28 maio 2012

Bota, Vasco e Atlético lideram Brasileirão. Definidas datas da Libertadores



Em jogo complicado, o Botafogo conseguiu um belo resultado ao vencer o Coritiba por 3 a 2 em pleno Couto Pereira, pela segunda rodada do Brasileiro. Nome alvinegro na partida, Lucas marcou dois gols, inclusive o da vitória. Vitor Junior marcou o outro tento do Fogão. O Glorioso volta a campo somente no dia 7 de junho, quinta-feira, para encarar o Cruzeiro, no Engenhão, às 20h30, também pela competição nacional.

O Botafogo não começou com vida fácil no Couto Pereira. Em golpe de sorte, o Coritiba abriu o placar logo aos 30 segundos, quando o chute de Lincoln desviou em Doria e deslocou Renan. O gol deixaria o Alvinegro em situação desconfortável na casa do adversário. Mas não por muito tempo. Rapidamente, o Glorioso se restabeleceu em campo e passou a ameaçar a meta defendida por Vanderlei. Aos nove minutos, Lucas arriscou de fora e acertou o travessão do goleiro alviverde. No rebote, Vitor Junior tentou uma bicicleta, mas a zaga interceptou o arremate em cima da hora.

A tarde era dos laterais do Fogão. Depois da bomba de fora da área, Lucas teve outra chance aos 19 minutos. E dessa vez não desperdiçou. Após tabelar com Herrera pela direita, o camisa 2 recebeu em boa posição dentro da área e encheu o pé para superar o goleiro paranaense e empatar o placar no equilibrado confronto. Seis minutos depois, seria a vez de Márcio Azevedo aparecer bem, só que pela esquerda. O camisa 6 recebeu de Vitor Junior, invadiu a área e chutou cruzado para Vanderlei defender como pôde. No rebote, a bola voltou para Vitor Junior, que não perdoou.

A bela virada no primeiro tempo não garantiria tranquilidade para o Alvinegro na etapa complementar. Logo aos 5 minutos, Lucas Mendes empatou para os donos da casa e deu novas cores ao confronto em Curitiba. Pouco depois, Vitor Junior deu a resposta alvinegra. Na base da raça, o meia mostrou habilidade pela direita e centrou para Fellype Gabriel. O camisa 10 chegou batendo, mas parou na bela defesa de Vanderlei.

Com o marcador empatado, o equilíbrio passou a ser ainda mais a tônica do jogo. Enquanto o Coritiba tentava avançar com mais vigor, o Alvinegro apostava na velocidade de seu contragolpe para surpreender o adversário. Equilíbrio este que persistiu até os 40 minutos, quando a estrela de Lucas brilhou novamente no Couto Pereira. Em contragolpe rápido, o lateral-direito recebeu novamente de Herrera, marcou pela segunda vez na partida e botou o Alvinegro na frente. Liderança no marcador que o Glorioso soube segurar até o apito final.

Texto: Site oficial do Botafogo

Galo derrota o Timão com a categoria de Danilinho

O Atlético alcançou a segunda vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro ao derrotar o Corinthians por 1 a 0, neste domingo, em tarde de festa para a Massa Alvinegra no Independência.  O gol da vitória foi marcado por Danilinho, de cabeça, completando cruzamento do zagueiro Réver.  Com o triunfo sobre o time paulista, o Galo chegou a seis pontos no Brasileirão e subiu para o 3º lugar na tabela de classificação.  Na próxima rodada, em 6 de junho (quarta-feira), o adversário será o Bahia, novamente em Belo Horizonte.

No primeiro tempo, o jogo foi bastante truncado, com poucas oportunidades de gol para ambos os lados. Na primeira tentativa atleticana, André arriscou de fora da área e a bola desviou no zagueiro.  No ataque seguinte, André escorou de cabeça e Mancini finalizou à direita do gol. Aos 40 minutos, foi a vez de Bernard concluir para fora. Logo depois, Giovanni fez grande defesa na conclusão de Willian.  Já nos acréscimos, o Galo levou perigo no cruzamento de Bernard, mas a primeira etapa terminou sem gols.

O técnico Cuca promoveu duas alterações no intervalo, substituindo Dudu Cearense e Mancini por Escudero e Júnior César, respectivamente.  Na primeira chance atleticana, Danilinho sofreu falta pela direita, Escudero levantou a bola na área e a defesa paulista conseguiu fazer o corte. Em seguida, Rafael Marques fez desarme providencial na pequena área.

Aos 19 minutos, o grito de gol explodiu no Independência quando Réver cruzou e, de cabeça, Danilinho encobriu o goleiro Cássio: Galo 1 x 0.  O segundo gol quase veio pouco depois em lance de contra-ataque, mas o passe de André para Danilinho saiu com muita força.  Aos 23, após jogada entre Danilinho e Bernard, André empurrou a bola para o gol, mas a arbitragem assinalou impedimento.  Em seguida, Bernard cobrou escanteio pela esquerda e rever cabeceou por cima do gol.

O Galo teve outra boa oportunidade na finalização de André, que recebeu passe de Escudero e chutou para fora. Marcos Rocha e Danilinho ofereceram perigo em cruzamentos pela direita, cortados pela zaga corintiana.  Aos 39 minutos, Fábio Santos recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso, o mesmo acontecendo com André instantes depois. O Atlético quase ampliou com Marcos Rocha, que recebeu bom passe de Bernard e finalizou em cima do zagueiro.  O Galo jogou com muita raça nos minutos finais e assegurou a segunda vitória no Brasileirão.

Texto: site oficial do Atlético-MG

Valente, Flu quase vence com um a menos desde o primeiro tempo

Com menos um em campo, o Fluminense foi valente e empatou em 2 a 2 com o Figueirense, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro, neste domingo (27/05), no Engenhão. Mesmo com um jogador expulso, o Tricolor mostrou sua força e provou que com a ajuda da torcida poderão fazer uma grande campanha. Com a vitória da última semana e este último resultado, o time das Laranjeiras somou quatro pontos, manteve sua invencibilidade e mostrou que brigará pelo título do Brasileirão.

Durante todo o primeiro tempo, o Tricolor manteve maior posse de bola e ditou o ritmo do jogo. Enquanto isso, o time catarinense jogou nos contra-ataques, mas não chegou a levar grande perigo para o gol de Diego Cavalieiri. Aos 16 minutos, o Fluminense abriu o placar. A jogada, que teve rápida troca de passes, começou com Wallace. O lateral achou Thiago Neves, que passou para Wagner. O meia rolou para Marcos Júnior balançar a rede com um belo tiro de canhota.

No fim da etapa, Wallace recebeu o segundo cartão amarelo e o Fluzão ficou com dez jogadores em campo. Com isso, o Figueira pressionou, porém não conseguiu furar o bom bloqueio do time de guerreiros.

No retorno do intervalo,  Samuel saiu para a entrada de Fábio Braga. O jogo seguiu movimentado na segunda etapa. Mas, aos 12 minutos, o atacante Caio, do Figueirense, deixou tudo igual. O Fluminense não se abateu e, mais uma vez decisivo, o jovem Marcos Júnior passou com categoria para Wagner, que marcou o segundo gol do Tricolor aos 21. Oito minutos depois, porém, o adversário empatou a partida com Pablo.

Mesmo com um a menos, o Fluzão continuou perigoso e superando suas dificuldades. Com excelente reflexo, Cavalieri ainda fez grandes defesas e a vitória só não saiu no final pois a zaga do Figueirense evitou um belo contra-ataque puxado por Carlinhos.

Vasco também mantém 100%

O Vasco foi até São Paulo neste sábado, 26 de maio, enfrentar a Portuguesa e venceu por 1 a 0, com um golaço de bicicleta feito por Alecsandro. Com o resultado, o Cruz-maltino assumiu temporariamente a liderança do Campeonato Brasileiro, com seis pontos em dois jogos.

Os próximos compromissos das duas equipes são pela terceira rodada. A Lusa vai ao Couto Pereira enfrentar o Coritiba em 6 de junho. No mesmo dia, o Vasco recebe o Náutico em São Januário. Recém-contratado, o goleiro Dida esteve no Canindé assistindo à partida, poucas horas depois de fazer mais um treinamento.

O gol da partida saiu aos 21 minutos. Após tabela com Eder Luis, Fagner avançou pelo lado esquerdo. Mesmo derrubado por Raí, o lateral insistiu e cruzou para área. Alecsandro emendou de bicicleta, num chute cruzado que entrou do lado direito do goleiro Gledson. Um golaço!

Fla cede empate

Na estreia de Ibson no Flamengo neste sábado, no Engenhão, todas as atenções e tensões estiveram em Ronaldinho Gaúcho. Hostilizado antes do jogo e ao ser substituído na segunda etapa, o camisa 10 rubro-negro até fez um gol, o seu time esteve duas vezes com dois de vantagem no placar, mas não conseguiu fazer bem o dever de casa, cedendo o empate em 3 a 3 e continua sem vencer no Brasileirão. O desfalcado time do Inter não se entregou em momento algum e acabou premiado ao somar seu quarto ponto na competição. O Fla tem apenas dois.

Antes da partida, a torcida rubro-negra hostilizou Ronaldinho Gaúcho cantando:”Ô Ronaldinho, preste atenção, muito respeito com a camisa do Mengão”. A resposta no primeiro tempo foi em forma de reverência e sambadinha, na comemoração do segundo gol, marcado em cobrança de pênalti.  Porém, depois do empate do Inter, originado de um erro do camisa 10, ele foi substituído por Deivid e recebeu sonora vaia.

Os dois times só voltam a jogar no dia 6 de junho. O carioca enfrentará a Ponte Preta, em Campinas, e o gaúcho receberá o São Paulo.

Cruzeiro sem vencer

Em um jogo bastante disputado, o Cruzeiro empatou em 0 a 0 com o Náutico na noite deste sábado, no Estádio dos Aflitos, em Recife-PE, pela 2ª rodada do Campeonato Brasileiro. A próxima partida do time celeste será contra o Botafogo, dia 7 de junho, no Engenhão, também pela competição nacional. O jogo marcou a estreia do volante Paulo César Tinga com a camisa do Cruzeiro, que foi titular do meio-campo e atuou com a camisa 8. Quem estreou também pelo time azul e branco foi Willian Magrão, lançado no início do segundo tempo.

O jogo iniciou com as duas equipes se estudando e tentando furar a marcação adversária, mas o time do Cruzeiro conseguia ser mais agressivo e se manter no campo de ataque por mais tempo, sobretudo pela ação de Tinga, Montillo e Souza. A Raposa pressionava bem a saída de bola do Náutico. Aos cinco minutos de partida, o Cruzeiro descolou um contra-ataque com Souza, que invadiu a área pela esquerda e tocou para Tinga. O camisa 8 girou e chutou, mas a bola foi prensada pela defesa. Na sobra, Wellington Paulista emendou de primeira, para fora.

Bastante truncado, o jogo teve poucas chances claras de gol, até que, aos 24 minutos, o Cruzeiro chegou muito perto de abrir o placar. Wellington Paulista avançou em velocidade pela direita e cruzou fechado, mas a bola foi mal desviada pela zaga do Náutico e sobrou limpa para Souza, na meia lua. O armador bateu colocado no cantinho e obrigou o goleiro Gideão a fazer uma difícil defesa.

Quando o primeiro tempo entrava em sua reta final, um lance quase prejudicou o Cruzeiro, quando o árbitro Luiz Flávio de Oliveira expulsou o volante Charles equivocadamente. Mas o assistente Emerson Augusto de Carvalho esclareceu que Diego Renan é quem havia cometido a falta assinalada. Assim, o juiz mostrou o amarelo para o lateral celeste.

Aos 43’, o Náutico chegou com perigo em um contra-ataque. O atacante Ramon enfiou a bola para Araújo, mas o goleiro Fábio estava muito bem colocado e atento no lance e se antecipou ao adversário, defendendo com firmeza.

Os dois times voltaram para a etapa final de jogo com mudanças. Enquanto Willian Magrão entrou no lugar de Charles e fez sua estreia com a camisa do Cruzeiro, Souza e Rhayner entraram no lugar de Glaydson e Cleverson, pela equipe do Náutico.

A primeira chance de gol foi para o Náutico, após cobrança de falta do meia Souza pela direita. A bola foi alçada na área e o atacante Araújo tocou de pé esquerdo, mas o chute saiu torto, por cima do gol. Aos 19 minutos, Fábio fez linda defesa com a mão esquerda, após um chute à queima roupa de Araújo. Na sequência a bola sobrou para Derley, que furou bisonhamente.

O técnico Celso Roth tentou imprimir velocidade ao time estrelado, que estava explorando o contra-ataque, e lançou o atacante Wallyson no lugar do estreante Tinga. Aos 44 minutos, o Cruzeiro perdeu grande chance de balançar as redes em um contra-ataque. Wallyson avançou em velocidade com a bola dominada, entrou na área, mas o atacante celeste finalizou mal, chutando cruzado, com muita força.

Demais resultados do Brasileirão da Série A

26/05 – Atlético-GO 1 x 1 Ponte Preta – Serra Dourada

27/05 – Santos 0 x 0 Sport – Vila Belmiro

27/05 – São Paulo 1 x 0 Bahia – Morumbi

27/05 – Grêmio 1 x 0 Palmeiras – Olímpico

Texto: www.globo.com

Libertadores tem datas das semifinais confirmadas

A Conmebol confirmou, nesta segunda-feira, as datas e os horários para as partidas das semifinais da Taça Libertadores da América. Sem surpresas, os confrontos entre Santos e Corinthians estão agendados para os dias 13 e 20 de junho, ambos às 21h50m. Boca Juniors-ARG e Universidad de Chile medem forças nos dias 14 e 21.

A expectativa agora é por uma definição dos palcos que abrigarão as semis. O Corinthians pretende manter o Pacaembu como sua casa. O Santos, mandante do primeiro confronto, tem três opções: Vila Belmiro, Pacaembu e Morumbi. O estádio do São Paulo está à frente na disputa, já que a Vila mal comporta os sócios do Peixe, enquanto o Pacaembu é tradicionalmente o lar corintiano.

Partidas de ida

Dia 13/06, às 21h50m (horário local) – Santos x Corinthians

Dia 14/06, às 20h15 (horário local) – Boca Juniors x Universidad de Chile

 

Partidas de volta

Dia 20/06, às 21h50m (horário local) – Corinthians x Santos

Dia 21/06, às 20h15 (horário local) – Universidad de Chile x Boca Juniors

 

Equipe PG J V E D GP GC SG
1 FLUMINENSE/RJ  FLUMINENSE/RJ 77 38 22 11 5 61 33 28
2 ATLÉTICO/MG  ATLÉTICO/MG 72 38 20 12 6 64 37 27
3 GRÊMIO/RS  GRÊMIO/RS 71 38 20 11 7 56 33 23
4 SÃO PAULO/SP  SÃO PAULO/SP 66 38 20 6 12 59 37 22
5 VASCO/RJ  VASCO/RJ 58 38 16 10 12 45 44 1
6 CORINTHIANS/SP  CORINTHIANS/SP 57 38 15 12 11 51 39 12
7 BOTAFOGO/RJ  BOTAFOGO/RJ 55 38 15 10 13 60 50 10
8 SANTOS/SP  SANTOS/SP 53 38 13 14 11 50 44 6
9 CRUZEIRO/MG  CRUZEIRO/MG 52 38 15 7 16 47 51 -4
10 INTERNACIONAL/RS  INTERNACIONAL/RS 52 38 13 13 12 44 40 4
11 FLAMENGO/RJ  FLAMENGO/RJ 50 38 12 14 12 39 46 -7
12 NÁUTICO/PE  NÁUTICO/PE 49 38 14 7 17 44 50 -6
13 CORITIBA/PR  CORITIBA/PR 48 38 14 6 18 53 60 -7
14 PONTE PRETA/SP  PONTE PRETA/SP 48 38 12 12 14 37 44 -7
15 BAHIA/BA  BAHIA/BA 47 38 11 14 13 37 41 -4
16 PORTUGUESA/SP  PORTUGUESA/SP 45 38 10 15 13 38 41 -3
17 SPORT/PE  SPORT/PE 41 38 10 11 17 39 56 -17
18 PALMEIRAS/SP  PALMEIRAS/SP 34 38 9 7 22 39 54 -15
19 ATLÉTICO/GO  ATLÉTICO/GO 30 38 7 9 22 37 67 -30
20 FIGUEIRENSE/SC  FIGUEIRENSE/SC 30 38 7 9 22 39 72 -33


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


24 set 2017
Aílton se emociona e não define permanência: “Estou disposto a ouvir proposta”

21 set 2017
Tupi pode ter até quatro desfalques. Aílton receita “guerrear e batalhar demais para conseguir o objetivo”

20 set 2017
Tupi fecha treino. Fortaleza em Sampa. Marcelo apita. Ingressos, gramado, reconhecimento, recepção. Veja o diário da decisão

20 set 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.