igor Junio Benevenuto (CBF/FMF), Assistente 1: Marconi Helbert Vierira (CBF/FMF), Assistente 2: Ricardo Junio de Souza (CBF/FMF)
Quarto Árbitro: Rodrigo Gomes Lúcio. Assessor: Antônio William Gomes

Gols: Rodrigão aos 13’1T (Democrata); Henrique aos 29’2T e Joel aos 34’2T (Cruzeiro)

Público: 6.160
Renda: R$307.225,00

Democrata: 1-Fábio Noronha, 2-Rodrigo Lima, 3-Ricardo Duarte, 4-Jadson, 5-Marcel, 6-Denilson, 7-Júlio César, 8-Osvaldir (13-Douglas aos 14’2T), 9-João Paulo (19-Amilton aos 40’2T), 10-Paulinho (20-Leandro Alves aos 22’2T), 11-Rodrigão. Técnico: Gilmar Estevam

Cruzeiro: 1-Fábio, 2-Mayke, 3-Léo, 4-Bruno Rodrigo, 5-Eurico (18-Joel aos13’2T), 6-Gilson, 7-Judivan (17-Neilton aos 20’2T ), 8-Henrique, 9-Leandro Damião, 10-Willian, 11-Marquinhos (15-Bruno Ramires aos 31’2T). Técnico: Marcelo Oliveira

Cartões Amarelos: Democrata: 8, 6

 

 

Texto: Bruno Kaehler com informações da FMF e Rádio Globo JF

Fotos: Futura Press/Cristiane Mattos e Luciano Santos/Mantiqueira


Voltar

Uma Resposta to “Falhas no início decretam derrota do Tupi para o Atlético na estreia: 2 a 0. Caldense goleia e lidera”

  1. Ricardo Gomes
    04/02/2015 às 22:41

    Silvio e Paulo Roberto não tiveram nada a ver com o gol, revejam o lance e vejam que quem está posicionado completamente errado é o zagueiro Mailson.

Deixe uma resposta

Notícias


18 jan 2018
Próximo adversário do Tupi, Uberlândia perde em casa. Veja como começou o Estadual

18 jan 2018
Tem de 12 a 16 anos e quer jogar basquete? Sexta é dia de cesta! Olha esse convite da Faefid-UFJF

17 jan 2018
“Barraco” no Poço Rico! Eleições do Tupynambás viram caso de polícia

17 jan 2018
Cruzeiro x Tupi: choque de realidades marca estreia do Carijó no Campeonato Mineiro

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse