29 out 2011

Botafogo vence a cola nos líderes do Brasileirão



Foi tenso e dramático, emocionante até o fim. O mais importante foi que a vitória veio. Com gol de Loco Abreu, o Botafogo derrotou o Cruzeiro por 1 a0 neste sábado, no Stadium Rio, e chegou a 55 pontos no Campeonato Brasileiro, provando que brigará pelo título até o fim. 

O Stadium Rio mais uma vez fez diferença. Com o apoio de 15 mil alvinegros, o time venceu pela 12ª no estádio, no qual também tem quatro empates e não perdeu. O próximo adversário é também em casa, o Figueirense, sábado.

Como já é costume em casa, o Botafogo tomou a iniciativa do jogo e dominou. Logo no primeiro lance, Elkeson foi ao fundo pela esquerda e cruzou para Herrera quase marcar. A zaga desviou para escanteio. 

Com mais tempo de posse de bola, o time alvinegro insistia pela direita, com Alessandro e Herrera, faltava o passe final ou a conclusão. Nos cruzamentos, a defesa cruzeirense afastava a maioria.

A tensão da partida, na reta final, fazia os dois times se estudarem, tentando não dar espaços. O Cruzeiro ameaçava apenas com cruzamentos na área ou chutes de longe de Montillo, sem sucesso.

Com a bola no chão, o Botafogo era melhor, mas não produzia tantas chances como de está acostumado. Aos 20, Renato entrou na área driblandou e bateu por cima. Pouco depois, o árbitro Wilton Pereira Sampaio (DF) apareceu de forma negativa, ignorando faltas claras em Elkeson e Maicosuel na meia-lua.

Acionado até então apenas nos cruzamentos, Jefferson foi bem aos 30 ao sair nos pés de Anselmo Ramon para evitar a conclusão. Do outro lado, o Botafogo esteve bem mais perto do gol. Herrera teve duas chances claras, mas bateu uma por cima e na outra mandou na rede pelo lado de fora, ambas em passes de Elkeson. Já Maicosuel cobrou falta tirando tinta da trave, aos 41.

Antes do fim do primeiro tempo, um lance polêmico. Diego Renan deu um chutão para trás, a bola ia entrando e Fábio agarrou com as mãos quase em cima da linha. O árbitro ignorou o recuo, provocando protestos das arquibancadas. Para aumentar o erro, ainda expulsou o técnico Caio Júnior e até o médico Luiz Fernando Medeiros.

No segundo tempo, com a partida ainda mais tensa, o árbitrou voltou a provocar protestos ao ignorar faltas a favor do Botafogo, não dar cartão em jogadas que o Cruzeiro matou o contra-ataque e ao aplicar apenas amarelo quando Farías atingiu Renato com o cotovelo. 

Entretanto, o Botafogo sabia que teria de superar todas as adversidades. Já com Léo no lugar de Lucas Zen, machucado, e caio na vaga de Herrera, o time teve o apoio da torcida e foi em busca do seu gol. E ele finalmente veio aos 9, quando Elkeson cruzou e Loco Abreu subiu bonito para abrir o placar. Gol do Fogão!

A vantagem esteve perto de ficar maior em dois chutes de fora da área. O de Elkeson passou rente à trave e o de Caio desviou e obrigou Fábio a se esticar para jogar para escanteio, aos 14.

Começou, então, uma pressão do Cruzeiro que trouxe dramaticidade à partida. O Botafogo estava bem postado defensivamente e pouco deixava o adversário criar, mas não encaixava o contra-ataque. Na melhor chance, Loco Abreu ganhou de dois zagueiros, driblou o goleiro e só não fez o gol porque a zaga evitou em cima da linha, aos 38. Já Caio entrou livre, na cara do gol, e bateu para fora. Não fez falta. A grande e importante vitória já estava garantida!

BOTAFOGO: Jefferson, Alessandro, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Cortês; Lucas Zen (Léo), Renato, Maicosuel e Elkeson (Everton); Herrera (Caio) e Loco Abreu. Técnico: Caio Júnior.

Texto: site oficial do Botafogo


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

16 nov 2017
Saiu a tabela! Tupi encara Cruzeiro e América fora de casa logo no início do Campeonato Mineiro

16 nov 2017
Intercolegiais: professor Tidinho comemora brilho do Jesuítas no vôlei. Veja fotos e nomes de todos campeões

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.