29 mar 2012

Carijó vence o duelo contra o Coelho: 2 a 1



Juiz de Fora (MG), 29 de março de 2012

Jogando na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, na noite desta quarta-feira (28/março), o Tupi Futebol Clube venceu o América-BH por 2 a 1, aumentou a invencibilidade (agora seis jogos – cinco vitórias e um empate), sacramentou a posição no G4 (o grupo dos que vão se classificar às semifinais) e se aproximou das equipes da capital. “É o nosso pensamento. Vamos continuar nessa pegada para chegar ao topo”, resumiu o ídolo Ademilson, autor do segundo gol. Wesley Ladeira abriu o placar e Alessandro descontou para os americanos. O próximo jogo do Galo será no dia 8 de abril, em Governador Valadares, contra o Democrata-GV.

Sem Michel Cury (contundido) e sem o substituto natural, Ulisses (fora por força contratual, já que o atleta pertence ao América), o técnico do Tupi Moacir Júnior lançou mão do polivalente Henrique no meio de campo. E foi com Henrique, caindo pela direita, que o Galo criou as melhores chances no primeiro tempo, principalmente em cruzamentos. Dois deles acharam companheiros dentro da pequena área: aos 29 minutos Ademilson cabeceou por cima, para fora; e aos 37, Wesley Ladeira cabeceou para baixo, na rede – Tupi 1 x 0. E poderia ser dois, se Neneca, o goleiro americano, não tivesse feito uma excelente defesa em chute portentoso de Flávio, aos 20 minutos.

O segundo tempo começou da melhor forma possível. Aos 3 minutos, Ademilson perdeu um gol feito, cara a cara com Neneca. Mas não teve tempo para lamentar, já que dois minutos depois converteu um pênalti, marcado depois que o zagueiro cortou com a mão um cruzamento de Henrique.

Lá atrás, quando precisou Rodrigo fez todas as intervenções possíveis (uma delas espetacular, com apenas uma das mãos) à exceção da indefensável bola de Alessandro, aos 11 minutos. Na frente, duas oportunidades de matar o jogo: aos 34, quando Allan e Leo Salino, no mesmo lance, perderam; e dois minutos depois, quando Henrique perdeu o tempo da bola e permitiu que Neneca se antecipasse.

Não matou o jogo, mas ai, como é comum nessas ocasiões, entrou em campo a tradição dos guerreiros Carijós, que com muita raça seguraram o resultado.

O Tupi jogou e venceu com Rodrigo, Flávio, Sílvio, Wesley Ladeira e Michel Loures; Jailton (Paulinho), George, Leo Salino e Henrique (Magno); Ademilson e Allan (Fabrício Soares). Técnico: Moacir Júnior.

O América-BH atuou com Neneca, Rodrigo Heffner (Kaká), Gabriel, Everton Luís e Bryan (Pará); China, Moisés, Luciano (Sebastian) e Rodriguinho; Fábio Júnior e Alessandro. Técnico: Givanildo Oliveira

Árbitro: Emerson de Almeida Ferreira, auxiliado por Celso Luiz da Silva e Breno Rodrigues
Cartões amarelos: Jailton, Michel Loures, George, Flávio, Rodrigo (Tupi), Gabriel, Pará (América-BH)

Renda e público: R$ 1.640,00 – 103 pagantes

Texto: Assessoria de Imprensa do Tupi


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 nov 2017
Basquete dos Intercolegiais: conheça todos os atletas campeões e veja as avaliações dos professores

22 nov 2017
JF Vôlei receita “foco e determinação” para buscar reação contra dois adversários diretos na pontuação

20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.