17 mar 2011

Tupi x Caldense ou “Pagando para jogar – Parte 4”



Juiz de Fora (MG), 17 de março de 2011

Depois de ter lucrado na partida diante do Cruzeiro, o Tupi voltou a pagar para ter que jogar em casa. No último domingo, 13, o clube teve que desembolsar R$ 1.249,06 para pagar a Federação Mineira de Futebol (FMF).
Na oportunidade, foram vendidas 436 entradas inteiras (R$ 12), que somadas totalizaram arrecadação de R$ 5.232. Outras 1.075 pessoas pagaram meia entrada (R$ 6), que somadas contribuíram com R$ 6.450. Houve ainda a venda de 350 ingressos a R$ 1 – bilhetes enviados pela Federação Mineira de Futebol para serem repassados a empresas patrocinadoras -, totalizando R$ 350. Ao todo, os 1.861 pagantes geraram receita bruta de R$ 12.032. Mas, a despesa junto a FMF foi de R$ 13.281,05. Se somadas todas as cinco partidas que o Tupi fez em casa na atual competição, o clube lucrou R$ 16.831,16.

Despesas pesadas

Os custos de uma partida do Módulo I do Campeonato Mineiro não são poucas. Nos borderôs publicados pela FMF, as despesas aparecem divididas em três partes. Na primeira, chamada de B1, o Tupi pagou na última partida R$ 2 mil de remuneração para o quadro móvel da FMF e mais R$ 400 que correspondem à taxa de 20% sobre a remuneração do quadro móvel para o pagamento do INSS, totalizando R$ 2.400.

Na B2, consta o pagamento de 8,5% da renda do jogo à FMF, o que corresponde a R$ 1.022,72. À Liga de Futebol de Juiz de Fora foi pago 1,5% da arrecadação – R$ 180,48, e ainda R$ 297,76 do Seguro Torcedor. As três taxas da B2 totalizam R$ 1.500,96.

Na B3, a despesa é maior. Foram recolhidos 5% sobre a receita bruta: R$ 601,60. As despesas para a confecção dos talões de ingressos (70) somaram R$ 332,50. Com a taxa de participação do Campeonato Mineiro, que inclui as despesas com os profissionais da arbitragem e a taxa para a realização dos exames antidoping, o Tupi desembolsou R$ 7.346 e, com diárias e transporte das autoridades, mais R$ 1.100. Ao todo, a B3 atingiu a cifra de R$ 9.380,10.

O somatório das três parcelas (B1 + B2 + B3) totalizou R$ 13.281,06, dinheiro que, ao ser descontado a receita bruta, fez com que a arrecadação fosse negativa em R$ 1.249,06.

Texto: Thiago Stephan


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


17 fev 2018
Tupynambás estreia no Módulo 2 fora de casa

16 fev 2018
Com Leão ainda treinador interino, Tupi visita URT

13 fev 2018
Brilho de Léo Santana na seleção emociona JF. Veja depoimentos exclusivos

11 fev 2018
Tupi termina a rodada em nono. Leão e jogadores destacam entrega

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse