19 dez 2012

Sheilla e Arthur Zanetti vencem o Prêmio Brasil Olímpico



Sheilla Castro, bicampeã olímpica com a seleção feminina de vôlei, e Arthur Zanetti, campeão olímpico na ginástica artística (argolas), são os melhores atletas olímpicos brasileiros de 2012. Após votação por meio de um colégio eleitoral e do público, via Internet, o anúncio dos vencedores foi feito na cerimônia do Prêmio Brasil Olímpico, organizada pelo Comitê Olímpico Brasileiro (COB) na noite desta terça-feira, 18, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

Oposto da seleção feminina de vôlei, Sheilla foi uma das peças fundamentais na campanha vitoriosa em Londres 2012. Após ver o Brasil quase eliminado ainda na primeira fase, a atacante e suas companheiras de equipe reagiram durante a competição e conseguiram repetir a medalha de ouro obtida em Pequim 2008, com uma vitória de virada sobre os Estados Unidos na final por 3 sets a 1. Com isso, Sheilla tornou-se bicampeã olímpica, feito realizado por apenas 12 brasileiros, entre eles cinco companheiras de seleção. “Estou muito feliz em ganhar este prêmio. Confesso que estava bastante tensa porque concorri com duas meninas muito fortes. Quero compartilhar essa conquista com todas as jogadoras da seleção e ao técnico, já que se trata de um esporte coletivo”, disse Sheilla, dedicando o prêmio à avó.

Arthur Zanetti também fez história em Londres 2012 ao conquistar a medalha de ouro nas argolas, a primeira medalha olímpica da ginástica brasileira. Em Londres, já havia vencido o evento-teste dos Jogos Olímpicos. Ainda em 2012 obteve a medalha de prata na Copa do Mundo de Cottbus, na Alemanha. “É um prazer enorme receber o Prêmio Brasil Olímpico. Queria agradecer a todos que torceram por mim e aqueles que me ajudaram, principalmente meus  companheiros de equipe. A ginástica é um esporte individual, mas sem eles eu não teria conseguido”, disse Zanetti.

Além dos vencedores, concorreram ao prêmio Melhor Atleta do Ano Sarah Menezes (judô) e Yane Marques (pentatlo moderno), no feminino, e Esquiva Falcão (boxe) e Thiago Pereira (natação), no masculino.

A escolha dos melhores atletas em cada uma das 43 modalidades e a definição dos três indicados em cada categoria, masculina e feminina, para concorrer ao Troféu Melhor do Ano no Esporte foi realizada por um júri composto por jornalistas, dirigentes, ex-atletas e personalidades do esporte. Este voto teve peso de 50% na eleição final para os melhores do ano, depois de serem computados os votos do público pela Internet.

Em sua 14ª edição, o Prêmio Brasil Olímpico 2012 prestou homenagens ainda a outras categorias. Marcos Goto, técnico do ginasta Arthur Zanetti, foi escolhido pelo COB o Melhor Técnico Individual. Já José Roberto Guimarães, treinador da seleção brasileira feminina de vôlei, foi escolhido o Melhor Técnico de Esportes Coletivos.

A campeã mundial e medalhista olímpica de prata no basquete, Hortência Marcari, recebeu o troféu Adhemar Ferreira da Silva, dedicado a ex-atletas cujas carreiras foram marcadas pela ética, respeito ao próximo, companheirismo e sentido de coletividade. “É uma honra muito grande receber esta homenagem. Eu já tinha esquecido o que é sentir esta emoção”, disse Hortência, às lágrimas. “Meus filhos não me viram competir, mas hoje puderam assistir à mãe recebendo essa grande homenagem”.

Os melhores de 2012 por modalidade

Atletismo – Marilson dos Santos
Badminton – Daniel Paiola
Basquete – Marcelo Huertas
Boxe – Esquiva Falcão
Canoagem Slalom – Ana Sátila
Canoagem Velocidade – Erlon Silva e Ronilson Oliveira
Ciclismo BMX – Squel Stein
Ciclismo Estrada – Magno Nazareth
Ciclismo Mountain Bike – Rubens Valeriano
Ciclismo Pista – Gabriela Yumi
Desportos na Neve – Jaqueline Mourão
Desportos no Gelo – Luiz Fernando Manella
Esgrima – Renzo Agresta
Futebol – Neymar
Ginástica Artística – Arthur Zanetti
Ginástica de Trampolim – Carlos Pala
Ginástica Rítmica – Natália Gaudio
Golfe – Alexandre Rocha
Handebol – Eduarda Amorim
Hipismo Adestramento – Luiza Almeida
Hipismo CCE – Ruy Leme da Fonseca
Hipismo Saltos – Álvaro Affonso de Miranda (Doda)
Hóquei Sobre Grama – Matheus Ferreira
Judô – Sarah Menezes
Levantamento de Peso – Jaqueline Ferreira
Lutas – Joice Silva
Maratona Aquática – Ana Marcela Cunha
Natação – Thiago Pereira
Natação Sincronizada – Nayara Figueira
Pentatlo Moderno – Yane Marques
Polo Aquático – Gustavo Guimarães
Remo – Fabiana Beltrame
Rugby – Paula Ishibashi
Saltos Ornamentais – Cesar Castro
Taekwondo – Diogo Silva
Tênis – Bruno Soares
Tênis de Mesa – Caroline Kumahara
Tiro com Arco – Daniel Xavier
Tiro Esportivo – Roberto Schmits
Triatlo – Pamela Oliveira
Vela – Robert Scheidt e Bruno Prada
Vôlei de Praia – Alison Cerutti e Emanuel Rego
Vôlei – Sheila Castro

Os vencedores das edições anteriores do Prêmio Brasil Olímpico

1999 – Maurren Maggi (atletismo) e Gustavo Kuerten (tênis)
2000 – Leila Barros (vôlei) e Gustavo Kuerten (tênis)
2001 – Daniele Hypolito (ginástica artística) e Robert Scheidt (vela)
2002 – Daniele Hypolito (ginástica artística) e Nalbert (vôlei)
2003 – Daiane dos Santos (ginástica artística) e Fernando Meligeni (tênis)
2004 – Daiane dos Santos (ginástica artística) e Vanderlei Cordeiro de Lima (atletismo)
2005 – Natália Falavigna (taekwondo) e João Derly (judô)
2006 – Laís Souza (ginástica artística) e Giba (vôlei)
2007 – Jade Barbosa (ginástica artística) e Thiago Pereira (natação)
2008 – Maurren Maggi (atletismo) e Cesar Cielo (natação)
2009 – Sarah Menezes (judô) e Cesar Cielo (natação)
2010 – Fabiana Murer (atletismo) e Murilo Endres (vôlei)
2011 – Fabiana Murer (atletismo) e Cesar Cielo (natação)

Texto: Comitê Olímpico Brasileiro


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


19 set 2017
Com vídeo! Evaldo anula Éder, domina, toca para os companheiros e emenda: “Tupi tem totais condições de reverter”

18 set 2017
Emoção marca abertura da Semana Paralímpica em Juiz de Fora

18 set 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

16 set 2017
Diretoria do Tupi estuda manter preços promocionais para o jogo de volta

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.