31 out 2013

Chiquita: ´Temos que ter lucidez no momento decisivo´



  A UFJF conheceu a sua quarta derrota na Superliga Masculina de Vôlei, ao perder, nesta quarta-feira, 30, por 3 sets a 0 para o Vivo/Minas, em jogo adiado da primeira rodada. O time segue em oitavo lugar na classificação com quatro pontos e na próxima rodada vai a Taubaté enfrentar o Funvic/Taubaté. Para o treinador Chiquita, contrariado após o jogo, está faltando “lucidez na hora de decidir, seja numa distribuição ou numa finalização”, afirmou  ao Toque de Bola.

  A partida foi transmitida ao vivo pela rádio web do Toque de Bola. Todos os jogos da federal diante da torcida têm cobertura completa do site, direto do ginásio da Faefid.

Primeiro set equilibrado

A Federal entrou em quadra com Rivoli, Victor Hugo, De Paula, Japa, Jardel, Reffatti e Thales (líbero). Já o Vivo/Minas entrou com Marcelinho, Franco, Maurício, Lucas Loh, Otávio, Flávio e Lukinha (líbero). No inicio, viu um Vivo/Minas fazendo pressão e que conseguiu terminar a primeira parada técnica com três pontos de vantagem. Porém o time conseguiu encaixar o saque, equilibrou o jogo e terminou a segunda parada técnica com 14 a 12. A torcida fazia pressão e Henrique e Marcelinho eram vaiados sempre que iam pro saque. Mas, o time da Federal acabou pecando na hora de decidir e no erro de ataque de De Paula, que foi o maior pontuador do set pela UFJF sofreu a derrota por 25 a 23.

Bloqueio forte

O equilíbrio continuou no inicio do segundo set. Ao final do primeiro tempo técnico, o Vivo/Minas vencia por apenas um ponto. Mas o Minas estava com o central Henrique inspirado no bloqueio. Foram seis pontos nesse fundamento, quatro só do central. Os visitantes conseguiram abrir três pontos de vantagem na segunda parada técnica: 14 a 11. No final, a UFJF errava demais na recepção e a vantagem do Minas aumentou. E em um bloqueio de Henrique, maior pontuador do set, a equipe fechou em 21 a 15.

Faltou “lucidez”

A UFJF iniciou o terceiro set completamente perdida. O Minas chegou a abrir quatro a zero no placar. Chiquita resolveu parar e conversar com os jogadores.  O time buscou uma reação após a primeira parada técnica. O Minas seguia parando a Federal no bloqueio. A UFJF chegou a empatar em 16 a 16, mas novamente, pecou na hora de decidir e viu o Vivo/Minas fechar em 21 a 19.

Chiquita gesticulou muito no banco de reservas e reclamava dos inúmeros erros cometidos. Ao fim da partida, o técnico da Federal falou que o time precisa ter mais lucidez.

“Nós temos que ter um pouquinho de lucidez na hora de decidir o jogo, seja isso numa distribuição, seja isso numa finalização. Momento de decidir o primeiro set indo para enfrentar o bloqueio, não vai rodar. A bola está difícil, toca pro outro cara, para ver o que ele vai fazer, foi o que o Minas fez com a gente.  Só que o nosso emocional fala muito mais alto, então nós temos que aprender a jogar com isso”, disse o treinador da UFJF.

Cabeça no Taubaté

Após a derrota, o time tem um tempo agora para se preparar para o próximo compromisso. O jogo vai ser dia 9 de novembro diante do Funvic/Taubaté, time que ainda não venceu na Superliga, fora de casa. Maior pontuador da Federal no jogo, com nove pontos, o oposto De Paula falou que não é o momento de o time se abater, pois tem muitos jogos para se recuperar.

‘A gente não vai deixar se abater, poque a temporada é muito longa e ainda tem muitos jogos pela frente, tem quase metade do primeiro turno. E essa derrota vai refletir um pouco lá na frente, mas por agora a gente tem que esquecer, trabalhar o que tá faltando e ir pra cima pra vencer o próximo”.

Texto: Mari Sequeto – Rádio web do Toque de Bola


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


19 set 2017
Com vídeo! Evaldo anula Éder, domina, toca para os companheiros e emenda: “Tupi tem totais condições de reverter”

18 set 2017
Emoção marca abertura da Semana Paralímpica em Juiz de Fora

18 set 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

16 set 2017
Diretoria do Tupi estuda manter preços promocionais para o jogo de volta

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.