29 out 2011

Inspirado, Neymar marca quatro vezes e ainda tem gol anulado



Enfrentar qualquer equipe que conta com um craque não é tarefa fácil para nenhum adversário. E quando esse craque está em um dia inspirado, fica ainda mais difícil superá-lo. Neste sábado (29), Neymar certamente cravou seu nome em mais um jogo na história no Clube. O craque fez quatro, dois de pênalti (o primeiro sofrido por ele) e dois exibindo toda sua categoria, e ainda teve um anulado em lance polêmico (ver mais abaixo). O resultado é que o Santos FC goleou o Atlético-PR por4 a1 para um público de mais de 18 mil no Pacaembu, pela 32ª rodada do Brasileirão.

Com o feito, Neymar chegou aos 78 gols pelo Santos FC e agora ocupa o sexto lugar isolado do ranking de artilheiros do Clube após a Era Pelé (Leia matéria). (Clique e veja a lista completa)

O Peixe agora chegou aos 45 pontos na tabela de classificação do Brasileiro e consolidou posição “confortável”. Agora, a equipe volta a campo no domingo da próxima semana – 06/11, às 17 horas, contra o Vasco.

 Jogo

 Ainda sem Borges, Léo e PH Ganso, o time santista entrou em campo com: Rafael, Danilo, Edu Dracena, Bruno Rodrigo e Durval; Adriano, Henrique e Arouca; Neymar, Alan Kardec e Renteria. O comando do time ficou por conta de Tata, já que Muricy ainda segue em recuperação.

Logo no primeiro lance da partida, após troca de passes do ataque santista, Alan Kardec finalizou. Renan Rocha espalmou e Neymar tentou alcançar o rebote, mas foi derrubado por Cléber Santana. Aos dois minutos, o próprio Neymar bateu. O chute foi rasteiro, no canto esquerdo do goleiro. A bola ainda acertou a trave antes de entrar.

A resposta atleticana veio no minuto seguinte. Cléber Santana chutou de fora da área e Rafael fez bela defesa, espalmando para escanteio.

Dominando as ações da partida, o Peixe voltou a balançar as redes aos 24 minutos, mas o gol foi anulado. Danilo cruzou da direita, Renteria cabeceou e Neymar aproveitou o rebote para fazer. Porém, o árbitro marcou impedimento do colombiano no momento do cruzamento.

De novo, com Neymar, o Peixe quase fez mais um aos 39. O Menino da Vila arriscou de fora da área e acertou a rede pelo lado de fora. No minuto seguinte, foi a vez de Danilo arriscar de longa distância. A bola passou com perigo pela meta atleticana.

Polêmica

Aos 42 o jogo teve lance polêmico. Danilo lançou cruzado da direita, Alan Kardec saiu do lance para evitar impedimento, Neymar passou por trás da zaga, dominou e bateu para fazer2 a0. O árbitro anotou o gol e o bandeira não assinalou posição irregular. Porém, após reclamação dos paranaenses, o árbitro anulou o gol depois de conversa com o assistente.

Atlético-PR empata, mas Neymar desequilibra

Na volta para a segunda etapa, o Atlético-PR veio em busca do empate. Aos cinco, Paulo Baier cobrou falta e Rafael espalmou colocando para escanteio. Na cobrança, Paulo Baier bateu e Guerrón  desviou de cabeça para deixar tudo igual aos seis minutos da segunda etapa.

Mas o empate fez o Peixe crescer na partida. Aos sete, Renteria ficou com a sobra na área e bateu, mas o goleiro conseguiu encaixar. Na sequência, o Santos FC recuperou a posse da bola. O próprio Renteria cruzou e Edu Dracena foi deslocado por Cléber Santana antes do cabeceio. Pênalti! Neymar cobrou aos nove e, com uma batida colocada no canto esquerdo do goleiro, colocou o time santista em vantagem no placar.

Dois minutos depois, Neymar recebeu lançamento de Renteria, disputou com Manoel, dominou e finalizou na saída de Renan para fazer3 a1.

Com a vantagem, o Peixe assumiu de vez o comando da partida e quase fez o quarto aos 17. Danilo arriscou de longa distância e a bola passou tirando tinta do travessão atleticano.

Em cima do Atlético-PRe em noite inspirada de Neymar, o craque fez o quarto aos 24. O Menino recebeu na intermediária, passou pelo marcador, cortou para o meio da área e bateu sem chances para o goleiro Renan Rocha.

O quinto quase saiu aos 28. Renteria recebeu na entrada da área, fez o giro e finalizou. A bola passou raspando a trave esquerda de Renan Rocha.

Aos 35, Rafael mostrou que um grande goleiro também conta com os deuses do futebol. Guerrón finalizou cruzado, o arqueiro espalmou e Nieto cabeceou no rebote. A bola acertou a trave e voltou nas mãos da Muralha da Vila, que encaixou e beijou a trave.

Aos 47, o Atlético-PR voltou a acertar a trave em cobrança de falta de Paulo Baier. Mas, no fim, o placar ficou em4 a1 para o Peixe.

Texto: site oficial do Santos.


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

16 nov 2017
Saiu a tabela! Tupi encara Cruzeiro e América fora de casa logo no início do Campeonato Mineiro

16 nov 2017
Intercolegiais: professor Tidinho comemora brilho do Jesuítas no vôlei. Veja fotos e nomes de todos campeões

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.