16 maio 2013

Jogadores e comissão técnica do Fla admirados com JF



  O Flamengo venceu o Campinense na noite desta quarta-feira, 15, e fez questão de agradecer o apoio dos mais de 19 mil torcedores que compareceram ao Radialista Mário Helênio. Nas entrevistas após a partida, tanto o treinador Jorginho quanto os principais jogadores reconheceram o apoio e comentaram sobre a vitória, que deu a classificação para a terceira fase da Copa do Brasil.

  Antes da partida, muita festa para o ex-craque Adílio, um dos grandes nomes da equipe campeã da Taça Libertadores e do Mundial Interclubes na década de 80. Adílio é garoto-propaganda do projeto Sócio Torcedor, completou 57 anos justamente nesta quarta-feira e deu o pontapé inicial da partida.

  A rádio web do Toque de Bola transmitiu a partida ao vivo, registrando novamente excelentes índices de acessos.

Jorginho

Análise da vitória e classificação

   O mais importante foi nossa classificação, a nossa vitória. Não tenham dúvida que sempre que possível a gente quer fazer um grande jogo e ganhar. Não foi possível hoje, mas trabalhamos muito durante toda a semana pensando, naturalmente, algo a longo prazo, preparando a equipe também para o Brasileiro e até mesmo na questão da concentração, porque a gente havia feito um jogo contra o Remo, um jogo super difícil. Conseguimos vencer em casa, mas o jogo lá foi terrível. Tivemos uma vitória contra o Campinense e a nossa preocupação é que não houvesse um relaxamento. Querendo ou não, por mais que a gente trabalhe, a gente acaba desconcentrando um pouco. Uma das coisas que eu falei no ouvido do Léo assim que a gente fez o gol foi para a equipe ficar concentrada, porque não estávamos organizando direito. Aconteceu de tomar um gol, por essa falta de organização, fazendo que sofrêssemos um pouquinho mais. O Campinense fez o que a gente precisava fazer que era esperar, trabalhar a bola, jogar no erro deles. Eles viriam com tudo pra cima e podíamos aproveitar isso, teria sido muito mais fácil. Mas o mais importante é isso, estamos classificados.

  Próximo adversário: ASA-AL

  Toda competição hoje não tem mais facilidade. Uma equipe de quarta divisão nos dá muito trabalho. Você viu um Campinense muito organizado, treinador deles está de parabéns. Fizemos uma partida lá muito atípica para eles, uma equipe qualificada, que não foi tão forte assim, não foram tão efetivos quanto de costume, deram oportunidades para a gente, mesmo saindo na frente. Hoje a gente não estava conseguindo trabalhar essa bola, erramos muitos passes no meio do campo, mas a coisa melhorou no segundo tempo e conseguimos sair com o nosso objetivo conquistado.

  Opção por Luiz Antônio

  O Luiz Antônio não é de hoje que ele está entrando bem, com muita personalidade. É um jogador com uma característica muito diferente do Amaral, que é um jogador de uma pegada maior, mais um primeiro volante. Já o Luiz é um segundo volante, que sai mais, então temos que ter todo um cuidado, porque tanto ele quanto o Elias saem muito para o jogo, por isso muitas vezes estávamos saindo com os dois jogadores, já até chamei atenção deles no outro jogo. Mas o Luiz foi bem novamente, um passe diferenciado, entrou no segundo tempo e facilitou muito. Foi uma opção tática a saída do Amaral, até para que a gente melhorasse o nosso posicionamento.

  Estreia de Paulinho e destaque para Elias

  Observamos muito o Paulinho antes de contratá-lo. É um jogador extremamente veloz, muito ousado, que não estava nem na lista dos 18 relacionados, veio com a gente para justamente estar preparado para o Campeonato Brasileiro, mas acabou que o Léo Moura teve uma contusãozinha, ficou com o pé muito inchado, então achamos melhor trazê-lo, porque era o único do elenco que já tinha jogado na função de lateral-direito. Surgiu a oportunidade dele entrar, o Rafinha estava com dificuldade, deixou a desejar na parte defensiva e o Paulinho foi bem, conseguimos organizar a equipe e o Elias hoje, especialmente, foi fenomenal, um jogador com uma raça fantástica, a ponto de chegar e decidir o jogo.

 Elias

 Gol decisivo

 “Esse gol resume minha chegada ao Flamengo, com vitória, classificação, que é o mais importante. Foi difícil o jogo, já esperava isso, mas o importante é que vencemos e nos classificamos.”

 Jogar em Juiz de Fora

 “Jogamos bem pertinho do Rio de Janeiro, perto do nosso torcedor. O Flamengo não tem fronteiras, qualquer lugar que jogar vai lotar o estádio, e nada mais justo do que essa vitória para presentear esse torcedor que compareceu e nos apoiou.”

 Hernane

 Recepção dos torcedores

“A gente fica muito feliz com a torcida, que compareceu. Já sabíamos que iria ser um jogo muito difícil, mas conseguimos o objetivo que era a classificação, com essa vitória muito importante.”

Disputa pela camisa 9

“A chegada do Moreno não me preocupa, ele veio para somar como todos nós. Vai jogar quem estiver melhor e isso quem decide é o professor Jorginho. Eu estou trabalhando e quero ajudar o Flamengo da melhor maneira possível.”

Renato Abreu

Nova casa

“A expectativa de jogar aqui era das melhores. A recepção foi muito boa, a torcida de Juiz de Fora é sensacional, nos apoiou o tempo todo, desde a nossa chegada até a nossa saída agora. Foi fundamental para nós esse carinho. Faremos o jogo do Campeonato Brasileiro contra a Ponte Preta aqui, tendo certeza que a recepção vai ser a mesma. Juiz de Fora será a nossa casa, por isso temos que fazer nosso dever de casa.”

Adaptação ao esquema de Jorginho

“Vou me adaptando de acordo com o trabalho realizado. O Jorginho está tendo tempo para trabalhar, então estamos entendendo a filosofia dele de trabalho. Com a sequência do time que vem jogando, acaba havendo um entrosamento maior. Creio que na tem nada definido, o Jorginho tem várias maneiras de colocar a equipe em campo, pode jogar de várias formas. Essa forma que ele vem jogando está dando certo, e eu espero que continue dando certo até o final do campeonato.”

Texto: Igor Rodrigues

Foto: Aelson F. Amaral


Voltar

Uma Resposta to “Jogadores e comissão técnica do Fla admirados com JF”

Deixe uma resposta


Mais notícias



18 maio 2018

Platini revela “pequeno esquema” na final da Copa do Mundo de 1998


17 abr 2018

CBF divulga entrada de 68 milhões de euros em transferências internacionais este ano


09 abr 2018

‘Pra mim, ele toca na bola, mas a decisão é sua’”. Veja explicação de lance polêmico na final paulista

Notícias


23 maio 2018

Jogadores, técnico e diretor repercutem invasão ao gramado


23 maio 2018

Deu BO! Torcedores invadem treino do Tupi


22 maio 2018

Tupi tem barca, saída de preparador físico e contusão em dois dias


22 maio 2018

Perrout exalta “time” CRIA-UFJF em Recife: “Todos melhoraram marcas”


+ notícias

Toque de Bola


O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.

Desenvolvimento




Acesse