17 mar 2018

FIFA anuncia primeira Copa do Mundo com árbitro de vídeo



Árbitros de vídeo do Gre-Nal. Foto de Rodrigo Rodrigues – CBF

Após reunião realizada nesta sexta-feira, dia 16, em Bogotá, na Colômbia, o Conselho da Fifa deu seu aval para a utilização do árbitro de vídeo Copa do Mundo 2018, na Rússia.

“Vamos ter em 2018 o primeiro Mundial com VAR. Isso foi aprovado, decidido, estamos muito contentes com essa decisão”, disse Gianni Infantino, presidente da Fifa, em coletiva.

Infantino garantiu que o sistema estará pronto para o Mundial e destacou que a Fifa confia no presidente da comissão de árbitros, Pierluigi Collina, para implementar o sistema na Rússia. “Sem o VAR, um árbitro comete um erro importante a cada três partidas. Com o VAR, o árbitro comete um erro importante a cada 19 partidas São fatos. A porcentagem de acerto dos árbitros hoje é de 93% sem o VAR, o que já é excelente, e com o VAR é de 99%”, detalhou.

Após ser utilizado na Copa das Confederações, o recurso também vem aparecendo nos campeonatos europeus. Itália, Alemanha e Portugal. Servindo como ‘ambiente de testes’. França e Premier League ainda não usam, mas a Ligue One deve adotar a tecnologia na próxima temporada.

Dessa forma, o Conselho ratificou a decisão da da International Board (IFAB), que no último dia 3 aprovou de forma unânime a utilização do VAR com a filosofia de “mínima interferência e máximo benefício” e com o objetivo de reduzir as injustiças causadas por erros ou não percepção de incidentes sérios.

Ainda de acordo com o presidente da Fifa, perde-se em média um minuto para que o árbitro de vídeo corrija uma decisão, tempo que é compensado por outros aspectos positivos da tecnologia. “O que queremos é ajudar, é dar uma possibilidade a um árbitro de ter uma ajuda a mais quando tem que tomar decisões importantes. Não é possível que em 2018 todo mundo no estádio ou em casa saiba em poucos segundos se o árbitro cometeu um erro grave. Todos sabem, menos o árbitro”, argumentou.

Fifa elegerá sede da Copa de 2026 em 13 de junho

A Fifa elegerá no dia 13 de junho, em Moscou, a sede da Copa do Mundo de 2026, para a qual concorrem Marrocos e uma candidatura conjunta de Canadá, Estados Unidos e México, confirmou nesta sexta-feira o presidente da entidade, Gianni Infantino.

Segundo o dirigente, que participou da sexta sessão do Conselho da Fifa, realizada em Bogotá, nesta sexta foi aprovado o regulamento de votação da sede do primeiro Mundial com 48 seleções, e uma mesa técnica específica avaliará as duas candidaturas para verificar se cumprem os requisitos para sediar o torneio.

Infantino também disse que, logo após o Congresso, os votos da eleição estarão disponíveis para conferência no site da Fifa. Esta decisão foi anunciada quase oito anos depois da controversa escolha das últimas duas sedes, quando o então chamado Comitê Executivo da Fifa determinou que o Mundial deste ano fosse organizado pela Rússia, e o de 2022, pelo Catar.

Com o novo formato, o número de partidas da Copa passará de 64 para 80, mas o de datas de jogos será mantido em 32. Haverá 16 grupos com três seleções, das quais duas passarão para a fase seguinte.

 

Texto e informações: site ESPN Brasil


Voltar

Deixe uma resposta


Mais notícias



17 abr 2018

CBF divulga entrada de 68 milhões de euros em transferências internacionais este ano


09 abr 2018

‘Pra mim, ele toca na bola, mas a decisão é sua’”. Veja explicação de lance polêmico na final paulista


17 mar 2018

Divulgados datas e horários das 12 primeiras rodadas da Série A

Notícias


19 abr 2018

Baeta confiante para buscar o “combo”: vitória, acesso e vaga na final


19 abr 2018

Futsal: Léo Aleixo vibra com títulos e adaptação da família na Bélgica


18 abr 2018

Pelo sonho do futebol, Luiz Gustavo finca pé (e mãos) em Portugal


18 abr 2018

Série C: Tupi líder pela disciplina. Nenhuma equipe marca mais de um gol


+ notícias

Toque de Bola


O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.

Desenvolvimento




Acesse

error: Conteúdo protegido.