26 mar 2013

Engenhão interditado. E sem prazo para reabrir!



O prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, explicou no início da noite desta terça-feira, 26, os motivos que o levaram a tomar a decisão de interditar o Engenhão. Depois de uma conversa com os presidentes dos quatro clubes grandes do Rio, Paes admitiu que ainda não encontrou uma solução para o problema e confirmou que o fechamento acontece de maneira imediata.

O estádio já não receberá os jogos Fluminense x Macaé, nesta quarta, e Botafogo x Friburguense, nesta quinta. A princípio, ambos foram transferidos para o estádio de São Januário. Nesta quarta, porém, surgiu um impasse e o Vasco não cedeu a sua praça ao Bota. O Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda, foi indicado para os jogos decisivos do returno e do Estadual, caso o Botafogo não vença também a Taça Rio.

Eduardo Paes explicou que o problema da cobertura do Engenhão se arrasta desde a inauguração do estádio, em 2007. Ele diz ter ouvido mais de uma opinião técnica antes de tomar a decisão.

– Fui procurado no fim da semana passada pelo consórcio responsável pela construção do Engenhão. Eles vêm monitorando a situação da cobertura desde o início. Esse monitoramento tem sido feito pelo próprio projetista da cobertura. Já havia tido uma segunda opinião da cobertura. E me informaram que a cobertura tinha problemas estruturais de projeto. Perguntei se esses problemas representavam risco para os torcedores. E a resposta foi “sim”, dependendo de determinadas circunstâncias como velocidade do vento e temperatura. Independentemente disso, existia o risco. Não sei dizer a proporção. Diante desse fato, tomei a decisão de interditar o estádio imediatamente até que tivéssemos maiores detalhes para a solução que pode ser dada.

O prefeito avisou que não há qualquer prazo para a reabertura do estádio. Antes de liberar a volta dos jogos oficiais ao Engenhão, ele vai aguardar uma solução para os problemas da cobertura.

– Não me foi apresentada ainda nenhuma solução, por enquanto só o problema. É inadmissível que um estádio inaugurado há tão pouco tempo já tenha de enfrentar essa situação. Só desinterdito com uma solução. Não podemos brincar. Mesmo que demore um ano. Dificilmente vou trabalhar com gambiarra, espero que a solução seja simples. Mas só quero solução definitiva – afirmou.

O prefeito eximiu de culpa o Botafogo, clube que arrenda o estádio desde 2007. Segundo Eduardo Paes, o problema é do projeto.

– Não há qualquer relação desse risco com a maneira como o Botafogo vem conduzindo o estádio. Pelo contrário, há uma série de problemas que o clube vem resolvendo. É um problema da cobertura, e não da manutenção do Botafogo. Todos saem prejudicados, principalmente o Botafogo. Já amanhã (quarta) não vamos poder realizar nenhum jogo no estádio. Reafirmo aqui, a prioridade absoluta é, em havendo qualquer risco, não permitir que o estádio seja utilizado.

   Vasco e Botafogo estão “de bico”

A Federação do Rio divulgou nesta quarta-feira, 27, que o Raulino de Oliveira (Volta Redonda) será o palco de clássicos, semifinais e finais no Campeonato Carioca. São Januário foi descartado por causa de problemas com divisão de torcidas: o Gepe (Grupamento Especial de Policiamento em Estádio) só libera o estádio do Vasco se houver 90% dos ingressos para o mandante e 10% para os visitantes. Os demais grandes não aceitaram essa hipótese.

Os dirigentes cruz-maltinos não gostaram da decisão de levar os clássicos para Volta Redonda – a não ser que o Engenhão seja liberado a tempo -, e a primeira consequência foi imediata. Como retaliação, negaram-se a emprestar São Januário para a partida entre Botafogo e Friburguense, que seria realizada lá nesta quinta-feira. Se não pode jogar (clássico) em São Januário, não cabe o Botafogo estar atuando no nosso estádio – afirmou o presidente Roberto Dinamite.

Texto e informações: www.globo.com

Foto: Site Botafogo – Arquivo Toque de Bola (Final da Taça Guanabara, no Engenhão)


Voltar

Deixe uma resposta


Mais notícias



20 out 2017

Partiu Rússia? Danilo Luiz, de Bicas, é novamente convocado para defender a seleção brasileira


20 out 2017

Mano Menezes renova contrato por dois anos com Cruzeiro


19 out 2017

CBF anuncia “dindim” do Brasileirão: campeão leva R$ 18 milhões e 16º lugar terá R$ 744 mil

Notícias


20 nov 2017

Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude


17 nov 2017

Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária


16 nov 2017

Tupi confirma volta de Sidimar e anuncia que tem 22 jogadores contratados


16 nov 2017

JF Vôlei faz promoção de ingressos para domingo. Furtado espera crescimento do setor ofensivo


+ notícias

Toque de Bola


O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.

Desenvolvimento




Acesse

error: Conteúdo protegido.