10 fev 2012

Carijó deve manter base contra o Cruzeiro



Juiz de Fora (MG), 10 de janeiro de 2012

O Tupi faz nesta sexta-feira, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio (seria em Santa Terezinha, mas foi transferido por volta de 15h40), seu último treinamento antes da viagem para Sete Lagoas, onde enfrenta o Cruzeiro, domingo às 17h, na Arena do Jacaré. O time que entrará em campo deve ser o mesmo que atuou nas duas primeiras rodadas do Campeonato Mineiro. Apesar da provável manutenção, o técnico recém-contratado, Moacir Júnior, disse que só definirá a escalação no vestiário. Ele vê o jogo como uma oportunidade para que os jogadores provem seu valor e pede que o torcedor seja paciente com a equipe.

Moacir comandou seu segundo treino desde que retornou à Santa Teresinha na tarde de quinta-feira, 9. Segundo ele, a semana foi positiva, sendo utilizada para apresentar sua filosofia de trabalho para o elenco. A indefinição de sua presença no banco de reservas contra o Cruzeiro continua, mas o treinador esclareceu a questão. “Eu não quero que atribuam o êxito de uma possível vitória à minha chegada. Quem vai decidir isso são os jogadores, já que são eles que vencem os jogos dentro de campo”, explicou.

As alterações no time devem começar a ser feitas somente na próxima semana, conforme Moacir. Para ele, a partida contra o Cruzeiro servirá para que os atletas justifiquem o porquê de estarem entre os 11 titulares. Se o resultado positivo não for conquistado, o técnico pede paciência ao torcedor e promete que, em breve, o time estará correspondendo às expectativas criadas.

Entretanto, boas notícias vieram do Departamento Médico do clube. Rodrigo está liberado clinicamente e está à disposição do treinador. O meio-campista Michel Cury e o lateral-direito Flávio, ambos com lesões no tornozelo, também não devem ter problemas físicos para participarem da partida.

A presença de Rodrigo no gol do Tupi não traz boas recordações ao Cruzeiro. No ano passado, ele teve atuação destacada e garantiu o empate no Estádio Municipal. “Contra o Cruzeiro fiz meu melhor jogo com a camisa do Tupi. Em 2011, defendi um pênalti de Montillo e segurei o placar de 0 a 0. Depois do jogo recebi elogios do Fábio e do Cuca, então treinador. Tenho boas lembranças contra o clube e quero repetir neste fim de semana”, disse, através de sua assessoria.

A situação ruim também vivida pelo Cruzeiro não é vista como uma vantagem pelo experiente treinador. Para Moacir, os atletas celestes já estão acostumados com a pressão da torcida, que vem contestando o time e o trabalho de Vágner Mancini desde o ano passado. Por isso, o Tupi deve se concentrar em sua própria posição na tabela para se recuperar na competição.

Assis para por 30 dias

Exames realizados no início desta semana constataram que o volante Assis (um dos campeões brasileiros da Série D pelo Tupi) tem uma hérnia de disco lombar (problema que afeta a coluna e causa dor). Com isso, o atleta ficará afastado dos treinamentos, e do time, por um bom tempo – segundo o médico do Galo, José Roberto Maranhas, a previsão é, no mínimo, 30 dias. Na quarta-feira, 8, ele começou o tratamento, que consiste principalmente numa rotina de exercícios de alongamento e fortalecimento musculares para a região lombar e sessões de fisioterapia para a melhora da dor e do condicionamento muscular.

Cruzeiro

A pressão de conquistar a vitória não é uma exclusividade do Tupi. O Cruzeiro também iniciou mal sua campanha no Campeonato Mineiro, perdendo para o Guarani, de Divinópolis, por 1 a 0. A situação do técnico Vágner Mancini, que já não era tranquila, se complicou ainda mais depois da derrota. O treinador sofre com as sombras de Vanderlei Luxemburgo, Levir Culpi e Adílson Batista, nome mais pedido pela torcida em redes sociais.

Porém, Mancini poderá contar com dois reforços importantes no domingo. Depois de mais de 75 dias fora dos gramados, o goleiro Fábio poderá reassumir sua posição de titular absoluto na meta cruzeirense. O meia Roger também está liberado para atuar, depois de cumprir suspensão por expulsão na decisão do Estadual de 2011.

Ficha técnica:

Cruzeiro: Fábio, Diego Renan, Léo, Victorino, e Gilson (Marcos); Leandro Guerreiro, Amaral, Marcelo Oliveira (Roger) e Montillo; Wellington Paulista (Wallyson) e Anselmo Ramon. Técnico: Vágner Mancini

Tupi: Rodrigo (Victor Hugo), Flávio, Wesley Ladeira, Fabrício Soares e Carlão; Jaílton, Léo Salino, Ulisses e Michel Cury; Ademílson e Allan. Técnico: Moacir Júnior

Texto: Lucas de Vitta – TER Notícias


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


24 nov 2017
Com vídeos! Sucesso dentro e fora da quadra, Copa Toque de Bola de Futsal promete emoção na reta final

22 nov 2017
Basquete dos Intercolegiais: conheça todos os atletas campeões e veja as avaliações dos professores

22 nov 2017
JF Vôlei receita “foco e determinação” para buscar reação contra dois adversários diretos na pontuação

20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.