27 abr 2011

Jogos do Flamengo em Juiz de Fora dependem do aval de Luxemburgo



Juiz de Fora (MG), 27 de abril de 2011

A decisão se o Flamengo vai mandar jogos do Campeonato Brasileiro no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio só deve acontecer após o término do Campeonato Carioca. É o que acredita o secretário de Esporte e Lazer, Renato Miranda. Se a possibilidade se confirmar, ele estima que será necessário o investimento de até R$ 500 mil para adequar o maior palco da Zona da Mata, o que vai possibilitar que a capacidade do estádio ultrapasse o máximo de 10 mil torcedores de hoje em dia.

Na manhã desta quarta-feira, 27, Miranda conversou com a equipe do Toque de Bola sobre o assunto, quando explicou que os jogos do Rubro-Negro na cidade dependem do aval do técnico Vanderlei Luxemburgo e do gerente de futebol do Flamengo, Isaías Tinoco. “Nós tivemos conversas via telefone com o Isaías Tinoco e o Vanderlei Luxemburgo. O Isaías conhece o estádio, o Vanderlei não. Em razão da Copa do Brasil e do Campeonato Carioca, a visita dos dois a Juiz de Fora, que estava agendada para a semana passada, foi adiada e não tem previsão para ser feita. Mas, pelo que conversei com o Isaías, acho que essa situação só será definida ao final do Campeonato Carioca”, expôs Miranda.

Segundo o secretário, o sim do Flamengo depende muito da avaliação que será feita do gramado do Helenão. Se eles gostarem, o estádio precisará passar por adequações. “O primeiro passo é o Isaías e o Vanderlei gostarem do gramado. Alguns jogadores do Flamengo já informaram a eles que o campo é bom. Em seguida, teremos o segundo passo, que é fazer as adequações previstas no Estatuto do Torcedor, o que vai permitir o aumento na capacidade. Para isso, será necessária a instalação de catracas eletrônicas, câmeras e sala de controle das câmeras. Depois, teremos que reformar os vestiários e ampliar as instalações para a imprensa”, comentou, acrescentando que a capacidade máxima do estádio definida pela Federação Mineira de Futebol é de 34.500 torcedores.

Miranda acrescentou ainda que o custo para a realização dessas intervenções no Municipal deverá atingir montante entre R$ 400 mil e R$ 500 mil. Segundo ele, esses recursos poderão ser negociados com o Flamengo. A Prefeitura também estaria disposta a realizar os trabalhos, mas vai esperar o posicionamento do clube carioca para começar a se mobilizar.

Texto: Thiago Stephan


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


19 fev 2018
JF Vôlei tem semana de desafios seguidos em busca da reação na Superliga

17 fev 2018
Baeta perde na estreia do Módulo 2

17 fev 2018
Tupynambás estreia no Módulo 2 fora de casa

16 fev 2018
Com Leão ainda treinador interino, Tupi visita URT

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse