11 mar 2012

UFJF garante: show vai continuar



Juiz de Fora (MG), 11 de março de 2012

O projeto do vôlei da UFJF vai continuar. Essa foi a promessa feita pelo Reitor da instituição, Professor Henrique Duque, após a despedida da UFJF da Superliga Masculina 2011/12, derrota de 3 sets a 0 para o Minas, 20/25, 23/25 e 22/25, no ginásio do Tupynambás. A 11ª colocação, que já estava definida independente do resultado do jogo, assegura a continuidade na Superliga, e dirigentes, patrocinadores e Comissão Técnica já estão trabalhando e projetando a equipe que vai representar a cidade no próximo desafio.

 Clique aqui para ver super galeria de fotos de UFJF x Minas e “entre no clima” da Superliga.

O Toque de Bola realizou novamente uma cobertura especial ao vivo, no Canal de TV, com os comentários de José Eduardo Bara, craque do vôlei na década de 80 que se revelou também um craque no microfone, ao “traduzir” as inúmeras estatísticas da modalidade numa linguagem própria. As reportagens foram de Allana Meirelles, a produção de Mônica Valentim e as fotos de Rogério Caetano, com a parte técnica da transmissão de responsabilidade de Jorge Bowl (BMV), auxiliado por Bel e Mário Cesar.

A internauta premiada pelo Toque de Bola em parceria com a GSport, Danielle Vidal, recebeu na quadra a camisa oficial da UFJF, e ainda ganhou um autógrafo especial de seu ídolo, Clinty. Adriano, que foi sorteado com a camisa “Eu Sou UFJF”, autografada pelos jogadores, não pôde comparecer ao ginásio do Baeta, e receberá o prêmio em breve.

Numa pequena solenidade após a partida, que reuniu atletas, Comissão Técnica, direção da UFJF, patrocinadores e imprensa, em entrevistas ao Portal e num vídeo com imagens feitas ao longo de toda a campanha pelo Toque de Bola, editado especialmente para a despedida da UFJF, os principais personagens da trajetória do vôlei local deram várias demonstrações de que todo o esforço valerá a pena por pelo menos um – forte – motivo: o apoio incondicional da torcida. No jogo deste sábado, o torcedor “jogou junto” com o time e levou dezenas de cartazes de apoio aos atletas e à equipe.

“Hoje, no jogo, eu cheguei a contar 10 minutos de gritos de incentivo ininterruptos da torcida. Nunca vi isso, em qualquer outro ginásio do mundo”, disse Maurício Bara Filho, treinador.

“Foram três meses muito intensos. Vamos iniciar agora projetos para formação de novos valores do vôlei, a partir das escolas, com núcleos em diferentes regiões da cidade. E podem ter certeza que vamos continuar a apoiar”, disse o empresário Eduardo dos Santos, diretor da empresa Rodoviário Camilo dos Santos, principal patrocinadora do time na Superliga.

Ainda sobre a continuidade do trabalho e a formação da próxima equipe, o supervisor Renato Rosa disse que tem recebido dezenas de telefonemas de atletas e procuradores de atletas, interessados em fazer parte da equipe. “Nosso projeto tem uma sequência, não é para um ano só, isso desperta o interesse aqui. Se colocarmos no papel que só tem 12 equipes nesta elite do vôlei, que é a Superliga, e cada equipe tem 20 atletas inscritos, falamos do universo pequeno de 240 vagas, e as pessoas sabem que nós vamos dar continuidade ao projeto”, declarou.

Nos bastidores da solenidade, o capitão Clinty chegou a ter uma conversa reservada com o Reitor Henrique Duque e o empresário Eduardo dos Santos. Em pauta, conforme adiantou o Secretário Geral da UFJF, Basileu Tavares, a permanência do ídolo da torcida na equipe local. “Tratamos deste assunto, sim. Dissemos a ele sobre interesse em sua renovação de contrato, acho que já é hora de manifestar essa vontade e adiantar isso”, afirmou Basileu ao Toque de Bola.

Na cerimônia, que alternou momentos de emoção e descontração, o capitão Clinty e o técnico Maurício Bara Filho entregaram ao Reitor uma bola autografada por todos os atletas. O Reitor lembrou-se do primeiro contato que teve com os então responsáveis pelo projeto da equipe de vôlei, Maurício e Renato Miranda, este hoje o Secretário de Esporte e Lazer da Prefeitura, numa reunião em seu gabinete no Campus Universitário.

“Enquanto eu for o Reitor o vôlei continua”, assegurou o professor Henrique, que aproveitou para fazer referências ao pai do treinador, o médico Maurício Bara, que estava presente. “Mauricinho herdou as muitas qualidades de seu pai”, afirmou, em referência ao reconhecimento da comunidade local ao trabalho profissional e ao mesmo tempo humano desenvolvido pelo médico em toda a sua trajetória.

Mauricinho alternou confissões – “cheguei a pensar, sim, em largar tudo, mas naquele momento a minha saída seria provavelmente interromper o projeto, hoje já não é assim” – e revelações, como no momento em que anunciou a gravidez da esposa. “É fato que a criança foi gerada na adrenalina da preparação para a Superliga. A Superliga é assim”.

Ampliação

O reitor Henrique Duque anunciou a ampliação do ginásio da Faculdade de Educação Física para uma capacidade de 2.600 pessoas. A medida foi divulgada como parte da garantia de permanência da equipe na elite do vôlei nacional.


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

16 nov 2017
Saiu a tabela! Tupi encara Cruzeiro e América fora de casa logo no início do Campeonato Mineiro

16 nov 2017
Intercolegiais: professor Tidinho comemora brilho do Jesuítas no vôlei. Veja fotos e nomes de todos campeões

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.