27 nov 2013

Brasil perde ´enciclopédia´ Nilton Santos



Faleceu na tarde desta quarta-feira, o ex-lateral esquerdo do Botafogo e seleção brasileira Nilton Santos. O ex-atleta estava internado desde o último sábado, dia 23, com insuficiência respiratória. Com 88 anos, o ídolo do clube alvinegro sofria do Mal de Alzheimer há cincos e vivia em uma casa de repouso, no Rio de Janeiro.

Nilton Santos é um dos maiores jogadores da história do futebol. Apelidado de ‘Enciclopédia do futebol’, pelo seu vasto conhecimento no esporte, foi eleito o lateral esquerdo da Seleção Mundial do Século, em Paris, no ano de 1998. Um dos motivos foi por ter revolucionado a posição que, até então, era considerada apenas defensiva. O brasileiro inovou com o forte poder ofensivo e chegada nas linhas de fundo.

Nascido no Rio de Janeiro, em 16 de maio de 1925, Nilton Santos defendeu apenas duas camisas na carreira: a do Botafogo e a da seleção brasileira. Pelo clube de General Severiano, foram 16 anos, 20 títulos, com 729 jogos, se tornando o atleta que mais vezes vestiu o manto da equipe alvinegra. Sua estreia aconteceu no dia 21 de março de 1948, em derrota para o América-MG por 2 a 1. Contudo, naquele mesmo ano, Nilton Santos seria campeão carioca, algo que o Botafogo não conquistava de 1935.

A despedida, em partidas oficiais, foi em 13 de dezembro de 1964 contra o Flamengo. Após ser homenageado pelo rival, Nilton encerrou a carreira com vitória sobre o adversário, por 1 a 0. A despedida em definitivo dos gramados ocorreu três dias depois, em amistoso contra o Bahia.

Nilton participou das Copas de 1950, 1954, 1958 e 1962, sendo peça importante na campanha vitoriosa nos dois últimos mundiais. Com a camisa amarela, foram 82 jogos, 16 títulos e quatro gols. O tento mais marcante foi contra a Áustria, na Suécia. O lateral conduziu a bola do campo de defesa até o ataque, driblando os marcadores, anotando um golaço.

Após pendurar as chuteiras, o ‘Enciclopédia do Futebol’ teve uma curta carreira como treinador. Passou por cinco equipes pequenas (Galícia e Vitória da Bahia, Bonsucesso, São Paulo do Rio Grande do Sul e Taguatinga de Brasília), mas logo desistiu da vida como comandante.

Em 2008, Nilton Santos descobriu que sofria do Mal de Alzheimer. Com dificuldades financeiras, foi criado pela Comunidade Botafoguense o Fundo De Apoio Nilton Santos, movimento financeiro para a família do ídolo alvinegro.

Desde a descoberta da doença, o bicampeão mundial vivia em uma clínica de repouso na Gávea, zona sul do Rio de Janeiro.

Texto e reprodução de fotos: site ESPN Brasil


Voltar

Deixe uma resposta


Mais notícias



18 set 2017

Efeito mão-de-Jô: CBF anuncia que vai utilizar Árbitro de Vídeo “o quanto antes”


18 set 2017

Conselho Deliberativo do Atlético aprova projeto de construção de estádio próprio


18 set 2017

Vôlei masculino do Brasil comemora título da Copa dos Campeões

Notícias


19 set 2017

Com vídeo! Evaldo anula Éder, domina, toca para os companheiros e emenda: “Tupi tem totais condições de reverter”


19 set 2017

Operação Confiança: Bruno Santos cita “viradas históricas” e Paulo Henrique lembra jogo em que pegou 4 pênaltis


18 set 2017

Com a faca e o queijo: Sampaio e São Bento têm vantagens do empate e do mando para buscar acesso


18 set 2017

Tupi anuncia carga de 3 mil ingressos com valor de R$ 20 até sexta-feira


+ notícias

Toque de Bola


O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.

Desenvolvimento




Acesse

error: Conteúdo protegido.