03 jul 2012

Macaé: salários atrasados devem ser pagos antes da partida contra o Tupi



O Tupi terá uma pedreira pela frente no próximo sábado, 7, quando vai ao Norte do Rio de Janeiro enfrentar, no Estádio Cláudio Moacyr de Azevedo, o Macaé, líder do Grupo B da Série C do Campeonato Brasileiro após a primeira rodada. O Alvianil Praiano, como é conhecido, estreou na Terceirona com vitória fora de casa por 4 a 0 sobre o Caxias. Detalhe: nesta semana completou dois meses de salários atrasados, sendo que vencimento de abril foi pago parcialmente. Outro detalhe: a expectativa é que os dois meses sejam pagos integralmente antes do jogo contra o Tupi para motivar ainda mais a equipe.

A receita mensal do Macaé é centrada no patrocínio da Prefeitura, que paga R$ 150 mil. O clube conta ainda com pequeno apoio do comércio local, que contribui com materiais necessários às atividades. Segundo a assessoria de imprensa do clube, a Confederação Brasileira de Futebol irá fazer aporte de recursos para custear as despesas com as viagens na Série C, apoio que virá em boa hora para o Leão.

Tupi e Macaé se conhecem de outros carnavais. Em 29 de setembro de 2009, as duas equipes protagonizaram um jogo repleto de emoções e que valia acesso à Série C. A partida realizada no Estádio Godofredo Cruz, em Campos, terminou em 2 a 1 para o Alvianil Praiano, resultado que garantiu a vaga na Terceirona pelo critério de gols marcados fora de casa, já que o primeiro jogo das quartas-de-finais foi vencido pelo Tupi por 3 a 2, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio.

O jogo em Campos foi marcado por uma polêmica: o segundo gol do Macaé saiu após o árbitro Luiz Alberto Bites (GO) assinalar tiro livre indireto contra o Carijó alegando que o goleiro Gonçalves ficou mais de seis segundos com a bola em seu poder. Foi a primeira vitória sobre o Tupi. Antes disso, cinco jogos, três empates e duas vitórias do Galo.

Paralisação veio em boa hora 

A preparação para a Série C do Campeonato Brasileiro em 2012 teve início em 2 de maio, dez dias após o fim da participação no Campeonato Carioca. A definição do plantel só ocorreu sete dias antes da primeira data de estreia, no final de maio. Veio a paralisação e com mais de um mês sem a bola rolar, cerca de 50% do elenco foi reformulado. Além disso, a equipe treinada pelo técnico Toninho Andrade realizou seis jogos-treino: Friburguense (dois), Aracruz (ES), Estrela (ES), Seleção de Conceição de Macabu e Duque de Caxias.

Para o jogo diante do Tupi, é muito provável que o treinador escale o mesmo time que goleou o Caxias por4 a 0. Se isso se confirmar, o Alvianil Praiano terá a seguinte formação: Luis Henrique; Edson, Ramon, Douglas Assis e Elton; Gedeil, Wagner, Norton e Wallacer; Zambi e William. Técnico: Toninho Andrade.

Um jovem versus um centenário

Diferentemente do Tupi, que completou 100 anos de fundação em maio, o Macaé é um clube jovem. Foi fundado em 17 de julho de 1990, como Botafogo Futebol Clube. Durante oito anos, a equipe só disputou competições amadoras. A profissionalização ocorreu em 1998, quando o Alvianil Praiano conquistou o título da Terceira Divisão do Campeonato Carioca de forma invicta. Em 2003, participou pela primeira vez no Brasileirão da Série C. O acesso à Elite do futebol carioca ocorreu em 2007. Em 2008, foi oitavo no Cariocão. O ano seguinte é considerado um dos melhores da história da equipe: terminou na quinta colocação no Estadual e foi vice-campeão da recém-criada Série D, resultado que garantiu o retorno à Terceira Divisão Nacional. Em 2012, foi o sétimo no Carioca ao vencer seis partidas, empatar duas e perder sete, aproveitamento de 44,4%.

Estádio Municipal Cláudio Moacyr de Azevedo passou por recente modernização. As obras custaram R$ 21 milhões (Foto: site oficial do Macaé)

Um belo estádio

O Macaé manda seus jogos no Estádio Municipal Cláudio Moacyr de Azevedo, o Moacyrzão, considerado um dos melhores do Rio de Janeiro e que passou a ser utilizado também pelas grandes forças da capital após o Maracanã entrarem obras. Inaugurado em 1º de maio de 1982, tem capacidade para 16 mil torcedores. No início de 2008, o estádio passou por ampla reforma para modernizar as instalações, o que custou R$ 21 milhões aos cofres municipais. Ganhou novo sistema de drenagem, alambrados em policarbonato (único no Estado do Rio), além de refletores para jogos noturnos e novas cabines de rádio e TV. Os novos vestiários são amplos e modernos, contando com banheiras de hidromassagem e espaço para aquecimento. O novo Moacyrzão foi reinaugurado em 5 de agosto de 2010, quando o Macaé derrotou o Marília por3 a1 no Brasileiro da Série C.

Texto: Thiago Stephan

Fotos: Tiago Ferreira (assessoria de imprensa do Macaé)


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


25 abr 2018
Copa Prefeitura Bahamas de Futsal: resultados do Boletim 7

24 abr 2018
Série C: Tupi perde seis posições e recebe Operário-PR sábado

24 abr 2018
Mais uma do Toque de Bola: baixe o seu wallpaper do acesso do Baeta!

23 abr 2018
Simão revela que Ademilson não disputaria Módulo 2 e garante artilheiro na Primeira

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.