11 jan 2012

Embalou de vez: UFJF derrota Londrina/Sercomtel por 3 sets a 1



Londrina (PR), 11 de janeiro de 2012

A equipe de vôlei da UFJF conquistou, ontem, a terceira vitória na Superliga, sendo a segunda consecutiva. O time do técnico Maurício Bara foi até o Paraná enfrentar o Londrina/Sercomtel, e voltou com vitória por 3 sets a 1, parciais de 26/24, 27/29, 25/15 e 25/20, em mais de duas horas de jogo. Com o resultado, a UFJF se manteve entre os oito primeiros da competição, posto que lhe daria a classificação para os playoffs caso a fase de classificação se encerrasse nesse momento. O time volta à quadra no sábado, quando recebe o Medley/Campinas, no Ginásio da Faculdade de Educação Física, às 19h.

Depois de duas vitórias consecutivas, a UFJF receberá o Medley/Campinas sábado, 14, com transmissão ao vivo aqui no Portal Toque de Bola a partir de 18h30. Acesse nosso canal de TV para conferir as coberturas dos três primeiros jogos da UFJF na cidade, e veja e ouça trechos da cobertura especial realizada sábado, 7, na vitória de virada sobre BMG/São Bernardo (3 sets a 1).

Clique, abaixo, para ver a classificação atualizada da Superliga:

Superliga – 12012012

O técnico Maurício Bara iniciou a partida com a seguinte formação: Clinty, Digão, Folle, Jardel, Danilo e Pedrinho, com Juliano de líbero. O primeiro set, que parecia fácil para a equipe juiz-forana, acabou passando dos 25 pontos. A UFJF chegou a ter o set point, com quatro pontos de vantagem. Mesmo com o 24 a 20 adverso, o Londrina conseguiu empatar, obrigando Bara a pedir dois tempos técnicos. Na volta do segundo deles, a equipe voltou a se apresentar bem e conseguiu fechar em 26 a 24, com duas jogadas de Clinty.

O time parecia desconcentrado no segundo set e saiu perdendo por 4 a 0. Após mais um pedido de tempo, a UFJF se recuperou e encostou no placar, que seguiu apertado até o fim. Novamente, o set passou dos 25 pontos, marcando o forte equilíbrio do jogo até então. A diferença foi que, dessa vez, o Londrina levou a melhor: 29 a 27.

O revés parece ter acordado a Federal. No terceiro set, o cenário acabou sendo diferente. Com a defesa e o bloqueio como pontos fortes do time, a UFJF fechou em fáceis 25/15.

O placar adverso parece ter abalado ainda mais a equipe da casa, que ficou atrás do placar durante todo quarto set. Melhor para a UFJF, que jogando um voleibol de alto nível, conseguiu fechar o set e a partida em 25/20.

O ponteiro Clinty foi eleito o melhor jogador do duelo, e recebeu o prêmio Viva Vôlei. Detalhe: segundo informações da rodada, publicadas no site da Confederação Brasileira de Vôlei, Clinty não só foi o principal pontuador da partida (24 pontos) como o maior pontuador de toda a sétima rodada.

Veja texto enviado pela assessoria do vôlei da UFJF:

Com o sucesso de quarta-feira, a Federal agora chegou aos nove pontos na classificação, ainda na oitava posição, mas agora empatada com o RJX, que perdeu na rodada para o BMG/São Bernardo por 3×1. Mais importante ainda foi o distanciamento da equipe em relação aos adversários da metade de baixo da tabela. Já são oito pontos de frente para o 12º colocado, justamente o Londrina.

O técnico Maurício Bara credenciou a vitória à paciência da equipe, que – apesar de passar por momentos difíceis no final do primeiro e no segundo set – soube reverter as adversidades. “Depois disso, o time encaixou, o que acabou provocando placares mais dilatados. O bloqueio também funcionou porque o saque entrou.”. Sobre o bom momento do time, Bara prefere manter os pés no chão e reconhecer os avanços: “Muitos não esperavam que estivéssemos nesta posição hoje, mas vamos num jogo de cada vez. Agora é o Campinas, que é um grande time, e contamos mais uma vez com a nossa torcida, que tem feito a diferença no ginásio”.

Maior pontuador do jogo, com 24 sucessos, Clinty também adotou a cautela em relação à situação da equipe. Segundo ele, o campeonato é muito equilibrado, o que faz com que uma equipe suba ou desça várias posições a cada rodada. “Temos que continuar trabalhando com muita determinação. A tendência agora é ficar cada vez mais difícil, por conta da maratona de jogos e viagens”, afirmou. No sábado, ele espera muitas dificuldades contra o Medley: “O ponto forte deles é o bloqueio. Temos que nos impor desde o início e para isso a torcida é fundamental”.

O jogo

A partida começou tensa, com as duas equipes errando muito na defesa. A UFJF chegou ao primeiro tempo técnico vencendo por 8×7. Após o 12º ponto, o time juiz-forano começou a se encontrar mais na quadra, com a defesa funcionando melhor. Em boa bola de Clinty, a UFJF chegou a 18×14. A diferença de quatro pontos se manteve até o set point de 24×20. Foi quando o Londrina se aproveitou de erros de ataque da Federal e empatou o set em 24×24. Clinty, então, voltou a se destacar, com dois pontos seguidos, decretando o fim da primeira etapa.

No segundo set, o Londrina começou abrindo logo 4×0. Após o primeiro tempo técnico, a UFJF se equilibrou na partida, encostando em 8×7. O jogo seguiu disputado ponto a ponto até o fim do set. Após ficar em desvantagem, a UFJF se recuperou e teve a chance de fechar, mas acabou cedendo a vitória parcial para a equipe paranaense em 29×27. No terceiro set, o destaque foi o bloqueio da equipe, aproveitando-se do melhor momento da recepção. Jardel fez pontos seguidos, assim como Folle. O Londrina se abateu e o placar se dilatou. Final, em novo bloqueio de Jardel: 25×15.

O último set começou como acabou o anterior, com o bloqueio funcionando e possibilitando a bola no chão de Folle. Clinty fez três pontos seguidos, levando o time à dianteira de 7×2. O Londrina chegou a ensaiar uma recuperação, encostando em 11×8. A partir daí, com boas entradas de Leo e Brasília, a UFJF novamente se distanciou, chegando a 21×15 em novo ponto de bloqueio. Um toque na rede do Londrina fechou o set em 25×20 e o jogo em 3×1.

 Venda de ingressos

Os ingressos para a partida de sábado, às 19h, começaram a ser vendidos nesta quarta-feira, em todas as lojas Vanille. Os valores continuam os mesmos: R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).

O time da Universidade é patrocinado pela empresa Camilo dos Santos e conta com apoios do Pré Universitário, da Cesama, da Ortra, do Gsport e do Victory Suites.

Veja, abaixo, todos os números do jogo desta quarta-feira, 11, em Londrina (PR):

Londrina x UFJF – 11012012

Sesi assume liderança

A Superliga Masculina de vôlei 11/12 tem um novo líder. Atual campeão, o Sesi-SP assumiu a ponta da tabela de classificação. Nesta QUARTA-FEIRA (11.01), o time paulista ganhou, de virada, do BMG/Montes Claros (MG) por 3 sets a 1 (23/25, 25/16, 25/21 e 25/17), em 1h48 de jogo, no ginásio Tancredo Neves, em Montes Claros, em partida válida pela sétima rodada do turno.

O time paulista foi beneficiado pela segunda derrota consecutiva do Vôlei Futuro (SP). O time de Araçatuba foi até Belo Horizonte, onde foi superado pelo Vivo/Minas (MG) por 3 sets a 1 (25/20, 21/25, 25/22 e 25/17), m 1h51 de jogo, na Arena Vivo.

O destaque da vitoria do Sesi-SP foi o ponteiro Murilo. Recuperado de uma inflamação no ombro direito, o atacante voltou a integrar o time paulista, foi eleito o melhor jogador da partida e ganhou o Troféu VivaVôlei.

“Fico feliz com o prêmio, por ter podido ajudar a equipe e quero dividir esse troféu com todo o grupo. Fiquei fora do time quase um mês, me recuperando de uma contusão, e tive apoio de todos para poder voltar bem, sem dores”, comemorou Murilo, para depois avaliar a partida:

“Perdemos o primeiro set, mas conseguimos corrigir alguns erros e crescer no jogo. Conseguimos uma importante vitória, um resultado ainda mais importante porque, combinado com a derrota do Vôlei Futuro, nos leva à liderança da Superliga. O campeonato está muito equilibrado, a diferença entre os quatro, cinco primeiros colocados, é pequena, e já temos outro confronto duríssimo no sábado, contra a Cimed/SKY. Vamos comemorar esse bom resultado hoje, porque amanhã já estaremos pensando na próxima partida”, disse Murilo.

Apesar de derrota, o maior pontuador da partida foi do BMG/Montes Claros. O oposto Pereyra marcou 23 pontos.

Na próxima rodada, o Sesi-SP enfrentará a tradicional Cimed/SKY (SC). O duelo será no SÁBADO (14.01), a partir das 21h, no ginásio Capoeirão, em Florianópolis (SC). O canal Sportv transmitirá ao vivo.

   Manius e Lucarelli são os destaques da vitória do Vivo/Minas

Em Belo Horizonte, o Vivo/Minas comprovou que passa por uma boa fase e conseguiu a segunda vitória consecutiva. Na última rodada, havia vencido o RJX. Na vitória mineira, destaque para os ponteiros da equipe. O jovem Lucarelli, integrante da seleção brasileira juvenil no ano passado, foi eleito o melhor em quadra e ganhou o Troféu VivaVôlei. Já o experiente Manius foi o maior pontuador da partida, com 18 acertos.

Após a vitória, o técnico Marcelo Fronckowiak festejou mais um resultado positivo. “Estamos com foco total. A Superliga é um campeonato muito difícil e sabemos que temos adversários muito duros pela frente. Mas está muito bom trabalhar com este grupo, que consegue apresentar nas partidas o que trabalhamos durante a semana. O time está de parabéns por mais essa vitória e por ter conseguido jogar nos momentos mais difíceis”, avaliou Fronckowiak.

Na próxima rodada, o Vivo/Minas terá um clássico mineiro pela frente. O adversário será o Sada Cruzeiro (MG). O duelo será no próximo SÁBADO (14.01), a partir das 17h, no ginásio do Riacho, em Contagem (MG).

Já o Vôlei Futuro tentará a recuperação contra o RJX (RJ) no mesmo dia. A partir das 18h, as equipes estarão frente a frente no ginásio do Maracanãzinho, no Rio de Janeiro.

 BMG/São Bernardo surpreende RJX

O BMG/São Bernardo já havia surpreendido o Sesi-SP nesta Superliga. Nesta quarta-feira, foi a vez de a equipe do ABC Paulista superar outra forte equipe. Em casa, no ginásio Poliesportivo, o time dirigido pelo técnico Rubinho derrotou, de virada, o RJX, por 3 sets a 1 (21/25, 25/22, 27/25 e 26/24), em 1h53 de jogo.

“É uma vitória para dar moral. Esse resultado nos trouxe, além dos três pontos, ainda mais vontade de lutar por uma vaga na próxima fase da Superliga. Sabíamos que não seria fácil, mas, depois do primeiro set, conseguimos nos reencontrar em quadra e jogar bem”, comemorou o oposto Renan Buiatti.

O BMG/São Bernardo voltará à quadra na próxima SEXTA-FEIRA (13.01). O time irá ate Londrina, onde enfrentará o Londrina/Sercomtel (PR), a partir das 21h, no ginásio Moringão. O canal Sportv transmitirá.

 Cimed (SC) ganha por 3 sets a 1 e pula para a vice-liderança

Em casa e com os torcedores lotando o ginásio Capoeirão, em Florianópolis (SC), a Cimed/SKY (SC) subiu duas posições na classificação geral da Superliga masculina 11/12. Nesta QUARTA-FEIRA (11.01), o time catarinense superou o Sada Cruzeiro (MG), atual vice-campeão da competição, por 3 sets a 1 (25/19, 18/25, 25/22 e 26/24), em 2h07 de jogo, em partida válida pela sétima rodada do turno. Com a vitória, o time de Bruninho e Cia. assumiu a vice-liderança, atrás do Sesi-SP.

E os líderes estarão frente a frente na próxima rodada. No SÁBADO (14.01), Cimed/SKY e Sesi-SP jogarão, a partir das 21h, no ginásio do Sesi, na Vila Leopoldina, em São Paulo. O canal Sportv transmitirá o duelo ao vivo.

Eleito o melhor jogador da partida, o central da Cimed/SKY Renato Felizardo destacou o equilíbrio do duelo. “Nesta Superliga, não dá para relaxar. Todos os jogos serão assim, muito equilibrados. Hoje, ganhei o VivaVôlei, mas qualquer um dos meus companheiros poderia ter recebido também. A Cimed/SKY está crescendo e tem tudo para evoluir ainda mais. Na próxima rodada, já vamos enfrentar outra pedreira, o Sesi-SP. Como eu falei, não dá para relaxar”, avaliou.

O maior pontuador da partida foi da Cimed/SKY. O oposto Rivaldo, com 23 pontos, foi quem mais marcou. No Sada Cruzeiro, o destaque foi o também oposto Wallace, com 18 acertos.

Pelo Sada Cruzeiro, o levantador William Arjona também elogiou a forte disputa da partida. “Foi um duelo de duas equipes que irão em busca do título desta Superliga. O primeiro set foi atípico para eles. O segundo, foi para nós. A partir daí, o jogo ficou muito equilibrado e disputado ponto a ponto”, ressaltou William.

O Sada Cruzeiro buscará a reabilitação também no sábado. A equipe mineira receberá o Vivo/Minas (MG), que venceu o até então líder Vôlei Futuro nesta rodada, por 3 sets a 1. O clássico mineiro será realizado no ginásio do Riacho, em Contagem (MG), a partir das 17h.

E, para o levantador William, a atenção precisa ser redobrada no clássico mineiro. “Nosso time está crescendo. Na próxima rodada, teremos outro jogo muito duro em nossa casa. Contra o Vivo/Minas não podemos vacilar para não deixarmos escapar as posições na classificação geral”, disse.

EQUIPES

CIMED/SKY – Bruno, Rivaldo, Renato, João Paulo, Éder e Renato Felizardo. Líbero – Thales

Entraram – Rafael, Bernardo, Murilo e Kaio.

Técnico – Marcos Pacheco

SADA CRUZEIRO – William, Wallace, Maurício, Filipe, Rogério e Acácio. Libero – Serginho

Entraram – Sanchez, Douglas Cordeiro, Alemão e Daniel.

Técnico – Marcelo Mendez

SUPERLIGA MASCULINA 11/12 –  SÉTIMA RODADA DO TURNO

11.01 (QUARTA-FEIRA) – BMG/São Bernardo 3 x 1 RJX (21/25, 25/22, 27/25 e 26/24), em 1h53 de jogo, no ginásio Poliesportivo, em São Bernardo do Campo (SP).

MAIOR PONTUADOR: Lucão (RJX), com 20 pontos

TROFÉU VIVAVÔLEI: Paulo Renan (BMG/São Bernardo)

11.01 (QUARTA-FEIRA) – Londrina/Sercomtel 1 x 3 UFJF (24/26, 29/27, 15/25 e 20/25), em 2h10 de jogo, no ginásio Moringão, em Londrina (PR).

MAIOR PONTUADOR: Clinty (UFJF), com 24 pontos

 TROFÉU VIVAVÔLEI: Clinty (UFJF)

11.01 (QUARTA-FEIRA) – Medley/Campinas 3 x 0 Volta Redonda (25/22, 25/16 e 25/21), em 1h23 de jogo, no ginásio Taquaral, em Campinas (SP).

MAIOR PONTUADOR: Bruno Zanuto (Medley/Campinas), com 13 pontos

TROFÉU VIVAVÔLEI: Mão (Medley/Campinas)

11.01 (QUARTA-FEIRA) – BMG/Montes Claros 1 x 3 Sesi-SP (25/23, 16/25, 21/25 e 17/25), em 1h48 de jogo, no ginásio Tancredo Neves, em Montes Claros (MG).

MAIOR PONTUADOR: Pereyra (BMG/Montes Claros), com 23 pontos

TROFÉU VIVAVÔLEI: Murilo (Sesi-SP)

11.01 (QUARTA-FEIRA) – Cimed/SKY 3 x 1 Sada Cruzeiro (25/19, 18/25, 25/22 e 26/24), em 2h07, no ginásio Capoeirão, em Florianópolis (SC).

MAIOR PONTUADOR: Rivaldo (Cimed/Sky), com 23 pontos

TROFÉU VIVAVÔLEI: Renato Felizardo (Cimed/SKY)

11.01 (QUARTA-FEIRA) – Vivo/Minas 3 x 1 Vôlei Futuro (25/20, 21/25, 25/22 e 25/17), em 1h51 de jogo, na Arena Vivo, em Belo Horizonte (MG).

MAIOR PONTUADOR: Manius (Vivo/Minas), com 18 pontos.

Textos e informações: assessoria vôlei UFJF e site da CBV


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 fev 2018
Copa do Brasil tem jogo com nove gols no segundo tempo. Veja resultados

22 fev 2018
Veja como é a promoção carijó envolvendo ingresso de Tupi x Atlético

22 fev 2018
JF Vôlei abre 2 a 0 sobre vice-líder Sesc, mas sofre virada e perde uma posição

21 fev 2018
Tupi x Atlético em JF: ingressos, transporte, acesso, estacionamento

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.