26 nov 2013

´Legal conhecê-los de perto. São muito grandes, mas não dá medo´



  O Vôlei UFJF recebeu a visita da Escola Municipal Professor Dilermando Cruz Filho no treino da manhã dessa terça-feira, 26, como parte do projeto acadêmico realizado pela Universidade Federal de Juiz de Fora. Cerca de 30 pessoas, entre alunos e professores, participaram de uma atividade com os jogadores da equipe.

  A professora de Educação Física da escola, Jakeline Lisboa, responsável pela visita, explica que a proposta inicial era aproximar as crianças da Universidade a fim de incentivá-los aos estudos. “A ideia era conhecer o Campus e mostrar para os alunos que essa realidade é possível para eles. Dentro da educação física escolar existem alguns temas que devem ser ensinados e, dentro desses temas tem a prática esportiva. O vôlei teve um crescimento nos últimos tempos e isso tem incentivado alguns alunos para a prática do esporte. Então, nada como vir num espaço que tem um piso adequado, uma bola oficial e toda a estrutura específica para a prática do esporte. O que é totalmente diferente do que eles vivenciam dentro da escola.”

Aluna do sétimo ano, Brenda Braz, 12 anos, é uma dessas crianças. Ela, que até então só podia acompanhar pela TV, está acostumada a jogar vôlei na sua rua com os colegas do bairro Vila Ideal, Zona Sudeste de Juiz de Fora, e teve o seu primeiro contato com atletas profissionais. “Eu jogo quando todo mundo joga. No colégio, quando estamos na quadra jogamos futebol, quando estamos no pátio jogamos vôlei. É legal conhecer eles (jogadores) de perto. São muito grandes, mas não dá medo.”

Técnico da UFJF, Chiquita acredita que esse tipo de contato aguça o desejo de uma criança de chegar em algum lugar, de ser talvez um atleta, e isso é benéfico não apenas para as crianças, mas também para os jogadores. “O atleta precisa ser um ser pensante que, dentro da sociedade, tem uma noção não apenas tática e técnica do jogo, mas também política, social e econômica. Ele precisa ter noção da sua importância não só dentro do projeto da UFJF, mas num plano macro na cidade de Juiz de Fora. O indivíduo vem de fora com outros costumes, cultura e particularidades e está se agregando dentro de uma engrenagem que já funciona há muito tempo e precisa se adaptar rápido à coisa. Isso é uma das formas dele participar mais.”

As escolas interessadas em agendar uma visita ou levar a equipe até a sua instituição devem entrar em contato com o supervisor-técnico, Heglison Toledo, por telefone (9913-0328) ou e-mail (hctoledo2@gmail.com). Para cada visita aos treinos da equipe há um limite de 50 pessoas. Já a visita à escola depende do calendário da equipe.

Texto, fotos Rizza e informações enviados ao Toque de Bola pela Secom -Secretaria de Comunicação – da UFJF

 


Voltar

Uma Resposta to “´Legal conhecê-los de perto. São muito grandes, mas não dá medo´”

Deixe uma resposta

Notícias


21 set 2017
Tupi pode ter até quatro desfalques. Aílton receita “guerrear e batalhar demais para conseguir o objetivo”

20 set 2017
Tupi fecha treino. Fortaleza em Sampa. Marcelo apita. Ingressos, gramado, reconhecimento, recepção. Veja o diário da decisão

20 set 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

19 set 2017
Com vídeo! Evaldo anula Éder, domina, toca para os companheiros e emenda: “Tupi tem totais condições de reverter”

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.