17 mar 2011

Tupi x Caldense ou “Pagando para jogar – Parte 4”



Juiz de Fora (MG), 17 de março de 2011

Depois de ter lucrado na partida diante do Cruzeiro, o Tupi voltou a pagar para ter que jogar em casa. No último domingo, 13, o clube teve que desembolsar R$ 1.249,06 para pagar a Federação Mineira de Futebol (FMF).
Na oportunidade, foram vendidas 436 entradas inteiras (R$ 12), que somadas totalizaram arrecadação de R$ 5.232. Outras 1.075 pessoas pagaram meia entrada (R$ 6), que somadas contribuíram com R$ 6.450. Houve ainda a venda de 350 ingressos a R$ 1 – bilhetes enviados pela Federação Mineira de Futebol para serem repassados a empresas patrocinadoras -, totalizando R$ 350. Ao todo, os 1.861 pagantes geraram receita bruta de R$ 12.032. Mas, a despesa junto a FMF foi de R$ 13.281,05. Se somadas todas as cinco partidas que o Tupi fez em casa na atual competição, o clube lucrou R$ 16.831,16.

Despesas pesadas

Os custos de uma partida do Módulo I do Campeonato Mineiro não são poucas. Nos borderôs publicados pela FMF, as despesas aparecem divididas em três partes. Na primeira, chamada de B1, o Tupi pagou na última partida R$ 2 mil de remuneração para o quadro móvel da FMF e mais R$ 400 que correspondem à taxa de 20% sobre a remuneração do quadro móvel para o pagamento do INSS, totalizando R$ 2.400.

Na B2, consta o pagamento de 8,5% da renda do jogo à FMF, o que corresponde a R$ 1.022,72. À Liga de Futebol de Juiz de Fora foi pago 1,5% da arrecadação – R$ 180,48, e ainda R$ 297,76 do Seguro Torcedor. As três taxas da B2 totalizam R$ 1.500,96.

Na B3, a despesa é maior. Foram recolhidos 5% sobre a receita bruta: R$ 601,60. As despesas para a confecção dos talões de ingressos (70) somaram R$ 332,50. Com a taxa de participação do Campeonato Mineiro, que inclui as despesas com os profissionais da arbitragem e a taxa para a realização dos exames antidoping, o Tupi desembolsou R$ 7.346 e, com diárias e transporte das autoridades, mais R$ 1.100. Ao todo, a B3 atingiu a cifra de R$ 9.380,10.

O somatório das três parcelas (B1 + B2 + B3) totalizou R$ 13.281,06, dinheiro que, ao ser descontado a receita bruta, fez com que a arrecadação fosse negativa em R$ 1.249,06.

Texto: Thiago Stephan


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


23 abr 2018
Simão revela que Ademilson não disputaria Módulo 2 e garante artilheiro na Primeira

23 abr 2018
Copa Prefeitura Bahamas de Futsal: resultados do Boletim 6

21 abr 2018
Gol de Adê, 43 anos, aos 43 minutos! Baeta vence e sobe

19 abr 2018
Baeta confiante para buscar o “combo”: vitória, acesso e vaga na final

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.