01 dez 2012

Superliga Masculina: UFJF cai diante do Funvic, em casa, por 3 sets a 1



A equipe de Vôlei da UFJF conheceu, na noite deste sábado, a terceira derrota consecutiva na Superliga Masculina 2012/2013. O time juiz-forano até que começou bem, fechando o primeiro set em 25/19, mas permitiu que o Funvic/Midia Fone, de Pindamonhangaba (SP), crescesse no jogo e vencesse os três sets seguintes, parciais de 17/25, 18/25 e 20/25. O troéu VivaVôlei ficou com Sérgio, do time visitanteDepois de fazer três partid. as em casa, a Federal se prepara para os dois primeiros desafios longe de JF: terça-feira, 4, contra o Sesi, em São Paulo; e sábado, 8, diante do São Bernardo, em São Bernardo do Campo (SP).

Após a partida, o técnico Maurício Bara fez uma análise do duelo da noite e do início da UFJF na Superliga. “A avaliação não é nada positiva. Nosso objetivo era somar de quatro a seis pontos nestas três partidas. Infelizmente, não aconteceu. Em alguns momentos encontramos o nosso jogo. Pensamos em uma química de formação que deu super certo no primeiro set. Eles mudaram e essa mudança de jogo que está nos custando uma adaptação. Vamos ter paciência. É um time de garotos que vai ter dois desafios contra fortes equipes fora. Vamos ver o que acontece para frente”, comenta Maurício.

O jogo

A UFJF iniciou a partida com uma mudança: Hugo entrou no lugar de Juninho. De cara, demonstração de muita confiança. Em dois ataques consecutivos do ponteiro Luan, abriu 5/1. A torcida da Federal pegava no pé do capitão do Funvic/Midia Fone, Digão, ex-jogador da equipe juiz-forana.  No primeiro tempo técnico, a UFJF vencia por 8/4. O time da casa tinha amplo domínio do set com uma atuação conjunta convincente. Na segunda parada, vencia por 16/8. De tanto “marcar” Digão, a torcida começou a influenciar no jogo. O jogador pareceu sentir a pressão e errou a recepção em dois pontos seguidos, possibilitando que a UFJF abrisse 18/8. Acabou substituído. Mas, quando chegou aos 22 pontos, a time local permitiu a subida de produção dos visitantes, que chegaram aos 15. Depois, a distância caiu para cinco pontos (23/18), o que fez Maurício Bara pedir tempo. Em um erro de ataque do time de Pindamonhangaba, a UFJF fechou em 25/19.

Reflexo da recuperação do time paulista no jogo, o segundo set iniciou bem equilibrado. O Funvic/Midia Fone abria um ponto, a Federal empatava. Em uma falha da recepção, a Federal foi para o primeiro tempo técnico dois pontos atrás no marcador: 6/8. O saque flutuado da Federal, decisivo no primeiro set, estava sendo facilmente recebido pelo time adversário, que conseguia virar sem muita dificuldade. Em um erro de ataque de Luan, Funvic/mídia Fone abriu 8/11. Robinho ficou no bloqueio e os visitantes abriram quatro pontos, tempo pedido por Maurício Bara. A UFJF não se encontrava em quadra e, na segunda parada técnica, perdia por 11/16. Apesar do placar desfavorável, a Federal não desistiu do set. Mas a situação estava complicada. Novo tempo, agora com 14/20 no placar. Os erros continuaram a se repetir. Em ataque de Wand na antena, Funvic/Midia Fone fechou o segundo set em 17/25.

A UFJF parecia desatenta no início do terceiro set, com o ponteiro Hugo errando lances consecutivos. Quando o placar acusava 1/4, Maurício Bara pediu tempo. Na volta, Wand virou para a Federal, 2/4, levantando a torcida. Novo ataque de Wand e 3/4 no placar. Num ataque para fora de Allan, a Federal chegou à igualdade: 5/5. Mas, em uma deixadinha de Canhoto, Funvic/Midia Fone fez 7/8 e foi em vantagem para a primeira parada técnica. A equipe paulista seguiu controlando o jogo, com a Federal perto no marcador. Com um lindo ataque de Allan, Funvic/Midia fez 11/16. Após sequência de erros da Federal, a equipe visitante abriu 16/21. Final de terceiro set, nova vitória do time paulista: 18/25.

A UFJF não iniciou bem o quarto set, permitindo que o adversário abrisse três pontos. Perdido em quadra, o time juiz-forano mostrava-se abatido. No primeiro tempo técnico do quarto set, o placar acusava 3/8 contra a Federal. Victor Hugo virou a primeira na volta e deu uma chamada na equipe. Mas o Funvic seguia virando com facilidade. Quando chegava na bola, o bloqueio da Federal não conseguia devolver para a quadra. Luan virou duas seguidas, a segunda fazendo 7/12. Em um erro de ataque de Allan, a Federal  “voltou”para a partida”. No erro de ataque, e UFJF faz 11/13, o que motivou pedido de tempo por parte do técnico João Marcondes. Luan seguia virando as bolas e, a cada ataque, pedia o apoio da torcida. No segundo tempo técnico, 13/16. Os visitantes seguiam mantendo a vantagem de quatro pontos até 16/20. Com 17/21, Bara pediu tempo. Luan fez 19/22. Victor Hugo atacou para fazer 20/23, mas Mariano subiu sozinho para fazer 20/24. E, em um ataque de Luan que bateu na antena, o Funvic/Midia Fone fechou a partida em 3 sets a 1, com 20/25 no quarto set.

UFJF: Gelinski, Luan, Japa, Hugo, Aureliano, Robinho e Fábio Paes. Técnico: Maurício Bara. Entraram: Clinty, Ricardo, Wand e Juninho.

Funvic/Media Fone: Índio, Digão, Sérgio, Deivid, Breno, Mariano e Tiago Brandle (líbero).


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


21 set 2017
Tupi pode ter até quatro desfalques. Aílton receita “guerrear e batalhar demais para conseguir o objetivo”

20 set 2017
Tupi fecha treino. Fortaleza em Sampa. Marcelo apita. Ingressos, gramado, reconhecimento, recepção. Veja o diário da decisão

20 set 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

19 set 2017
Com vídeo! Evaldo anula Éder, domina, toca para os companheiros e emenda: “Tupi tem totais condições de reverter”

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.