13 maio 2011

Golaço de Elton coloca o Vasco na semifinal da Copa do Brasil



Juiz de Fora (MG), 13 de maio de 2011

Com boas doses de emoção, como de costume, pelo regulamento da Copa do Brasil, o Vasco garantiu sua vaga às semifinais da competição, ao empatar em 1 a 1 com o Atlético Paranaense, na noite desta quinta-feira, 12, em um São Januário quase lotado – só a parte reservada aos torcedores do visitante não encheu. Foi anunciado público de 17.478 pagantes e mais de 20 mil presentes.

Os “bancários” Nieto, aos 28, e Elton, aos 34 minutos, ambos no segundo tempo, marcaram os gols. Como no primeiro jogo, na Arena da Baixada, houve empate em 2 a 2, o time carioca ficou apenas por seis minutos eliminado do torneio.

O adversário na semifinal será o Avaí, que vinha de derrota fora de casa por 1 a 0 para o São Paulo mas devolveu com juros e correção monetária (antiga essa, hein?): 3 a 1, no Estádio da Ressacada.

Tabela confirmada

A CBF já definiu as datas e os horários dos jogos das semifinais da Copa do Brasil. Os primeiros jogos estão marcados para a próxima quarta-feira, 18, às 21h50, e os jogos de volta ocorrem no dia 25, no mesmo horário.

Como a ordem das partidas já havia sido divulgada na quinta-feira, os confrontos ficaram assim: Ceará e Coritiba se enfrentam no dia 18, no Presidente Vargas, e dia 25, no Couto Pereira. Já o duelo entre Vasco e Avaí começa na quarta-feira, em São Januário, e será decidido na outra semana, na Ressacada.

Vascão na cabeça

O primeiro tempo de São Januário não teve muitas chances de gol. Paulo Baier, numa sequência de faltas e escanteios, testou Fernando Prass. Pouco depois, foi a vez do meia vascaíno Bernardo fazer o mesmo, exigindo reflexos de Renan Rocha, goleiro atleticano. Além desse duelo, destaque para uma oportunidade do equatoriano Guerrón, que chegou a driblar Prass e chutou para fora, torto, e duas bolas na trave de Renan, uma num cruzamento sobre a área desviado pelo ataque vascaíno e outra, em chute de Bernardo.

No segundo tempo, o jogo de xadrez continuava com os treinadores Ricardo Gomes e Adilson Batista atentos. Éder Luís passou a atuar na extrema direita, lembrando o “ponta ponta” dos bons tempos de antigamente. E fez grandes jogadas por ali. Numa delas, foi à linha de fundo, deu a Felipe, que só rolou para Bernardo, da linha da pequena área, isolar por cima.

O Atlético tentava pressionar, mas não chegava a ameaçar muito o Vasco. Até que os treinadores, aos 23, decidiram trocar as peças e nas mudanças o panorama do jogo se alterou. Adulson Batista lançou Nieto na vaga de Guerrón e Ricardo Gomes colocou Elton no lugar de Diego Souza.

Aos 28, bola rasteira enfiada na área encontrou Nieto livre, sem impedimento. Ele tocou na saída de Prass: 1 a 0, ali o Atlético se classificava. Depois de Bernardo exigir mais uma grande defesa de Renan, o empate e a vaga cruzmaltina vieram aos 34: Felipe, que instantes atrás parecia descontrolado com a desvantagem no placar, rolou para Fágner, que também veio do banco, para substituir Alan. Fágner, da intermediária, lançou na área e Elton subiu com muito estilo para testar no ângulo superior esquerdo: golaço, 1 a 1 e a festa vascaína foi completa.

O detalhe, nos bastidores, é que Elton vinha de um período turbulento no clube. Punido por faltar ou se atrasar aos treinos, não foi escolhido para o ataque, mesmo com a suspensão de Alecssandro. A má atuação de Diego Souza na função, porém, fez com que o destino – e Ricardo Gomes – lhe dessem nova chance. Se o Vasco for campeão da Copa do Brasil, certamente o torcedor será eternamente grato ao atacante pelo gol do “empate-vitória”.

São Paulo fora

Desacostumado a disputar a Copa do Brasil – foi sua volta à competição depois de 2033 – por estar todos estes anos na Taça Libertadores, o São Paulo saiu de forma estranha. Depois de vencer em casa, por 1 a 0, o time de Paulo César Caregiani conseguiu sair na frente no jogo desta quinta, mas além de sofrer a virada, viu a diferença no saldo de gols favorecer o Avaí – 3 a 1 no jogo e 3 a 2 na soma dos placares.

Com Lucas de volta á equipe, depois de contusão, o São Paulo marcou 1 a 0 com Casemiro, aos 15, de cabeça, após cobrança de falta da direita. Um minuto depois, porém, Estrada cruzou da esquerda e William testou no canto direito de Rogério Ceni, que nem esboçou defesa. Aos 30, novo cruzamento da esquerda, Ceni aliviou parcialmente mas Bruno, também de cabeça, fez 2 a 1.

O Avaí nem pressionava tanto, mas cada bola lançada sobre a área adversária era motivo de pânico para os torcedores do São Paulo. E aos 30 segundos do segundo tempo, mais uma bola na área, desta vez da direita, e o veterano meia Marquinho, que estava no Santos no ano passado, e voltou ao clube este ano, dominou, girou e bateu à esquerda de Rogério: Avaí 3 a 1, placar final.

Após o jogo, o meia Rivaldo, pentacampeão do mundo pela seleção brasileira, disse que se sentiu humilhado por ter ficado na reserva e não ter sido aproveitado sequer por alguns minutos.

Veja os principais trechos da entrevista de Rivaldo:

“Nunca fui tão humilhado. Aos 39, não precisava passar por isso. Fui duas vezes para o aquecimento na esperança de entrar e ele não me colocou. Mereço respeito”.

“Nunca vi na minha carreira um time perder uma chance dessas de ser campeão. O jogo estava nas nossas mãos. Eu poderia ter entrado e acalmado os companheiros, mas não tive a oportunidade.”

“Vou continuar (no São Paulo) até dezembro. Tenho contrato e vou cumprir. Não vou sair porque a torcida gosta de mim. Esses aplausos me fazem querer continuar. Estou bem feliz no São Paulo. Só não estou feliz por não jogar”

Carpegiani fora

  O São Paulo confirmou, na tarde desta sexta-feira, 13, que Paulo César Carpegiani será afastado do clube. Os nomes cogitados para substituti-lo são Dorival Jr., Cuca e Ney Franco.

Texto: Ivan Elias, com informações do SporTV, entrevista do Rivaldo ao globoesporte.com

Foto: Site do Vasco


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


13 dez 2017
Confira o ranking atualizado da Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador

11 dez 2017
Copa Zico Verão Juiz de Fora: resultados e galeria de fotos

09 dez 2017
Copa Zico Verão Juiz de Fora é atração no Centro de Futebol Zico. Com novidades extra-campo!

07 dez 2017
JF Vôlei encara Canoas fora de casa em busca de mais pontos na Superliga

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.