23 abr 2011

Tupi de 2011 foi mais forte fora de casa



Juiz de Fora (MG), 21 de abril de 2011

A vitória no Vale do Aço que rebaixou o Ipatinga confirmou o que muita gente já sabia: em 2011, o Tupi foi mais forte jogando fora de casa do que em Juiz de Fora. O Carijó fez 11 partidas no Mineiro: quatro vitórias, quatro empates e três derrotas. No Estádio Municipal Radialista Mário Helênio foram seis jogos.

O Carijó venceu apenas uma vez jogando nos seus domínios, perdeu duas partidas e empatou outras três: aproveitamento de 33,33%. Fora de casa o desempenho foi bem melhor: em cinco jogos, três vitórias e duas derrotas, rendimento de 60%. O aproveitamento em todo campeonato foi de 45,45%. A média de público em Juiz de Fora foi de 1.984 pagantes.

Ao longo da campanha, o Tupi marcou 15 gols, levando a mesma quantidade. O artilheiro do Alvinegro no Estadual foi o camisa 10 Michel Cury, que anotou cinco gols. O atacante Yan foi o vice-artilheiro, com três tentos. Paulo Roberto marcou duas vezes. Ramon, Michel, Rafael Paty e Felipe Cordeiro também marcaram.

Os resultados que “derrubaram” as chances de classificação do Tupi às semifinais e a uma vaga na Série D foram as derrotas para a Caldense, em casa, por 2 a 1, e para o Funorte por 1 a 0, fora de casa, única vitória da equipe de Montes Claros na competição.

O Tupi terminou em sexto lugar no Campeonato Mineiro. Como consolo para a torcida, além de ter provocado o rebaixamento do rival Ipatinga, garantiu permanência na primeira divisão do estado em 2012, ano do centenário do clube.

 

Texto: Thiago Stephan


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


19 fev 2018
JF Vôlei tem semana de desafios seguidos em busca da reação na Superliga

17 fev 2018
Baeta perde na estreia do Módulo 2

17 fev 2018
Tupynambás estreia no Módulo 2 fora de casa

16 fev 2018
Com Leão ainda treinador interino, Tupi visita URT

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse