10 fev 2012

Carijó deve manter base contra o Cruzeiro



Juiz de Fora (MG), 10 de janeiro de 2012

O Tupi faz nesta sexta-feira, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio (seria em Santa Terezinha, mas foi transferido por volta de 15h40), seu último treinamento antes da viagem para Sete Lagoas, onde enfrenta o Cruzeiro, domingo às 17h, na Arena do Jacaré. O time que entrará em campo deve ser o mesmo que atuou nas duas primeiras rodadas do Campeonato Mineiro. Apesar da provável manutenção, o técnico recém-contratado, Moacir Júnior, disse que só definirá a escalação no vestiário. Ele vê o jogo como uma oportunidade para que os jogadores provem seu valor e pede que o torcedor seja paciente com a equipe.

Moacir comandou seu segundo treino desde que retornou à Santa Teresinha na tarde de quinta-feira, 9. Segundo ele, a semana foi positiva, sendo utilizada para apresentar sua filosofia de trabalho para o elenco. A indefinição de sua presença no banco de reservas contra o Cruzeiro continua, mas o treinador esclareceu a questão. “Eu não quero que atribuam o êxito de uma possível vitória à minha chegada. Quem vai decidir isso são os jogadores, já que são eles que vencem os jogos dentro de campo”, explicou.

As alterações no time devem começar a ser feitas somente na próxima semana, conforme Moacir. Para ele, a partida contra o Cruzeiro servirá para que os atletas justifiquem o porquê de estarem entre os 11 titulares. Se o resultado positivo não for conquistado, o técnico pede paciência ao torcedor e promete que, em breve, o time estará correspondendo às expectativas criadas.

Entretanto, boas notícias vieram do Departamento Médico do clube. Rodrigo está liberado clinicamente e está à disposição do treinador. O meio-campista Michel Cury e o lateral-direito Flávio, ambos com lesões no tornozelo, também não devem ter problemas físicos para participarem da partida.

A presença de Rodrigo no gol do Tupi não traz boas recordações ao Cruzeiro. No ano passado, ele teve atuação destacada e garantiu o empate no Estádio Municipal. “Contra o Cruzeiro fiz meu melhor jogo com a camisa do Tupi. Em 2011, defendi um pênalti de Montillo e segurei o placar de 0 a 0. Depois do jogo recebi elogios do Fábio e do Cuca, então treinador. Tenho boas lembranças contra o clube e quero repetir neste fim de semana”, disse, através de sua assessoria.

A situação ruim também vivida pelo Cruzeiro não é vista como uma vantagem pelo experiente treinador. Para Moacir, os atletas celestes já estão acostumados com a pressão da torcida, que vem contestando o time e o trabalho de Vágner Mancini desde o ano passado. Por isso, o Tupi deve se concentrar em sua própria posição na tabela para se recuperar na competição.

Assis para por 30 dias

Exames realizados no início desta semana constataram que o volante Assis (um dos campeões brasileiros da Série D pelo Tupi) tem uma hérnia de disco lombar (problema que afeta a coluna e causa dor). Com isso, o atleta ficará afastado dos treinamentos, e do time, por um bom tempo – segundo o médico do Galo, José Roberto Maranhas, a previsão é, no mínimo, 30 dias. Na quarta-feira, 8, ele começou o tratamento, que consiste principalmente numa rotina de exercícios de alongamento e fortalecimento musculares para a região lombar e sessões de fisioterapia para a melhora da dor e do condicionamento muscular.

Cruzeiro

A pressão de conquistar a vitória não é uma exclusividade do Tupi. O Cruzeiro também iniciou mal sua campanha no Campeonato Mineiro, perdendo para o Guarani, de Divinópolis, por 1 a 0. A situação do técnico Vágner Mancini, que já não era tranquila, se complicou ainda mais depois da derrota. O treinador sofre com as sombras de Vanderlei Luxemburgo, Levir Culpi e Adílson Batista, nome mais pedido pela torcida em redes sociais.

Porém, Mancini poderá contar com dois reforços importantes no domingo. Depois de mais de 75 dias fora dos gramados, o goleiro Fábio poderá reassumir sua posição de titular absoluto na meta cruzeirense. O meia Roger também está liberado para atuar, depois de cumprir suspensão por expulsão na decisão do Estadual de 2011.

Ficha técnica:

Cruzeiro: Fábio, Diego Renan, Léo, Victorino, e Gilson (Marcos); Leandro Guerreiro, Amaral, Marcelo Oliveira (Roger) e Montillo; Wellington Paulista (Wallyson) e Anselmo Ramon. Técnico: Vágner Mancini

Tupi: Rodrigo (Victor Hugo), Flávio, Wesley Ladeira, Fabrício Soares e Carlão; Jaílton, Léo Salino, Ulisses e Michel Cury; Ademílson e Allan. Técnico: Moacir Júnior

Texto: Lucas de Vitta – TER Notícias


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 jan 2018
Clínica com Zico no Maracanã une diferentes gerações em torno do sonho do futebol. Veja fotos

22 jan 2018
Tem de 10 a 16 anos e que jogar futebol? É levar a chuteira e conferir a agenda da semana na Faefid-UFJF

21 jan 2018
Virose no Carijó? Dirigente admite possibilidade, mas não quer usar como desculpa

19 jan 2018
Futebol do Baeta apresenta Comissão Técnica para Módulo 2 e admite que está atrasado

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse