17 jul 2014

Gilmar Rinaldi é o novo coordenador de seleções da CBF. Técnico brasileiro sai até terça



Após a saída da antiga comissão técnica, o ex-goleiro Gilmar Rinaldi foi apresentado nesta quinta-feira, 17, como coordenador-geral de seleções da CBF. Assim, ele terá poderes na escolha do novo treinador da seleção brasileira em um cargo maior do que Carlos Alberto Parreira (que era coordenador-técnico apenas da equipe principal). Campeão mundial em 1994, ele atuava como empresário de jogadores, mas afirmou durante sua apresentação que deixará de agenciar atletas.

“Vou citar alguns itens que acho que são importantes. Minha atividade que exerci por 14 anos está extinta. Agora, oficialmente, não existe mais. Meu foco exclusivamente é a seleção brasileira, estou de volta para casa. Sei das dificuldades que vamos encontrar, ajustes que vamos fazer, mas espero corresponder às expectativas”, falou Gilmar, negando qualquer conflito de interesse por causa de sua atividade anterior.

“Já há algum tempo eu tinha desistido de continuar e só estava trabalhando com alguns atletas por lealdade. Esses jogadores foram comunicados ontem à noite que não estou mais com eles. Quanto a vinculação (da minha imagem), não tenho essa preocupação, porque minha história fala por si mesma”.

Gilmar deixa o cargo de agente para seguir nova função na CBF

Gilmar deixa o cargo de agente para seguir nova função na CBF

Gilmar Rinaldi explicou que já está tendo conversas intensas com o presidente da CBF, José Maria Marin, e com o vice, Marco Polo Del Nero, para definir o nome do próximo treinador da seleção. Depois da saída de Luiz Felipe Scolari com uma campanha frustrante da Copa do Mundo, a intenção é traçar um novo planejamento com integração total com as categorias de base.

“O principal objetivo é ajudar a definir uma nova filosofia, que vai ser a base de tudo. O que vai prevalecer sempre é a parte coletiva sobre a individual. Para formar um plano, eu vou conversar com jogadores, treinadores. Acho que o momento agora é de ouvir e saber o que está acontecendo”, disse o novo coordenador-geral de seleções, em entrevista coletiva nesta quinta, na sede da CBF, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

Gilmar Rinaldi, de 55 anos, atuou como goleiro por 21 anos. Passou por Internacional, São Paulo, Flamengo e Cerezo Osaka – ele ganhou um Brasileirão por cada time, além de cinco Gaúchos, três Paulistas e um Carioca. Pela seleção, participou de dez jogos e fez parte do elenco campeão mundial de 1994 nos Estados Unidos.

Após se aposentar, ele foi superintendente de futebol do Flamengo por dois anos na gestão de Edmundo dos Santos Silva. Depois, se tornou empresário.

Seu cliente mais famoso foi o atacante Adriano ‘Imperador’. Também agenciou o ex-jogador Washington (ex-Atlético-PR e Fluminense), além dos ainda em atividade Fábio Santos e Danilo (Corinthians), Fábio Simplício (São Paulo e Roma)

CBF espera treinador até terça

O presidente da CBF, José Maria Marin, afirmou que espera anunciar um nome até a próxima terça-feira para a funçã de treinador da seleção brasileira. Em entrevista coletiva nesta quinta, no Rio de Janeiro, o perfil do próximo técnico foi traçado pelos dirigentes, descartando a vinda de um estrangeiro. O novo técnico, segundo eles, terá que estudar, se atualizar com o futebol internacional e participar de um trabalho de integração com as categorias de base.

“O treinador será escolhido em conjunto com a presidência. O treinador vai ter algumas coisas normais, mas também vamos dar um direcionamento diferente. Ele vai estudar, se atualizar, viajar muito e, além dos jogos, também vai assistir a treinamentos. Vamos interagir com outros treinadores, precisamos saber o que está acontecendo no mundo. Nós não vamos copiar ninguém, mas precisamos adaptar métodos bem sucedidos no mundo com as nossas características, nossa cultura”, explicou Gilmar Rinaldi, que também foi questionado sobre a possibilidade da chegada de um treinador estrangeiro.

“Acho que não é o momento. Com todo respetio a todos os treinadores, acho que temos que buscar na nossa casa alguém que tem o conhecimento dos nosso problemas, da nossa realidade. Até porque não temos um tempo longo, temos que definir isso logo”.

Tite, ex-Corinthians, é um dos mais cotados para substituir Felipão no comando da seleção. No entanto, a CBF preferiu não comentar individualmente nenhum nome. Marin também avisou que o novo treinador estará em contato direto com Alexandre Gallo, coordenador das categorias de base, e deu um prazo para o anúncio.

“No início da próxima semana, possivelmente. Depende de algumas conversações que nós vamos ter intensamente no final de semana. Esperamos até terça-feira anunciar o novo treinador e esperamos que, além da sua capacidade técnica, ele venha de encontro com o que foi exposto aqui”, disse Marin.

A seleção brasileira ainda faz mais quatro amisotosos em 2014. A equipe vai enfrentar a Colômbia (dia 5 de setembro, em Miami), o Equador (9 de setembro, em Nova Jersey), a Argentina (11 de outubro, em Pequim, pelo Superclássico das Américas) e a Turquia 912 de novembro, em Istambul).

 

Texto: ESPN

Foto: Mowa Sports


Voltar

Deixe uma resposta


Mais notícias



20 out 2017

Partiu Rússia? Danilo Luiz, de Bicas, é novamente convocado para defender a seleção brasileira


20 out 2017

Mano Menezes renova contrato por dois anos com Cruzeiro


19 out 2017

CBF anuncia “dindim” do Brasileirão: campeão leva R$ 18 milhões e 16º lugar terá R$ 744 mil

Notícias


23 out 2017

Primeiro árbitro de vídeo da Libertadores será brasileiro. Vangasse explica as 4 situações em que ele pode atuar


23 out 2017

Leozinho reaparece na seleção da rodada. Próximo adversário do JF Vôlei tem pedido de desculpas ao torcedor


21 out 2017

Sem qualquer substituição, JF Vôlei volta a perder por 3 a 1 em Montes Claros


20 out 2017

Interdição do estádio do Baeta expõe “racha” entre dirigentes e ADJF. Eleições e cota de Danilo Luiz geram polêmica


+ notícias

Toque de Bola


O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.

Desenvolvimento




Acesse

error: Conteúdo protegido.