24 nov 2014

Após derrota, Chiquita detona: “Quando um erra e bota a culpa no outro, fica difícil jogar em equipe”



O treinador Chiquita da UFJF não ficou nada satisfeito com a derrota do sábado,22, por 3 sets a 0 (18/25, 17/25 e 29/31) sofrida diante do Voleisul/Paquetá, com transmissão do Toque de Bola. Após a partida, pela sétima rodada do primeiro tuno da fase de classificação da Superliga Masculina de Vôlei 2014/15, o comandante da equipe de Juiz de Fora reclamou veementemente dos seus atletas, que cometeram inúmeros erros no jogo, e descartou o nervosismo como influência no desempenho ruim do seu time. Já os gaúchos comemoraram muito o resultado, pois chegaram aos nove pontos e se mantiveram na zona de classificação dos playoffs.

  Nada de emocional

“No meu time, o que é mais inocente tem três ligas, não posso contar com o emocional como o fator principal para a derrota. Os cortadores ficaram irritados porque as bolas estavam chegando baixas, sem um acerto entre eles, uma confusão mental muito grande, mas nada que o Rodrigo, que já jogou seis ligas, não pudesse resolver. Tínhamos que resolver isso como equipe. O cara passou mal, o levantador tem que corrigir. Se o levantador não acertar o passe, o atacante tem que colocar em jogo. Mas quando um erra e bota a culpa no outro, fica difícil jogar em equipe. O que aconteceu foram erros técnicos e erros de comunicação. Começamos a nos desequilibrar, reclamações dentro de quadra entre eles, não adianta. Tem que resolver isso lá dentro, não adianta jogar a responsabilidade no outro”, disse o técnico Chiquita.

Chiquita, treinador do Vôlei UFJF, não escondeu sua irritação e fez duras críticas ao elenco, inclusive citando nomes dos jogadores

Chiquita, treinador do Vôlei UFJF, não escondeu sua irritação e fez duras críticas ao elenco, inclusive citando nomes dos jogadores

“Desde o início estava errado”

Demonstrando muita irritação, o treinador não poupou ninguém em suas críticas. O principal alvo foi o levantador Rodrigo: “Estava sendo dito que o jogo desde o início estava errado. Tanto que no segundo set eu tive uma discussão com o nosso levantador sobre isso. Ele acabou com o nosso oposto, os centrais foram muito pouco acionados. Não entendi o porquê dele estar tão confuso. Um jogo tranquilo, que na minha concepção poderíamos vencer. Erramos, não vou tirar o mérito do Voleisul, que soube tirar vantagem dos nossos erros na recepção e todos os outros. Então fica difícil, com muitos erros técnicos, de passe, ataque e recepção e o time adversário certinho. Nós fomos muito mal”, concluiu.

O levantador Rodrigo atribuiu a derrota à instabilidade do time no confronto: “Nós não fizemos uma boa partida, não imprimimos o nosso ritmo de jogo habitual, erramos muito no passe, no levantamento, no ataque, e isso foi o fundamental para a derrota.  Acho que a gente não soube segurar o placar nos sets e não levar a partida, eles marcaram a gente muito bem, estudaram o nosso jogo e nós não conseguimos sair disso”, finalizou o atleta, que chegou a discutir em quadra com o ponteiro Sérgio e com o treinador Chiquita em uma parada técnica.

Os pedidos de tempo e as alterações durante a partida não foram  suficientes para que o time alcançasse a reação no placar

Os pedidos de tempo e as alterações durante a partida não foram suficientes para que o time alcançasse a reação no placar

Confronto direto

Silvio Satiro, atleta do Voleisul/Paquetá, vencedor do troféu Viva Vôlei como melhor em quadra, destacou a importância da vitória contra a UFJF: “Viemos aqui com o propósito de conquistar os três pontos contra Juiz de Fora, é um confronto direto e nosso time no conjunto é muito forte. Nosso objetivo é ficar entre os oito primeiros e fazer bonito nesse nosso primeiro ano da Superliga”, comentou o central que já atuou na equipe mineira.

 

   Japa comemora muito, mas não vê “gosto especial”

Outro jogador que já defendeu a Federal, o ponteiro Japa comemorou muito ao final da partida, chamando a atenção do público. Pouco depois, ele fez uma análise da arbitragem, muito confusa em certos momentos do jogo, da vitória do time gaúcho e também do fato de atuar contra uma ex-equipe: “A confusão no jogo é normal, torcida pegando no pé, e com a arbitragem também, cada pontinho faz diferença. A vitória foi contundente, não sei se por mérito nosso ou demérito deles. O saque variou muito, nem sempre o erro de recepção é culpa deles, é mérito do sacador também. Sorte nossa que eles erraram muito. Não teve gosto especial essa vitória porque não saí daqui com portas fechadas, é normal para qualquer jogador”, finalizou.

A UFJF está na décima colocação da Superliga com seis pontos e encara no sábado, 29, o Taubaté/Funvic às 18h30, no ginásio do Abaeté. O Voleisul/Paquetá está na sexta colocação com nove pontos e recebe na quinta, 27, às 21h, o Ziober/Maringá no ginásio do Ginástica.

Web rádio do Toque de Bola transmitiu, com grande audiência, a partida entre UFJF e Voleisul/Paquetá, pela Superliga 2014/15

Web rádio do Toque de Bola transmitiu, com grande audiência, a partida entre UFJF e Voleisul/Paquetá, pela Superliga 2014/15

 Resultados da rodada e classificação

Além do confronto entre UFJF e Voleisul/Paquetá Esportes, outras três partidas foram realizadas no final de semana, válidas pela sétima rodada da Superliga 2014/2015. O Sada teve partida antecipada e, fechando os jogos, o Funvic/Taubaté recebe o São José dos Campos na quarta-feira.

O destaque ficou por conta do Vôlei Brasil Kirin, que derrotou o Minas Tênis Clube por 3 sets a 0 e passou a própria equipe de BH na tabela, chegando à segunda colocação. Veja os resultados:

SÉTIMA RODADA DO TURNO

13.11 (QUINTA-FEIRA) – Sada Cruzeiro (MG) 3×0 São Bernardo Vôlei (SP) (26/24, 25/17 e 25/22)
LOCAL/HORÁRIO: Riacho, em Contagem (MG), às 20h
TEMPO DE JOGO: 1h31
TROFÉU VIVAVÔLEI: Douglas Cordeiro (Sada Cruzeiro) 
MAIOR PONTUADOR: Kadu (Sada Cruzeiro), com 12 pontos

22.11 (SÁBADO) – Ziober Maringá (PR) 3 x 1 Montes Claros Vôlei (MG) (25/23. 25/22, 21/25 e 25/11)
LOCAL/HORÁRIO: Chico Neto, em Maringá (PR), às 18h30
TEMPO DE JOGO: 2h
TROFÉU VIVAVÔLEI: Luan (Ziober Maringá) 
MAIOR PONTUADOR: Luan (Ziober Maringá), com 24 pontos

22.11 (SÁBADO)– UFJF (MG) 0 x 3 Voleisul/Paquetá Esportes (RS) (18/25, 17/25 e 29/31)
LOCAL/HORÁRIO: UFJF, em Juiz de Fora (MG), às 19h
TEMPO DE JOGO: 1h42
TROFÉU VIVAVÔLEI: Satiro (Voleisul/Paquetá Esportes)
MAIOR PONTUADOR: Sérgio (UFJF)

22.11 (SÁBADO)– Vôlei Canoas (RS) 1 x 3 Sesi-SP (22/25, 25/19, 25/21 e 25/21)
LOCAL/HORÁRIO: Poliesportivo La Salle, em Canoas (RS), às 21h30
TEMPO DE JOGO: 1h59
TROFÉU VIVAVÔLEI: Maurício (Sesi-SP)
MAIOR PONTUADOR: Theo (Sesi-SP), com 17 pontos

23.11 (DOMINGO) – Minas Tênis Clube (MG) 0 x 3 Vôlei Brasil Kirin (SP) (18/25, 26/28 e 19/25)
LOCAL/HORÁRIO: Arena Minas TC, em Belo Horizonte (MG), às 12h
TEMPO DE JOGO: 1h33
TROFÉU VIVAVÔLEI: Gustavão (Brasil Kirin)
MAIOR PONTUADOR: Escobar (Minas), com 13 pontos

26.11 (QUARTA-FEIRA) – Taubaté/Funvic (SP) x São José dos Campos (SP)
LOCAL/HORÁRIO: Abaeté, em Taubaté (SP), às 19h
TRANSMISSÃO: SporTV

Confira, abaixo, a classificação após os jogos de sábado, 22, e domingo, 23, pela sétima rodada da competição (se preferir, clique para ampliar):

class pós 7 rodadas

Oitava rodada

Na próxima sessão de partidas da Superliga, a UFJF vai ao estado de São Paulo enfrentar o Funvic/Taubaté, no Ginásio do Abaeté, sábado, 29, às 18h30. Veja os jogos:

rodada 8

Texto: Guilherme Fernandes, com entrevistas feitas após a partida, durante a transmissão ao vivo pela web rádio do Toque de Bola

Informações da rodada e da competição: Bruno Kaehler (Fonte: Confederação Brasileira de Voleibol)

Fotos: Toque de Bola


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 nov 2017
Basquete dos Intercolegiais: conheça todos os atletas campeões e veja as avaliações dos professores

22 nov 2017
JF Vôlei receita “foco e determinação” para buscar reação contra dois adversários diretos na pontuação

20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.