21 abr 2012

Loco Abreu faz 3, perde pênalti, e Botafogo vai à final da Taça Rio com 4 a 2 no Bangu



O uruguaio Loco Abreu foi o grande personagem da primeira semifinal da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. Neste sábado, no Engenhão, o jogador desperdiçou mais uma cobrança de pênalti, mas marcou três gols e contribuiu de forma decisiva para a vitória de 4 a 2 do Botafogo sobre o Bangu. Maicosuel fez o outro gol botafoguense.

Na final do turno, o time de Oswaldo de Oliveira vai enfrentar o ganhador do clássico entre Vasco e Flamengo. Os rivais entram em campo neste domingo, às 16h, também no Engenhão.

O Botafogo foi melhor durante toda a partida, mas teve dificuldade no início. Os alvinegros só abriram o placar na parte final do primeiro tempo, com Loco Abreu, aproveitando desvio em cruzamento. Na etapa final, o uruguaio aumentou a vantagem da equipe após aproveitar falta cobrada na área. O Bangu diminuiu depois que Lucas cabeceou para a própria rede.

vNo entanto, novamente Loco Abreu, de cabeça, marcou seu terceiro para deixar o time de General Severiano com boa vantagem. Só que o Bangu voltou a diminuir o placar, com Sérgio Junior. No entanto, os banguenes ficaram com um a menos quando Thiago Galhardo foi expulso. Antes do fim, Loco Abreu ainda perdeu um pênalti, mas saiu de campo substituído ovacioando pelos torcedores. Nos acréscimos, Maicosuel deu números finais à semifinal.

 O jogo

O Botafogo começou a partida pressionando o Bangu. Tanto que no primeiro minuto quase abriu o placar no Engenhão. Após escorada de cabeça de Loco Abreu, Andrezinho apareceu dentro da área e chutou colocado. No entanto, o goleiro Willian Alves estava atento e espalmou a bola para fora da área.

Só que depois do lance inicial, o Botafogo passou a ter dificuldade em criar boas jogadas por conta dos muitos erros. Com isso, o Bangu aproveitou para se aventurar ao ataque, mas também não levava perigo a Jefferson. Somente aos 15 minutos, os alvinegros conseguiram chegar próximo do gol. Após cruzamento, Fellype Gabriel apareceu sozinho, mas cabeceou para fora.

A resposta do Bangu veio quatro minutos depois. Em contra-ataque rápido, Renan Oliveira cruzou rasteiro para o meio da área. Thiago Galhardo apareceu livre, mas finalizou por cima do travessão. O Botafogo não se intimidou e Andrezinho arriscou de longe no lance seguinte. A bola quicou no gramado molhado e obrigou Willian Alves a espalmar para tirar o perigo.

Depois da parada técnica, o Botafogo voltou melhor e passou a chegar com mais facilidade ao ataque, criando boas chances. Tanto que, aos 27 minutos, em um avanço rápido, Loco Abreu tocou para o meio da área para Fábio Ferreira, que vinha como surpresa. No entanto, o zagueiro finalizou muito mal, por cima do gol de Willian Alves.

De tanto insistir, o Botafogo conseguiu abrir o placar aos 39 minutos. Após cobrança de escanteio, Marcelo Mattos escorou e a bola sobrou para Loco Abreu, livre, só colocar para a rede.

Mesmo depois do gol, os alvinegros seguiram melhores e tentaram marcar o segundo nos minutos finais. No entanto, o Botafogo teve que contentar com a vitória mínima no intervalo.

O segundo tempo iniciou da mesma maneira da etapa inicial. No entanto, desta vez, o Botafogo conseguiu marcar logo com dois minutos. Em falta cobrada na área, Loco Abreu se antecipou ao goleiro Willian Alves e cabeceou para a rede para fazer seu segundo gol na partida.

Quando parecia que a vitória estava garantida, uma falha individual colocou o Bangu de volta no jogo. Aos sete minutos, Thiago Galhardo cruzou, o lateral direito Lucas foi tentar cortar, mas acabou cabeceando errado e colocando para a própria rede.

O gol animou o Bangu, que se arriscou mais no ataque e chegou a desperdiçar boa chance com Gedeílson. No entanto, quem marcou foi o Botafogo, aos 14 minutos. Maicosuel fez belo cruzamento para Loco Abreu, que chegou na velocidade na área e cabeceou sem chance para Willian Alves.

Depois do terceiro gol, o Botafogo diminuiu o ritmo, mas seguia buscando o ataque. O Bangu sentiu o revés, mas em um lance isolado conseguiu diminuir novamente o placar no Engenhão. Aos 25 minutos, Sérgio Junior foi lançado, levou a melhor sobre o goleiro Jefferson e só teve o trabalho de colocar para a rede.

Assim como no primeiro gol banguense, o jogo tomou contornos de dramaticidade. Andrezinho, pelo Botafogo, e Sérgio Junior, pelo Bangu, quase marcaram. Só que aos 30 minutos, o meia Thiago Galhardo recebeu o segundo cartão amarelo e deixou a equipe da Zona Oeste com um homem a menos. Cinco minutos depois, os alvinegros tiveram a chance de confirmar a vitória. Lucas foi puxado na área e o arbitro marcou pênalti. No entanto, Loco Abreu cobrou para fora e desperdiçou mais uma penalidade na temporada.

O Botafogo seguia dominando a partida e quase ampliou aos 36 minutos. Andrezinho foi lançado, passou pelo goleiro e tocou para gol. Só que a zaga do bangu estava atenta e tirou o que seria o quarto gol alvinegro. Nos minutos finais, o Bangu ainda tentou incomodar, mas viu a equipe de General Severiano fazer o quarto nos acréscimos com Maicosuel para dar números finais ao confronto.

FICHA TÉCNICA:

BANGU 2 x 4 BOTAFOGO

Local: Estádio do Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 21 de abril de 2012, sábado

Horário: 18h30 (de Brasília)

Árbitro: Eduardo Cordeiro Guimarães (RJ)

Assistentes: Silbert Sisquim (RJ) e Luiz Regazonne (RJ)

Renda: R$ 243.000,00

Público: 15.757 pagantes

Cartões amarelos: Oliveira, Sérgio Junior, André Barreto, Fernando lopes e Raphael (Bangu); Márcio Azevedo, Fellype Gabriel, Maicosuel e Fábio Ferreira (Botafogo)

Cartão vermelho: Thiago Galhardo (Bangu)

GOLS: BANGU: Lucas (contra), aos 7min do segundo tempo; Sérgio Junior, aos 26min do segundo tempo

BOTAFOGO: Loco Abreu, aos 39min do primeiro tempo e 2 e 14min do segundo tempo ; Maicosuel, aos 46min do segundo tempo

BANGU: Willian Alves, China, Santiago (Fernando Lopes), Raphael e Renan Oliveira; Oliveira (Tiano), André Barreto, Thiago Galhardo e Gabriel Galhardo (Gedeílson); Fabinho e Sérgio Junior

Técnico: Cleimar Rocha

 

BOTAFOGO: Jéfferson, Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo; Marcelo Mattos, Renato (Maicosuel), Fellype Gabriel, Andrezinho e Elkeson (Caio); Loco Abreu (Herrera)

Técnico: Oswaldo de Oliveira

Texto: www.espn.com.br


Voltar

Deixe uma resposta


Mais notícias



05 dez 2017

Tupi aparece em 46º lugar em ranking atualizado da CBF. Palmeiras e Cruzeiro empatados na liderança


01 dez 2017

Brasil pega Suíça, Costa Rica e Sérvia em primeira fase “cansativa” na Copa do Mundo. Veja tabela completa


20 out 2017

Partiu Rússia? Danilo Luiz, de Bicas, é novamente convocado para defender a seleção brasileira

Notícias


15 dez 2017

JF Vôlei volta a fazer sets equilibrados, mas não pontua diante do Corinthians-Guarulhos: 3 sets a 0


14 dez 2017

JF Vôlei recebe Corinthians-Guarulhos pela última rodada do turno. Veja panorama completo da Superliga


13 dez 2017

Confira o ranking atualizado da Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador


12 dez 2017

Sistema FIEMG inaugura Parque Aquático do SESI em Juiz de Fora


+ notícias

Toque de Bola


O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.

Desenvolvimento




Acesse