O site da Confederação Brasileira de Futebol divulgou, no início da tarde desta terça-feira, dia 15, informações sobre os quatro clubes que alcançaram acesso para a Série D do Campeonato Brasileiro de 2018. O quarteto chegou ás semifinais da Série D.  

   Não há representantes mineiros. A URT, de Patos de Minas, que havia eliminado o Villa Nova, de Nova Lima (empates em 0 a 0 e 1 a 1), foi desclassificada após dois resultados iguais e uma disputa de pênaltis diante do Globo, do Rio Grande do Norte. No dia 6, em Patos de Minas, placar de URT 1 a 0. No dia 11, o Globo devolveu o 1 a 0 e marcou 3 a 2 na cobrança dos tiros livres.

  Segue texto divulgado pela CBF:

  Dos 68 clubes que iniciaram a disputa da Série D do Campeonato Brasileiro 2017, quatro se destacaram e garantiram o acesso à Série C do ano que vem. Dois deles se orgulham de chegar à Terceira Divisão do futebol nacional pela primeira vez: Juazeirense-BA e Globo-RN. Os outros também têm muitos motivos para comemorar. Depois de 25 anos, o Operário-PR retorna à Série C, enquanto o Atlético-AC volta após 22 temporadas. 

Dois acessos inéditos

Juazeirense

Fundada em 2006, na cidade de Juazeiro (BA), a Juazeirense vem conquistando, a um passo de cada vez, seu espaço no cenário do futebol brasileiro. Depois de sua fundação, chegou à primeira divisão baiana em 2011, quando foi campeão da Segunda Divisão do Campeonato Baiano. Dois anos depois, ficou em terceiro lugar na competição estadual, o que a credenciou para a inédita participação na Série D – saiu ainda na primeira fase. Em 2016, disputou pela segunda vez a Série D, onde chegou mais longe: na terceira fase. Neste ano, emendou mais uma participação na Quarta Divisão do Campeonato Brasileiro e chegou ao inédito acesso à Série C. Em 12 jogos, o Cancão de Fogo teve quatro vitórias, sete empates e apenas uma derrota. Com a campanha, a equipe baiana se classificou à fase semifinal e, consequentemente, garantiu vaga na Terceira Divisão do Brasileiro em 2018.

Globo

O Globo Futebol Clube foi fundado em 18 de outubro de 2012, a partir da ideia do empresário Marconi Barretto de criar uma equipe de futebol na cidade de Ceará-Mirim, localizada a 30 km de Natal e sede do Globo. Em apenas cinco anos de existência, o clube potiguar já reúne resultados desportivos de expressão em âmbito regional e nacional. Em seu primeiro ano de atividades, a Águia conquistou a Segunda Divisão Potiguar e alcançou a elite do estadual. De lá para cá, já foram dois vice-campeonatos do Potiguar, inclusive o da atual temporada. O Globo participou das últimas três edições da Copa do Brasil e já garantiu sua classificação para o torneio em 2018. Na disputa da Série D em 2017 – quarta participação das Águias na competição em apenas cinco anos de história do clube – a equipe potiguar chegou às semifinais e, de quebra, garantiu o inédito acesso à Série C do Campeonato Brasileiro. A histórica campanha do Globo teve nove vitórias e três derrotas nas 12 partidas disputadas pela equipe até o atual estágio do torneio. Agora, o Globo se concentra na briga pelo título, que seria a primeira conquista nacional do clube.

O retorno à Série C

Atlético-AC

O Atlético-AC foi fundado em 27 de abril de 1952 por um grupo de comerciantes sírio-libaneses. Originalmente batizado de Beiruth, a equipe sediada em Rio Branco, capital do Acre, é uma das mais vitoriosas do Estado. O Atlético é o atual bicampeão estadual e dono de oito conquistas do Campeonato Acreano ao longo de seus 65 anos de existência. O Galo Carijó soma quatro participações na Copa do Brasil: em 1992 – sua melhor campanha registrada no torneio – 2013, 2015 e na atual edição de 2017, quando foi eliminado na primeira fase. Pela Série D do Campeonato Brasileiro, o Atlético-AC fez sua estreia em 2012. Participou também das edições de 2014 e 2016, nesta última fechou a competição no quinto lugar, melhor desempenho até então. Em sua quarta participação na competição, o Atlético desbancou os rivais e alcançou as semifinais da Série D pela primeira vez. Em 12 partidas, o Galo Carijó teve sete vitórias, três empates e apenas duas derrotas. Graças à inédita campanha, garantiu a classificação para a Série C do Campeonato Brasileiro. Será a terceira participação do Atlético-AC na Terceira Divisão Nacional.

Operário

Em 1º de maio de 1912, na cidade de Ponta Grossa (PR), nascia o Operário Ferroviário Esporte Clube. O segundo clube mais antigo do Estado em atividade atualmente. A primeira participação no Campeonato Brasileiro foi em 1979, quando ficou em 88º lugar entre os 94 participantes. Depois, disputou a Série B em três anos (1989, 1990 e 1991). Alcançou a melhor posição em 1990, ficando em quinto lugar. Jogou a Série C apenas uma vez, em 1992, e terminou em sexto. Depois disso, foram três participações na Série D (2010, 2011 e 2015) e duas na Copa do Brasil (2012 e 2016). Neste ano, após nove vitórias e três derrotas nas 12 partidas disputadas, o Fantasma garantiu vaga na Série C do Brasileirão em 2018 e também está na briga pelo título da Série D, o que seria sua primeira conquista a nível nacional.