29 nov 2011

Crônica de campeão, por Guilhermão: “Viva Zumbi e viva Ademílson!”



Viva Zumbi e viva Ademílson!

Crônica de Guilherme Salgado Rocha

O povo pernambucano aceitou sem revolta a derrota, não houve arbitragem maldosa etc. Mas a torcida do Santa Cruz podia ter esperado até, vamos dizer, uns 30 do segundo tempo, sei lá, Santa Cruz 4 a 0, para aparecer com as faixas de Santa Cruz, campeão da série D. Acho que a rede recifense de fábricas de tecidos teve de amargar considerável prejuízo…

Deixemos de lado o Cobral Coral. Para nós agora são cinzas, e nos encontraremos novamente em 2012, na série C.

Quero falar mesmo é da série de fichas (da Telemig, da Telesp, da Embratel) que começa a cair aos poucos, cada vez que o domingo, 20 de novembro, volta à cena, retorna à mente, revolve o coração.

E o nó na garganta, ao contrário do que normalmente acontece, parece ficar maior. Meu Deus, o Tupi é campeão! Sim, o nosso Tupi é campeão nacional, de uma das quatro séries do futebol nacional…!

Perdão pelo lugar-comum, mas de tão comum esse lugar tem vez: o Tupi venceu e convenceu. Diriam os mais rebuscados, carregados daquela linguagem maravilhosa: o Tupi inscreveu seu nome no cenário futebolístico nacional.

E isso não é pouco.

Aqui em São Paulo, acompanhando, pelo Toque de Bola, a 500km, viagens, resultados, gols, derrotas e vitórias do nosso Tupi, recordo-me do dia em que o Galo Carijó perdeu para o Volta Redonda, e precisava fazer, em casa, o resultado que o levaria adiante. Ali, naquele momento, em mim passou, como vento agourento, a possibilidade de o time ficar mais uma vez pelo caminho.

No dia do jogo de volta, quando consegui saber o resultado, um 4 a 2 para Cidade do Aço nenhuma contestar, confesso que veio um sentimento novo: desta vez dá, desta vez chegaremos, desta vez vai.

E deu, e chegamos, e fomos lá!

Amigos daqui e amigos daí nos reuniremos aí para um chope de Natal/final de ano, no dia 23 de dezembro. Já vou avisando que sobre a mesa estará estendida uma bandeira do Tupi, e um brinde (três, tudo bem) será erguido em honra desse alvinegro que nos deu inolvidável felicidade. Outra felicidade é meus dois meninos (João Vítor, de nove anos, e Luís Henrique, de seis anos) já conhecerem o escudo e a camisa do Tupi. E se solidarizarem, em silêncio, diante da emoção do pai, ao ver, aqui no Toque de Bola, as imagens da arquibancada de Santa Terezinha, os jogadores entrando para a foto oficial, e eu recordando o menino pequeno, do tamanho dos meus, sentado ali, com o avô deles, Diógenes, torcendo e vibrando com o Tupi…

Pois é. Estamos terminando 2011, a faixa no peito.

Decretemos, então, que o 20 de Novembro, Dia da Consciência Negra, passa a ser também o Dia da Consciência Alvinegra de que Somos Campeões Nacionais.

Portanto, viva o guerreiro Zumbi e viva o artilheiro Ademílson!

 Guilherme Salgado Rocha

Leia também: Leia a crônica “Currículo: gandulas do Tupi”


Voltar

Uma Resposta to “Crônica de campeão, por Guilhermão: “Viva Zumbi e viva Ademílson!””

  1. AILTON NASSER
    29/11/2011 às 18:15

    Guilherme.
    Vamos montar a TupiSampa. Falei com o Ivan Elias sobre o assunto.
    Cara, eu estava lá no Arrudão. Uma das maiores emoções da minha vida com direito a foto com a taça na mão, dentro do gramado.
    Ailton Nasser – SP – Record News / Record

Deixe uma resposta

Notícias


17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

16 nov 2017
Saiu a tabela! Tupi encara Cruzeiro e América fora de casa logo no início do Campeonato Mineiro

16 nov 2017
Intercolegiais: professor Tidinho comemora brilho do Jesuítas no vôlei. Veja fotos e nomes de todos campeões

14 nov 2017
Goleiro-artilheiro Edson tem domingo único e Passo da Pátria é campeão da zona rural da Copa Prefeitura Bahamas

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.