06 jun 2012

Séries C e D do Brasileiro continuam suspensas após reunião



Representantes de clubes envolvidos na Série C do Campeonato Brasileiro participaram de reunião da sede da Confederação Brasileira de futebol (CBF), no Rio de Janeiro. Apesar do esforço, não se chegou a um acordo e a competição segue paralisada. A informação foi publicada pelo Portal Futebol Interior.

De acordo com a matéria, o diretor de futebol do Santo André, Sérgio Prado, disse que todos os clubes e CBF estão muito empenhados em resolver o problema o mais rápido possível. Ele revelou ainda que a CBF tentará uma nova investida no Superior Tribunal de Justiça, em Brasília, para derrubar as liminares que incluem Brasil e Treze na terceira divisão da competição.

“É 100% certo de que as competições não terão início neste final de semana. Não só por causa do feriado, mas porque não haveria possibilidade de mobilizar as 60 equipes envolvidas nas competições”, disse, em entrevista ao Futebol Interior.

O diretor de Futebol do Tupi, José Roberto Maranhas, avaliou “que a reunião não resolveu muita coisa. O que ficou decidido é que os clubes vão tentar junto ao STJD a liberação do início do campeonato. Mas isso depende do presidente da CBF, José Maria Marin, que está nos Estados Unidos e retorna na segunda-feira”.

Fonte: www.futebolinterior.com.br


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


18 jan 2018
Próximo adversário do Tupi, Uberlândia perde em casa. Veja como começou o Estadual

18 jan 2018
Tem de 12 a 16 anos e quer jogar basquete? Sexta é dia de cesta! Olha esse convite da Faefid-UFJF

17 jan 2018
“Barraco” no Poço Rico! Eleições do Tupynambás viram caso de polícia

17 jan 2018
Cruzeiro x Tupi: choque de realidades marca estreia do Carijó no Campeonato Mineiro

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse