29 abr 2012

Caem: Cidade Alta e Puma campeões. Veja resultados e rodada de domingo, 6



A insistente chuva que caiu na manhã deste domingo, 29 de abril, foi um ingrediente a mais das partidas que apontaram mais dois campeões da Copa Caem de Futebol Amador 2012. O Campo do Cerâmica recebeu um animado público que, mesmo com o tempo fechado, saiu de casa para apoiar as equipes de seus bairros e de seus amigos. Com a bola rolando, as poças de água atrapalharam um melhor futebol, mas não foram capazes de diminuir o empenho dos jogadores. Melhor para as equipes Cidade Alta e Puma, que levaram para casa os troféus de campeão das categorias Master e Super Master, respectivamente.

Confira, abaixo, os resultados dos jogos de domingo, 29 (Boletim 10):

Boletim 10-2012[1].resultados-02052012

Veja, abaixo, a tabela do domingo, 6, jogos pela manhã, novamente no campo do Cerâmica:

Boletim CAEM 11-2012[1]

Na categoria Master, Cidade Alta e Grupo Rezato fizeram um jogo emocionante, pegado, e que terminou em 0 a 0, mesmo placar do primeiro confronto. A decisão foi para as penalidades, saindo-se melhor a equipe da Zona Oeste, que venceu por 2 a 1. Coube a Heron cobrar com categoria a penalidade que garantiu o título ao time do Bairro São Pedro.

Mas, para chegar à conquista, a equipe precisou suportar a pressão inicial do Grupo Rezato. Aos poucos, o Cidade Alta foi se encontrando na partida, mas não conseguiu criar nenhuma jogada clara de gol na primeira etapa. Com o campo pesado, o jogo ficou muito truncado.

No segundo tempo, um personagem que ficou de fora do alambrado foi decisivo para que o Cidade Alta começasse a se impor dentro de campo. Serginho do Morro, experiente jogador da várzea, passou a organizar a equipe.  E deu resultado. Com gritos como “olha o meio”, “vai virando”, “não precisa subir todo mundo igual louco, né”, ele passou confiança aos jogadores com os quais havia jogado em várias outras equipes do São Pedro. O time melhorou e passou a dominar as ações.

Durante as cobranças, apreensão tomou conta dos jogadores das duas equipes

Mas, chances claras de gol não foram vistas para nenhuma das duas equipes. Somente a disputa de pênaltis poderia tirar o zero do placar. No Grupo Rezato, o técnico José Eustáquio relacionou Gérson, Júnior e Edmilson para efetuar as cobranças, enquanto Mano optou por Agenor, Facinha e Heron no Cidade Alta.

O primeiro a cobrar foi Gérson, que chutou para defesa de Marcelo. Agenor também parou nas luvas do goleiro Reginaldo. O segundo a cobrar pelo Grupo Rezato foi Júnior, que chutou por cima do gol. Facinha foi para a bola e cobrou rasteiro para colocar o Cidade Alta em vantagem. Edmilson deixou tudo igual. A última cobrança da série ficou a cargo de Heron. Se ele convertesse, o título ficaria com o Cidade Alta. Se perdesse, o título seria decidido em cobranças alternadas. O goleiro Reginaldo tentou catimbar, reclamando da posição da bola. Mas, com frieza, cobrou com extrema categoria, fechando a série em 2 a 1. Festa em branco, vermelho e preto no Campo do Cerâmica.

Após a comemoração, o meio-campista Lelo comentou o resultado. “Foi um jogo muito difícil. O estado do campo beneficiou mais eles do que nós. Nosso time corre bem e toca muito a bola. No final, deu a gente, o que coroou nossa campanha invicta. Destaque também para a torcida, que nos apoiou bastante. Mais um título para o São Pedro”, disse.

O atacante Facinha, o segundo a cobrar pênalti pela equipe campeã, revelou que precisou ter frieza para fazer a cobrança em um campo com tanta lama. “O jogo esteve impraticável, mas se tratavam de duas equipes excelentes. Na hora da cobrança, precisei ter um pouco de frieza e sorte. O título valorizou a união do time. Sem patrocínio, o que venceu foi a união. Parabéns também para a torcida, que nos acompanhou nos jogos”, disse.

A derrota nos pênaltis pôs fim à sequência de títulos do Grupo Rezato. “Nos últimos três anos, jogamos nove competições e ganhamos as nove: três títulos da Copa Bahamas de Futebol, três títulos da Copa Bahamas de Futsal e três títulos da Caem. Dessa vez ficamos nos pênaltis. O estado do campo não ajudou. Hoje não era o nosso dia”, comentou o técnico José Eustáquio.

Cidade Alta (time que começou): Marcelo; Zé Antônio, Mozer, Tales e Cláudio; Heron, Lelo, Guinha e Agenor; Facinha e Carlinho Pretinho. Outros atletas: Rebequinha, Sérgio Norato, José de Alencar, Áureo e Gil. Técnico: Mano.

Grupo Rezato (time que começou): Reginaldo; Júnior, Oldair e Coelho; Ricardo Oliveira, Charlei, Marcinho, Gérson e Heleno; Claudinho e Edmilson. Outros atletas: Gabriel, Gomes e Zebu. Técnico: José Eustáquio.

Puma vence duelo com o Chacal

O primeiro campeão deste domingo saiu na categoria Super Master, em que Puma e Chacal fizeram a decisão. A primeira partida da final terminou empatada em 0 a 0. No segundo confronto, melhor para o Puma, que venceu por 2 a 0, motivo de festa para a torcida que levou até batucada para o Campo do Cerâmica.

O primeiro gol da partida foi marcado por Sérgio Alves. Edilson Friaça recebeu no meio, saiu do marcador, invadiu a área e bateu cruzado, sem força. Mesmo assim, o goleiro Jairo Coelho deu rebote, não desperdiçado pelo atacante. Antes de levar o gol, o Chacal havia perdido grande oportunidade de sair na frente. Ricardo de Paula fez excelente jogada pela esquerda do ataque, saiu do marcador, penetrou na área e rolou para o centroavante Geraldo Magela. Sem goleiro, mas com a zaga pela frente, chutou de primeira, por cima.

Jogadores do Puma recebem o troféu de campeão das mãos do secretário de Esporte e Lazer, Renato Miranda

A chuva caiu forte no início da segunda etapa. Nem por isso os jogadores fizeram por menos. A partida era aberta, com o Chacal tentando o empate e o Puma apostando na velocidade dos contra-ataques. No fim, Adriano da Silva fez grande jogada, avançou e tocou com açúcar para Fabrício Soares dentro da área. Ele dominou ajeitando para a perna esquerda e mandou para o fundo da rede, decretando o título do Puma. Ao final da decisão, ele comentou o resultado. “Foi uma final limpa. Um jogo bacana e digno dos dois times”, analisou.

O técnico do Puma era ninguém menos que Moacir Toledo, um dos maiores jogadores da história de Juiz de Fora. “Foi um jogo muito difícil, tanto que o primeiro duelo terminou em 0 a 0. Ganhamos de 2 a 0, mas foi no sufoco”, expôs o homem que marcou Pelé.

 

Puma: 1 – Armando Abreu, 2 – Paulo Henrique Toledo, 3 – Hélvio Vidal, 4 – Rogério Peyroton, 5 – Nicomedes de Almeida, 5 – Valdir Mineiro, 7 – Sérgio Alves, 8 – Marcos Mauro, 9 – Fabrício Soares, 10 – Tadeu Henriques, 11 – Edilson Friaça, 13 – Adriano da Silva, 14 – Nelson Rezende, 16 – Ronaldo Felipe. Técnico: Moacir Toledo.

Chacal: 1 – Jairo Coelho, 2 – Paulo Afonso, 3 – Carlos Inhami, 4 – Paulo Roberto, 5 – Marcus Vinícius, 6 – José Carlos, 7 – Ciro Júnior, 8 – Luiz Heleno, 9 – Geraldo Magela, 10 – Izaltino Filho, 11 – Ricardo de Paula, 13 – Carlos Henrique, 16 – Ary de Mattos, 17 – Jorge Elias.

No primeiro jogo da decisão da categoria Veterana, o Botafoguinho derrotou o Flor da Esquina por 2 a 0. As duas equipes voltam a se enfrentar no próximo domingo.


Voltar

Uma Resposta to “Caem: Cidade Alta e Puma campeões. Veja resultados e rodada de domingo, 6”

  1. José de Alencar
    01/05/2012 às 10:04

    Parabéns pela reportagem,continue divulgando o futebol amador vlw abraços José de Alencar!

Deixe uma resposta

Notícias


19 out 2017
Oficial: Tupi informa que treinador Aílton Ferraz não fica no clube

19 out 2017
Copa Toque de Bola de Futsal: Academia destaca “movimento esportivo” gerado pela competição

19 out 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

18 out 2017
Faefid-UFJF recebe nota máxima em avaliação, foca em “atuar com pessoas” e vê trabalho dobrado

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.