14 abr 2011

Gustavo Borges: “Espero que o Brasil não passe vergonha”



Juiz de Fora (MG), 14 de abril de 2011

Em rápida entrevista ao blog, o quatro vezes medalhista olímpico e quatro vezes recordista mundial Gustavo Borges, um dos maiores ídolos da natação e do esporte brasileiro, mostrou preocupação com possíveis atrasos nas obras relativas à Copa do Mundo de 2014: “Espero que o Brasil não passe vergonha”, afirmou.

Gustavo Borges ao lado das responsáveis pela Academia Mergulho, Renata Verônica Pereira e Tatiana Santana

Gustavo Borges chegou no início da noite à Academia Mergulho, na Rua Batista de Oliveira, centro de Juiz de Fora, para conferir de perto a metodologia de trabalho que leva o seu nome. Solícito, simpático e paciente, pediu desculpas pelo atraso – “gostaria de chegar mais cedo, mas tive problemas no voo em São Paulo” e em rápidas palavras, falou sobre o significado da natação em sua vida e na vida de dezenas de alunos e familiares que ali estavam.

 “É muito importante o que a natação trouxe para mim e está trazendo para vocês, numa análise mais ampla. É claro que tem o primeiro lugar, a medalha, a medalha é palpável, mas a emoção quando você toca a medalha não tem como mensurar, então é muito mais que o resultado”.

Diante de um batalhão de máquinas fotográficas e celulares, Gustavo brincou, dizendo que não iria nadar porque estava cansado de viagem, e só mudaria de ideia caso houvesse um incentivo muito grande, e caso as crianças também entrassem na piscina. Foi a senha que faltava. A garotada, sorridente, bateu palmas e “motivou” o ídolo a entrar na água.

Pouco depois de colocar a sunga, Gustavo conversou com o blog rapidamente, ainda muito solícito. Sobre os eventos que o Brasil vai sediar, Copa do Mundo de Futebol em 2014 e Olimpíadas em 2016, afirmou: “Como cidadão, torço para que saia tudo bem, há muita coisa a ser feita, estrutural, espero que o Brasil não passe vergonha, a Copa principalmente já está em cima, acho que está na hora de acelerar”.

Solicitado a arriscar uma projeção da natação brasileira para as Olimpíadas no País, em 2016, acredita que ainda é cedo. “Vamos acompanhar os resultados das categorias de base para saber”. Já quanto às perspectivas da natação nacional já para os Jogos Olímpicos de 2012, faz muitos elogios a Cesar Cielo e Thiago Pereira, entre outros.

O “efeito Cesar Cielo”, ícone da modalidade para a nova geração de atletas brasileiros, é visto com ótimos olhos por Borges: “A figura do ídolo sempre é importante, ajuda muito a modalidade quando se tem um ídolo, pode sim gerar bastante coisa positiva”. E pronto. Tome Gustavo Borges e seus 2,03m na piscina da Mergulho, para uma noite inesquecível aos pequenos e às pequenas nadadoras, que não tiravam o brilho do olhar, seguindo cada passo do atleta.

Gustavo Borges

NOME: Gustavo Borges

DATA DE NASCIMENTO: 02/12/72 – Ribeirão Preto / SP / Brasil

ESCOLARIDADE: Nível superior – Formado em Economia pela Universidade de Michigan – Ann Arbor – MI – USA.

CLUBES QUE REPRESENTOU: A. A. Ituveravense, A. A. Francana, São Carlos Clube, C.R. Vasco da Gama, E.C. Pinheiros.

ESCOLAS QUE REPRESENTOU: Bolles School, FL, USA e Universidade de Michigan, MI,USA.

TÉCNICOS A PARTIR DOS 15 ANOS: Maurício Frajacomo, Alberto Klar, Greg Troy, Jon Urbanchek e Alberto Silva

PROFISSÃO – Empresário

CARGO : Vice-Chariman do Comitê de Atletas da Federação Internacional de Natação Amadora – FINA – de 2009 a 2013

TÍTULOS – Medalhista Olímpico de natação – 04 vezes. Recordista brasileiro em medalhas Pan-Americanas – 19 vezes. Recordista brasileiro em medalhas da Copa do Mundo – 31 vezes. Recordista Mundial de natação – 04 vezes .

PRINCIPAIS PROJETOS REALIZADOS: Troféu Gustavo Borges de Natação – 11 Edições de 1999 a 2009; Projeto Social “Nadando com Gustavo Borges” – 07 anos de atividades de 2000 A 2007; Metodologia Gustavo Borges de Natação” Lançamento e capacitação para mais de 150 escolas /academias de Natação do Brasil, até 2010.

AUTOR: do DVD “Nadando com Gustavo Borges ”Técnicas do nado Crawl” e dos livros “Lições da Água” e para bebês, Tchibum!

Altura: 2,03 m

Peso: 98 Kg

Nasceu em Ribeirão Preto no dia 02 de dezembro de 1972. Um dia após seu nascimento, chegou a Ituverava, cidade onde cresceu e estudou até os 15 anos de idade. Seu nome completo é Gustavo França Borges. Mora no Brasil, na cidade de São Paulo. Estudou em Ituverava, São Carlos e São Paulo. Posteriormente, o último ano da Hight School na Bolles School em Jacksonville, Flórida, USA, e a Universidade de Michigan, em Ann Arbor, onde morou por cinco anos. Paralelamente aos estudos em escolas regulares, praticou sempre um esporte e esteve constantemente dividido entre a escola e a prática esportiva. Começou a nadar por volta dos 10 anos, na Associação Atlética Ituveravense, em 1982. Sempre gostou de vários esportes. Jogou um pouco de futebol, tênis, basquete, fez hipismo e natação. Na cidade onde morava, Ituverava, o esporte mais organizado e com técnico, na época, era a natação, esporte que se tornou o seu preferido. A escalada de vitórias de Gustavo Borges, com façanhas registradas por jornais e revistas de todo mundo, iniciou-se em 1991, nos jogos Pan-americanos , em Cuba. Principais títulos: – Quatro vezes medalhista Olímpico – Medalha de prata nos 100m livre nos Jogos Olímpicos de Barcelona / 1992.Medalha de prata nos 200m livre e de bronze nos 100m livre nos Jogos Olímpicos de Atlanta / 1996. Medalha de bronze nos 4x100m livre nos Jogos Olímpicos de Sydney / 2000. – Três vezes recordista mundial em 1993 e novamente recordista mundial no revezamento 4x100m livre em dezembro de 1998, no Rio de Janeiro; – Maior medalhista brasileiro em Jogos Pan-Americanos: 19 medalhas nas edições de Havana/1991, Mar Del Plata/1995, Winnipeg/1999 e Santo Domingo/2003. – Trinta e uma vezes medalhista em Copas do Mundo. Despediu-se das competições nas Olimpíadas de Atenas, em 2004, nadando o revezamento 4x100m livre. Pelos seus feitos, foi capa de inúmeras revistas do Brasil e do exterior, tem suas marcas registradas nos livros de recordes, guarda com muito cuidado as suas medalhas, comendas, títulos, troféus e todas as manifestações de carinho que tem recebido das pessoas, ao longo desses anos de sucesso na natação brasileira. Brasileiro, com muito orgulho, está entre os esportistas do século, em pesquisa divulgada pela Revista Isto É, no ano de 1999 além de ter sido selecionado entre os 10 desportistas Latino americanos mais destacados de 1999 pela Agência Informativa Latino americana S.A. Escolhido pela FINA como um dos 12 atletas que fizeram parte do seu Comitê, no período de 2000 a 2005. Em julho de 2005, assumiu o cargo de Secretário-Geral do Comitê de Atletas da Federação Internacional de Natação Amadora (FINA),até 2008. Foi o único latino-americano a integrar o órgão, responsável por representar os atletas junto à direção dessa entidade até 2009. Designado pelo Comitê Olímpico Brasileiro ( COB) para integrar a Comissão de desportistas e ex atletas, com a missão de integrar o Comitê organizador dos XV Jogos Pan-americanos, Rio 2007, participou desses Jogos Pan-americanos como comentarista esportivo da natação, pela Rede Globo de televisão. Nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, como comentarista da Globo, participou de todas as emoções das competições de natação, no Cubo D´Água, palco de dois acontecimentos espetaculares para Gustavo Borges: a conquista da primeira medalha de ouro da natação brasileira e a vitória de Michael Phelps, conquistando 08 medalhas de ouro numa única olimpíada, fato inédito na natação mundial. Atualmente faz parte da Comissão de Atletas do Comitê Olímpico Brasileiro e ocupa o cargo de Vice-Chariman, junto à FINA, para o período de 2009 a 2013.

Texto inicial: Ivan Elias

Fotos: Toque de Bola

Texto complementar: website oficial de Gustavo Borges


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


14 dez 2017
JF Vôlei recebe Corinthians-Guarulhos pela última rodada do turno. Veja panorama completo da Superliga

13 dez 2017
Confira o ranking atualizado da Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador

11 dez 2017
Copa Zico Verão Juiz de Fora: resultados e galeria de fotos

09 dez 2017
Copa Zico Verão Juiz de Fora é atração no Centro de Futebol Zico. Com novidades extra-campo!

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse