13 mar 2011

Muricy deixa o Fluminense alegando falta de estrutura



Rio de Janeiro (RJ), 13 de março de 2011

Muricy Ramalho não é mais o treinador do Fluminense. Ele anunciou sua saída do clube na noite deste domingo, 13, após o clássico com o Flamengo (0 a 0) pela terceira rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. Sua demissão acontece apenas um dia depois de o vice-presidente de futebol tricolor, Alcides Antunes, ter sido dispensado.

O presidente do Fluminense, Peter Siemsen, confirmou oficialmente a saída ainda neste domingo em entrevista coletiva.

Os rumores em torno da saída de Muricy começaram a surgir no Rio de Janeiro há alguns dias, mas com muito mais força pouco antes do jogo no Engenhão. No sábado, Peter Siemsen evitou falar muito sobre o futuro do treinador, sendo sempre muito sucinto em suas respostas sobre o assunto. 

Muricy deixa o Fluminense após ter negado um convite da CBF para treinar a seleção brasileira em 2010, logo após a Copa do Mundo, e também depois de ter conquistado o título do Campeonato Brasileiro nas Laranjeiras, honra que o time tricolor não obtia havia 26 anos, desde 1984. Tudo isso fez o treinador terminar o ano passado com moral no clube, mesmo com um membro da oposição sendo eleito no pleito presidencial.

A situação mudou em apenas três meses em 2011. Primeiro, as recorrentes reclamações de Muricy sobre a demora para a construção de um novo CT passaram a ser mal vistas pela direção. Depois, os resultados negativos em campo também começaram a pesar, como os dois empates e uma derrota nos três primeiros jogos da Libertadores da América e a surpreendente eliminação para o Boavista nas semifinais da Taça Guanabara.

Nota oficial – Pouco depois do jogo com o Flamengo, Muricy soltou uma nota oficial para explicar os motivos pelos quais deixou as Laranjeiras.

Leia a nota na íntegra abaixo:

‘Tomei esta decisão há alguns dias, mas devido ao clássico de hoje, achei correto esperar o jogo. Quando cheguei ao clube foram prometidas duas condições: uma equipe para ser campeã e a melhoria na estrutura física do clube. O primeiro foi conquistado com o título do Campeonato Brasileiro de 2010, e o segundo, a melhoria na estrutura, não foi realizada. Quero muito agradecer a todos que trabalharam comigo durante esse período e dizer que meu ciclo foi encerrado no clube. Quero agradecer também a Unimed, através de seu presidente Celso Barros, parceiro em todos os momentos, pelo apoio recebido durante todo o meu trabalho, e ao Alcides Antunes, que batalhou junto. O agradecimento especial é para torcida do Fluminense pelo total apoio enquanto comandei o time. Desejo muito sorte e sucesso a diretoria, a equipe, aos funcionários e torcida.

Presidente confirma que Muricy deixou clube por falta de estrutura

O técnico Muricy Ramalho deixou o Fluminense devido à falta de estrutura, segundo o presidente do clube, Peter Siemsen. Neste domingo, o dirigente confirmou a saída do técnico e revelou que o motivo foram os constantes problemas de estrutura.

“O Muricy chegou ao Fluminense com dois objetivos. Um deles era conquistar um título, e nisso ele conseguiu 100% de sucesso. O outro era melhorar a estrutura do clube, uma coisa que ele acha que não alcançou”, disse Siemsen em entrevista coletiva após o empate sem gols no clássico com o Flamengo.

Siemsen não entrou em conflito com o agora ex-treinador do clube. O presidente concordou com as reclamações de Muricy e lamentou a saída do técnico.

“A decisão dele se refere a uma estrutura que sabemos que é antiquada. Espero que nunca mais o Fluminense se depare com uma situação como essa: você tem um técnico ótimo, um dos melhores do mundo, um time campeão, e não consegue segurar o treinador”, disse.

“O Fluminense está muito chateado. Ficamos muito tristes, tentei falar com ele. Todos estamos muito sentidos. Mas vamos superar essa perda e vamos crescer”, afirmou Peter Siemsen.

Textos: site www.espn.com.br


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 maio 2018
Tupi tem barca, saída de preparador físico e contusão em dois dias

22 maio 2018
Panathlon Club JF comemora sucesso da 6ª Feijoada do Esporte

22 maio 2018
Perrout exalta “time” CRIA-UFJF em Recife: “Todos melhoraram marcas”

21 maio 2018
Após assinar com ArcelorMittal, JF Vôlei estuda parceria diferente com Sada

+ notícias
@toquedebolajf

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.