24 nov 2014

Aos 24 anos, Macaé comemora título nacional em trio elétrico e técnico se rende ao elenco: “São guerreiros”



Após calar cerca de 40 mil vozes que lotaram o Mangueirão, em Belém (PA), o campeão da Série C de 2014, Macaé, só tem motivos para comemorar. O maior título da recente história alvianil é apenas o terceiro de equipes do Rio de Janeiro na competição. Olaria (1981) e Fluminense (1999) são os únicos do Estado a vencer a Terceirona. Fundado em 17 de julho de 1990 (24 anos), o Macaé Esporte Clube tinha como sua principal conquista em âmbito nacional o vice-campeonato da Série D de 2009, curiosamente definido após duelo com o São Raimundo, equipe paraense, assim como o Paysandu.

O jogo final no sábado, 22, terminou 3 a 3, com a equipe fluminense estando três vezes em desvantagem e igualando. O título foi decidido pelo número de gols marcados como visitante. No jogo de ida, em Macaé, o placar foi 1 a 1.

Campeões posam para foto após conquista em pleno Mangueirão lotado. Foto: Tiago Ferreira

Campeões posam para foto após conquista em pleno Mangueirão lotado. Foto: Tiago Ferreira

 

O time deixou Belém no início da manhã do domingo, 23, e desembarcou no Norte Fluminense no início da tarde. Mais de 500 torcedores esperavam a delegação no centro da cidade para começar a festa. Foi aí que uma carreata teve início. Os jogadores subiram num trio elétrico e foram seguidos por um pequeno número de carros no contorno da orla da cidade.

 

Delegação comemora título em cima de trio elétrico com bandeirão, medalhas e troféu. Foto: Bruno Campos

Delegação comemora título em cima de trio elétrico com bandeirão, medalhas e troféu. Foto: Bruno Campos

 

Josué Teixeira, sobre equipe: “São guerreiros”

Quem não se conteve e derramou elogios ao elenco campeão da Série C de 2014 foi Josué Teixeira. Técnico do Macaé, o profissional ressaltou a dificuldade da delegação em chegar ao Mangueirão, pela falta de batedores para abrir caminho até o estádio. A equipe chegou faltando apenas dez minutos do horário marcado para o início da decisão, atrasando o começo em mais de meia hora.

“Chegamos com mais de meia hora de atraso pela desorganização da polícia, e fizemos pouco mais de dez minutos de aquecimento, mas isso não nos prejudicou não, pelo contrário, só nos motivou mais pra ir em busca do título”, desabafou o treinador, que, posteriormente, elogiou os jogadores do Macaé: “Levamos o primeiro gol cedo, ainda com o time se adaptando ao jogo, mas empatamos. Depois, nas duas vezes que tomamos o gol, os jogadores foram guerreiros e buscaram o empate. Eles merecem muito”.

Comemoração se prorrogou para o dia seguinte do título, nas ruas de Macaé. Foto: Bruno Campos

Comemoração se prorrogou para o dia seguinte do título, nas ruas de Macaé. Foto: Bruno Campos

Paysandu conquista Tríplice Coroa de vice-campeão

A equipe paraense que eliminou o Tupi da Série C teve um ano de três decisões de campeonato, mas nenhum título até o momento. Isto porque a equipe levou o segundo lugar no Estadual, perdendo para o Remo, e na Série C, para o Macaé, e briga na justiça pelo caneco da Copa Verde – competição vencida, após decisão nos pênaltis, pelo Brasília.

O Paysandu alega que o Brasília escalou quatro jogadores – Fernando, Índio, Gilmar e Igor – de forma irregular na competição. O julgamento será nesta quinta-feira, 27.

 

Texto: Bruno Kaehler com informações do site Futebol Interior

Fotos: Tiago Ferreira e Bruno Campos/Divulgação

 

Foto: Tiago Ferreira

Foto: Tiago Ferreira

Foto: Tiago Ferreira

Foto: Tiago Ferreira

Foto: Tiago Ferreira

Foto: Tiago Ferreira

Foto: Tiago Ferreira

Foto: Tiago Ferreira

Foto: Tiago Ferreira

Foto: Tiago Ferreira

Foto: Bruno Campos

Foto: Bruno Campos


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

16 nov 2017
Saiu a tabela! Tupi encara Cruzeiro e América fora de casa logo no início do Campeonato Mineiro

16 nov 2017
Intercolegiais: professor Tidinho comemora brilho do Jesuítas no vôlei. Veja fotos e nomes de todos campeões

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.