15 set 2017

Brasil bate Irã, que estava invicto, por 3 a 0 na Copa dos Campeões de vôlei masculino



De Osaka, no Japão, Clarissa Laurence – 15.09.2017

O Irã havia vencido a Itália e os Estados Unidos. Era o único time invicto em uma edição bastante equilibrada da Copa dos Campeões. Mas, na madrugada desta sexta-feira (15.09), a seleção brasileira masculina de vôlei pôs fim a boa sequência dos iranianos, vencendo por 3 sets a 0 (25/22, 25/19 e 25/15), em 1h23 de partida disputada no Osaka Municipal Central Gymnasium, em Osaka, no Japão. A equipe comandada pelo técnico Renan agora soma duas vitórias, sobre França e Irã, e um resultado negativo, por 3 sets a 2, para a Itália.

Nesta madrugada, dois jogadores se destacaram entre os maiores pontuadores da partida. O oposto Wallace foi quem mais marcou, com 15 acertos (12 de ataque, dois de saque e um de bloqueio), e o central Lucão, com 14 (11 de ataque e três de bloqueio).

Treinador Renan, durante a entrevista

  Renan elogia adversário

O técnico do Brasil, Renan, ficou satisfeito com o resultado de sua equipe nesta madrugada. “Foi uma vitória muito importante. Antes do jogo, estávamos bastante preocupados com a seleção do Irã, que joga um voleibol muito moderno, muito rápido e que coloca em dificuldades todos os times que joga contra, principalmente através do seu saque”, disse Renan.

O comandante da seleção brasileira seguiu elogiando o adversário. “Eles têm um sistema de bloqueio e defesa muito bom. É uma seleção muito difícil de marcar. O seu ataque joga com muita velocidade e era um adversário complicado. Além disso, é um time que não desiste nunca. Havia uma preocupação muito grande em relação a este confronto”, comentou o treinador.

Além de destacar as qualidades do Irã, Renan ainda fez questão de elogiar o seu próprio time. “Estou muito feliz porque a seleção brasileira sacou muito bem e o trabalho de bloqueio e defesa também funcionou bastante e isso é muito positivo devido às dificuldades de jogar contra uma seleção tão rápida como é a do Irã, que tem um dos melhores levantadores do mundo na atualidade”, disse Renan, se referindo a Marouf.

  Bruninho: “Nossa melhor partida”

O capitão Bruninho também saiu de quadra contente com o desempenho do Brasil. “Fizemos nossa melhor partida do campeonato hoje. Ficamos um pouco frustrados pela atuação que tivemos contra a Itália e o time teve muita maturidade de voltar e fazer o seu melhor jogo, contra uma grande equipe, que venceu as duas primeiras partidas, e que não desiste nunca”, comentou Bruninho.

O levantador da seleção brasileira também elogiou o grupo que integra. “Nosso time teve o tempo inteiro com foco no jogo e jogou muito bem em todos os fundamentos. Esse foi o grande ponto positivo dessa vitória de hoje. Esperamos que amanhã possamos melhorar ainda mais para bater os Estados Unidos, que também é um time muito forte”, concluiu Bruninho.

  Estados Unidos na madrugada brasileira

Neste sábado (16.09), a seleção brasileira enfrentará a seleção dos Estados Unidos, às 0h40 (Horário de Brasília), com transmissão ao vivo no YouTube da FIVB. Esta será a quarta partida das cinco que o Brasil tem pela Copa dos Campeões.

A seleção brasileira está no Japão com levantador Bruninho, o oposto Wallace, os centrais Lucão e Maurício Souza, os ponteiros Lucarelli e Maurício Borges e o líbero Tiago Brendle. No segundo, o levantador Raphael, o oposto Renan, os centrais Otávio e Isac, os ponteiros Douglas e Rodriguinho e o líbero Thales.

Wallace em ação

O JOGO

O Irã saiu na frente com um bom saque e o Brasil virou o jogo com Maurício Borges e Lucão. Ainda no erro do adversário, a seleção brasileira chegou a 3/1. Maurício Souza marcou 5/3. Com ponto de saque, os iranianos passaram a frente no marcador, fizeram 7/6 e ainda 8/6. No bloqueio de Lucão, o Brasil deixou tudo igual em oito pontos. No contra-ataque, Lucão fez 11/8 para o time brasileiro. A vantagem foi para quatro em 15/11. O Irã buscou e aproximou no placar (15/17). A diferença caiu para apenas um ponto favorável ao time verde e amarela (20/19) e Renan pediu tempo. Quando o adversário encostou mais uma vez em 21/22, o técnico brasileiro parou o jogo mais uma vez. Na volta, o Irã empatou (22/22). Com Wallace no saque, o Brasil chegou ao ponto do set e no erro do adversário fechou em 25/22.

O segundo set começou equilibrado, com as equipes trocando pontos (3/3). O Irã abriu três de vantagem em 7/4. Renan parou o jogo com pedido de tempo. A diferença no placar seguiu no primeiro tempo técnico: 8/5. Com Lucão bem no saque, o Brasil chegou ao ponto de empate em 9/9. Wallace pontuou no saque e a seleção brasileira assumiu o comando do marcador: 11/10. O Irã voltou a estar na frente e Maurício Borges fez 13/12. O time de Renan Dal Zotto colocou três de vantagem no segundo tempo técnico (16/13). No bloqueio de Wallace, 18/14. Lucão marcou 20/16. Com Lucarelli, o Brasil abriu cinco de vantagem: 22/17. No final, vitória brasileira por 25/19.

O Irã voltou melhor para o terceiro set e quando abriu 3/0 Renan pediu tempo. Na volta da parada, os iranianos bloquearam e chegaram a 4/0. Com mais um ponto de bloqueio, 5/0. Com Lucarelli no contra-ataque, o Brasil reduziu a desvantagem para 5/7. Lucão conseguiu ponto de bloqueio e a seleção brasileira encostou em 9/10. Com Wallace, o ponto de empate: 10/10. A equipe iraniana pediu tempo. Maurício Borges fez 14/13. E foi com ele também que o Brasil chegou a 16/14. Na volta do tempo técnico, Lucarelli marcou um ponto de saque e 17/14. No bloqueio individual de Maurício Borges, a equipe verde e amarela foi a cinco na frente (19/14). Com mais um neste fundamento, desta vez com Maurício Souza, 20/14. Mais uma vez com Souza no bloqueio, 22/14. No final, o Brasil fechou, sem grandes dificuldades, por 25/15.

Lucão anotou 14 pontos diante do Irã

EQUIPES

BRASIL – Bruno, Wallace, Maurício Souza, Lucão, Lucarelli e Maurício Borges. Líbero – Thales

Entraram – Tiago Brendle, Isac, Renan, Raphael

Técnico: Renan

IRÃ – Marouf, Ebadipou, Faezi, Ghaemi, Seyed e Ghafour. Líbero – Marandi

Entraram – Salafzoon, Mirzajanpour, Manavinezhad e Ghara

Técnico: Igor Kolakovic

TABELA

Dia 12.09 (terça-feira) – França 0 x 3 Brasil (25/27, 25/27 e 22/25)

Dia 13.09 (quarta-feira) – Brasil 2 x 3 Itália (25/15, 25/27, 25/27, 25/18 e 12/15)

Dia 15.09 (sexta-feira) – Irã 0 x 3 Brasil (22/25, 19/25 e 15/25)

Dia 16.09 (sábado) – Estados Unidos x Brasil, às 0h40

Dia 17.09 (domingo) – Brasil x Japão, às 6h15

 

Textos, informações e fotos enviados ao Toque de Bola pela assessoria da Confederação Brasileira de Voleibol

Edição: Toque de Bola


Voltar

Deixe uma resposta


Mais notícias



05 dez 2017

Tupi aparece em 46º lugar em ranking atualizado da CBF. Palmeiras e Cruzeiro empatados na liderança


01 dez 2017

Brasil pega Suíça, Costa Rica e Sérvia em primeira fase “cansativa” na Copa do Mundo. Veja tabela completa


20 out 2017

Partiu Rússia? Danilo Luiz, de Bicas, é novamente convocado para defender a seleção brasileira

Notícias


14 dez 2017

JF Vôlei recebe Corinthians-Guarulhos pela última rodada do turno. Veja panorama completo da Superliga


13 dez 2017

Confira o ranking atualizado da Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador


12 dez 2017

Sistema FIEMG inaugura Parque Aquático do SESI em Juiz de Fora


11 dez 2017

Henrique Furtado reforça Cruzeiro na Polônia e não dirige JF Vôlei contra Corinthians


+ notícias

Toque de Bola


O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.

Desenvolvimento




Acesse