09 fev 2014

Tupi revive escrita e bate Galo de BH. Gottardo explica erro na saída de Henrique. Veja fotos



O Tupi voltou a vencer o Atlético Mineiro em Juiz de Fora, neste sábado, 8, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, revivendo escrita dos anos 80, quando o carijó passou um bom tempo sem derrota para o Galo da capital em jogos disputados nos estádios Salles Oliveira, do Tupi, e José Procópio Teixeira, do Sport Club Juiz de Fora.

O atacante Nequinha, com direito a Gol do Fantástico na época, o “Diabo Louro” Sidnei e o meias Pitita são alguns nomes que povoam a memória do torcedor carijó sempre que ocorre a reedição do encontro.

Desta vez, Da Silva e Núbio Flávio, com um gol em cada tempo, se encarregaram de escrever seus nomes na história da “briga de galos”. O técnico do Tupi Wilson Gottardo foi bem claro antes e depois do jogo: “Ganhamos do Atlético. Não interessa a equipe que o adversário escalou. O Tupi ganhou do Atlético”

E Ademilson, que tem no currículo um golaço diante de outro rival, Cruzeiro, do goleiro Fábio, não entrou em campo. E o motivo foi surreal.

Explicado por uma declaração curiosa do técnico a caminho do vestiário ao Toque de Bola, logo depois da partida. Henrique não era para ter sido substituído. Alguns jogadores se aproximaram do banco e disseram: “O Henrique puxou. O Henrique puxou. Bem, puxou é sentir o músculo. Vamos tirar o jogador. Quando ele chegou ao banco, aí ele disse que não era isso, que ele estava bem, aí já era, né? Queimamos uma substituição, poderia ter colocado o Ademilson na partida, por esse erro de comunicação. Maguinho sentiu e a saída de Tenório já era prevista”, disse Gottardo, aliviado por poder explicar a situação – no momento das substituições, chegou a ser vaiado, principalmente quando o torcedor percebeu que três já haviam entrado em campo e nenhum deles era o ídolo “Ademito”.

O repórter fotográfico Wolmer Monteiro, torcedor carijó, encaminhou ao Toque de Bola algumas cenas da vitória carijó. Repare que no primeiro gol, quase tão bonita quanto a conclusão de Da Silva, emendando de primeira após cruzamento de direita, foi a comemoração, no ar, cheia de estilo.

Veja, abaixo, fotos de Wolmer Monteiro em um sábado ensolarado que reviveu os bons tempos – para o torcedor juiz-forano – da supremacia caseira sobre o poderoso Atlético, atual campeão da Taça Libertadores da América. E pensar que Adê poderia ter deixado sua marca, não fosse o “puxou”, “puxou” da suposta contusão de Henrique.

DSC_9802 - Cópia

Da Silva: além do golaço, comemoração também foi para lá de estilosa

Da Silva: além do golaço, comemoração também foi para lá de estilosa

DSC_9805 - CópiaDSC_9789 - CópiaDSC_9791 - CópiaDSC_9810 - CópiaDSC_9841 - Cópia

DSC_9846 - Cópia


Voltar

5 Respostas to “Tupi revive escrita e bate Galo de BH. Gottardo explica erro na saída de Henrique. Veja fotos”

Deixe uma resposta

Notícias


19 out 2017
Oficial: Tupi informa que treinador Aílton Ferraz não fica no clube

19 out 2017
Copa Toque de Bola de Futsal: Academia destaca “movimento esportivo” gerado pela competição

19 out 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

18 out 2017
Faefid-UFJF recebe nota máxima em avaliação, foca em “atuar com pessoas” e vê trabalho dobrado

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.