15 ago 2012

Com Cury vetado, Hugo treina entre os titulares e espera regularização para enfrentar o Oeste



Apresentado nesta semana como novo reforço do Tupi, o meia Hugo, velho conhecido da torcida carijó, tem boas chances de ser escalado entre os titulares na partida contra o Oeste, em Itápolis, nesta sexta-feira, 17, pela oitava rodada da Série C do Brasileirão. Com Michel Cury contundido – ressonância magnética realizada nesta quarta-feira, 15, apontou edema na coxa esquerda – e Allan suspenso, ele passou a ser a principal opção do técnico Felipe Surian para armar as jogadas ofensivas do Carijó. Tanto que atuou na equipe principal na maior parte do coletivo apronto realizado na tarde desta quarta-feira em Santa Terezinha. A corrida agora no Tupi é para regularizar o jogador junto à Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a tempo dele entrar em campo em Itápolis.

Durante a atividade, ele dominou bola no peito demonstrando intimidade, deu passe de calcanhar e belas enfiadas. Caso seja regularizado a tempo e escalado por Surian, o meio-campista afirmou que não vai fugir da responsabilidade, mesmo com a parte física ainda não estando 100%.

“Tenho dois meses de inatividade. Meu condicionamento físico é bom, mas falta o ritmo que a gente só adquire com os treinos e os jogos. Em um momento como esse que o Tupi está passando, a responsabilidade é igual à de todos que estão há mais tempo no time. Vou tentar entrar e fazer o que o professor pedir para sairmos de campo com um resultado bom para a gente”, destacou o rio-novense, sem querer fazer prognóstico de quanto tempo aguentaria em campo. “Estou à disposição. Se precisar dar até o último suor de sangue estou disposto a dar”.

Alto astral em Santa Terezinha

Segundo o jogador, entrosamento também não será empecilho para sua reestreia no Tupi. “É até engraçado. Um dos motivos de eu ter voltado para o Tupi é o grupo de jogadores. Já tenho alguns amigos particulares, caso do Salino, Silvão, Henrique, Ademílson, Allan e Caetano, jogadores que eu já joguei ao lado. Então, tanto dentro quanto fora de campo o entrosamento já existia e tende a melhorar”, disse o jogador, ainda sem saber que o “entrosamento” o levaria a ser alvo de brincadeiras ao final da atividade. No momento em que Hugo deixava o vestiário carijó vestido com uma camisa xadrez, Léo Salino e Silvio, que deixavam o gramado, não perderam tempo: “anarriê, olha o túnel…”. A situação arrancou risadas do próprio jogador e de outras pessoas que estavam em Santa Terezinha.

O bom-humor do jogador também ficou evidente quando, ao final da entrevista ao Toque de Bola, teve que responder a uma pergunta simples: 15 ou Prainha? “Essa pergunta eu não posso responder de jeito nenhum [risos]. Fui criado nos dois e quem é de Rio Novo e da região sabe que isso dá até morte”, respondeu, novamente com o sorriso na boca, esquivando-se de problemas com os torcedores e dirigentes dos dois principais times amadores de sua terra natal.

O Galo Carijó embarca no início da madrugada desta quinta-feira, 16, para o interior de São Paulo. A previsão é de viagem de nove horas até Araraquara. O deslocamento até Itápolis vai ocorrer apenas no dia do jogo.

Texto: Thiago Stephan


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


23 out 2017
Primeiro árbitro de vídeo da Libertadores será brasileiro. Vangasse explica as 4 situações em que ele pode atuar

23 out 2017
Leozinho reaparece na seleção da rodada. Próximo adversário do JF Vôlei tem pedido de desculpas ao torcedor

23 out 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

19 out 2017
Oficial: Tupi informa que treinador Aílton Ferraz não fica no clube

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.