17 fev 2011

Condé mantém base para o jogo contra o América



Condé orientou os jogadores do setor defensivo sobre o posicionamento que devem ter diante do América

Juiz de Fora (MG), 17 de fevereiro de 2011

O Tupi fez nesta quinta-feira, 17, o último treinamento no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio antes da partida contra o América, de Teófilo Otoni, sábado, pela 4ª rodada do Campeonato Mineiro. A atividade, que foi marcada por jogadas divididas, serviu para o técnico Leonardo Condé definir a equipe e trabalhar as variações táticas que poderão ser utilizadas diante do Dragão. A base da equipe está mantida, com as entradas de Michel Cury e Assis sendo as prováveis mudanças em relação ao time que iniciou a partida diante do Democrata.

Antes do coletivo, Condé conversou separadamente com os jogadores responsáveis pela parte defensiva do Carijó (foto). O setor tem preocupado o treinador, já que o Alvinegro sofreu oito gols em três partidas: média de 2,66 gols por jogo. “O Léo tem cobrado uma atuação melhor em relação aos gols tomados. Nós jogadores também temos nos cobrado nesse sentido. A média de gols está muito alta. Temos que procurar acertar. Claro que está no início da competição, mas o Campeonato Mineiro é muito curto. Temos que evitar ao máximo tomar os gols porque é um importante critério de desempate”, comentou o capitão do Tupi, o zagueiro Léo Devanir.

O coletivo foi “pegado”, com três jogadores precisando deixar o campo para fazer aplicação de gelo: o volante Felipe Santos, o atacante Cassiano e o lateral esquerdo Fabiano. Titular nas três partidas que o Tupi fez na competição, o jogador passou a ser dúvida para o duelo contra o América. “Pisei com a ponta do pé na bola, o China [Felipe Santos] chegou dividindo e acabei torcendo o pé. Vamos esperar 48 horas para ver como estará o inchaço. Mas creio eu que até amanhã estará bem melhor para que eu possa jogar no sábado”, comentou Fabiano. Caso não possa jogar, o lateral esquerdo Victor é o provável substituto.

Base mantida

Para a partida, Condé deve mandar a campo time muito parecido ao que começou o jogo contra o Democrata, no último sábado, 12. A manutenção da base da equipe é motivo agrada ao treinador. As mudanças ficam por conta da volta do meia Michel Cury, que estava suspenso, e da ausência de Claudinho Baiano, que cumpre suspensão. Assis é o mais cotado para assumir a vaga do cabeça de área. Com isso, o Galo deve enfrentar o Dragão no 4-4-2. Mas, se precisar buscar o resultado, o treinador poderá colocar em campo novamente a formação que definiu a vitória sobre a Pantera. “Trabalhamos também com três atacantes, da forma como o time terminou o jogo contra o Democrata. É uma possibilidade em caso de necessidade dentro da partida”.

Texto: Thiago Stephan


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


22 nov 2017
Basquete dos Intercolegiais: conheça todos os atletas campeões e veja as avaliações dos professores

22 nov 2017
JF Vôlei receita “foco e determinação” para buscar reação contra dois adversários diretos na pontuação

20 nov 2017
Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude

17 nov 2017
Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.