29 out 2011

Tupi x Anapolina: uma das principais partidas da história do Carijó



Juiz de Fora, 28 de outubro de 2011

Neste domingo, às 17h, no Estádio Jonas Duarte, em Anápolis, o Tupi poderá escrever uma das páginas mais importantes de sua quase centenária história. A partida contra a Anapolina definirá se o time de Santa Terezinha conseguirá ou não o acesso para a Série C do Brasileirão. No primeiro duelo, realizado na quarta-feira, 26, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, o Alvinegro venceu por 4 a 1. Com isso, o Galo poderá perder por até dois gols de diferença que garantirá a ascensão à terceira divisão do futebol brasileiro. Caso a Rubra devolva o placar, a vaga será decidida nos pênaltis.

Apesar da boa vantagem estabelecida em Juiz de Fora, o técnico Ricardo Drubscky não pretende mudar o estilo de jogo do Tupi: “Temos a nossa maneira de jogar e é a partir dela que desenvolveremos o nosso trabalho”.

No último treinamento antes do embarque, o treinador comandou atividade a fim de valorizar a posse de bola da equipe. No meio do treino tático, o zagueiro Silvio deixou o campo com a mão na coxa. Mas, o “xerifão” garante que estará em campo e em boas condições. “Deixei o campo só por precaução. É uma dorzinha na parte posterior da coxa que vem incomodando. Preferi sair para fazer um trabalho específico e não arriscar ficar de fora de um jogo tão importante para o Tupi. É só um incômodo e vou para o jogo sim”, garantiu Silvio.

Se o Tupi não levar gols, volta com a classificação para Juiz de Fora. Por isso, o setor defensivo ganha ainda mais importância. “Procurei conversar com o Wesley Ladeira, o Marcel e outros jogadores que ficam responsáveis pela marcação para que a gente possa dar o nosso melhor e não sofrer gols. Vamos entrar bastante focados para conseguir o nosso objetivo”, relatou Silvio.

Quem também afirma que está pronto para o jogo é o atacante Allan, que provavelmente será o companheiro de Ademílson no ataque. O baixinho teve atuação discreta no primeiro jogo, atribuída a uma amidalite desenvolvida nos dias que antecederam a partida. “A gente veio de uma semana forte. Estou bem melhor, 100%. Vou me doar ao máximo porque sei do meu potencial e sei que posso ajudar o Tupi”, disse.

O time que vai entrar em campo no domingo deve ser muito semelhante ao que iniciou a partida de quarta-feira. Mas uma mudança já está certa: o lateral direito Felipe Cordeiro sofreu um contratura muscular e nem mesmo viajou. Marquinho e Henrique disputam a vaga.

Delegação chega a Goiânia

A delegação carijó chegou a Goiânia no início da madrugada de sábado. O grupo permanecerá concentrado no hotel da capital de Goiás até o início da tarde deste domingo, quando seguirá para Anápolis. Neste sábado de sol forte, jogadores e comissão técnica participaram de um animado treino recreativo nas dependências do hotel.

Anapolina acredita na virada. Equipe está praticamente definida

O técnico Nivaldo Lancuna comandou na tarde de sexta-feira, o treino coletivo apronto visando a partida de domingo contra o Tupi. De acordo com matéria publicada no site www.futebolgoiano.com.br, o zagueiro André Luiz, que desfalcou o time no jogo em Juiz de Fora, fez apenas treino físico e não joga a partida de domingo.

Por outro lado, o meia Cleiton, autor de dois gols na goleada contra o Tocantinópolis, está liberado para jogar, assim como zagueiro Celso, que também se recuperou e está relacionado para o jogo.

Nivaldo Lancuna armará a Xata de forma diferente da vista em Juiz de Fora. Deixará o sistema com três zagueiros e colocará três homens no ataque, optando assim pelo sistema de jogo 4-3-3.

Para poder contar com maior apoio da torcida, a diretoria da Anapolina baixou os preços dos ingressos. A arquibancada está custando R$ 5 e a cadeira R$ 15.

Ficha técnica

Motivo: Segunda partida das quartas de final da Série D do Brasileirão
Local: Estádio Jonas Duarte, em Anápolis.
Horário: 17h.

Anapolina: Edinho; Flávio, Celso, Duda e Jadilson; Émerson Cris, Jacó e Cleiton; Valdanes, Potita e Nonato. Técnico: Nivaldo Lancuna.

Tupi: Rodrigo; Marquinho (Henrique), Silvio, Wesley Ladeira e Augusto; Assis, Marcel, Luciano Ratinho e Vitinho; Allan e Ademílson. Técnico: Ricardo Drubscky.

Árbitro: Heber Roberto Lopes
Auxiliares: Marrubson Melo Freitas e Luciano Benevides Sousa.

Texto: Thiago Stephan, com informações do site www.futebolgoiano.com.br
Foto: Assessoria do Tupi


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 nov 2017
Basquete dos Intercolegiais: conheça todos os atletas campeões e veja as avaliações dos professores

22 nov 2017
JF Vôlei receita “foco e determinação” para buscar reação contra dois adversários diretos na pontuação

20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.