21 abr 2012

Ricardinho está na pré-lista de Bernardinho. Cruzeiro bate Vôlei Futuro por 3 sets a 1 e conquista Superliga



O técnico da seleção brasileira masculina de vôlei, Bernardinho, divulgou, nesta SEGUNDA-FEIRA (23.04), a lista com os 25 nomes inscritos na Liga Mundial de 2012, conforme exigência da Federação Internacional de Voleibol (FIVB). Desse grupo, sairão os jogadores que disputarão a competição que terá início no dia 18 de maio. O Brasil está no grupo B, ao lado de Canadá, Finlândia e Polônia.

Os pré-inscritos são os levantadores Bruno (Cimed/SKY), Marlon (RJX), Ricardinho (Vôlei Futuro), William Arjona (Sada Cruzeiro) e Raphael (Trentino Diatec); os opostos Wallace (Sada Cruzeiro), Leandro Vissotto (Cuneo), Theo (RJX), Lorena (Vôlei Futuro) e Renan (BMG/São Bernardo); os centrais Éder e Gustavo (Cimed/SKY), Sidão e Rodrigão (Sesi-SP), Lucão (RJX) e Henrique (Vivo/Minas), os ponteiros Giba (Cimed/SKY), Murilo (Sesi-SP), Thiago Alves (Panasonic Panthers), João Paulo Bravo (Arkas Spor Kulubu), Dante (RJX), Lucarelli (Vivo/Minas) e Maurício Borges (Sada Cruzeiro) e os líberos Serginho (Sesi-SP) e Mário Junior (Vôlei Futuro).

A primeira fase do Grupo B será no Canadá, onde o Brasil enfrentará Polônia, Canadá e Finlândia, nos dias 18, 19 e 20 de maio, no Ricoh Coliseum, em Toronto. De lá, a equipe brasileira seguirá para Katowice, na Polônia, onde terá a sequência de Finlândia, Canadá e Polônia nos dias 1º, 2 e 3 de junho, no ginásio Spodek.

A terceira fase será em casa. Os torcedores brasileiros poderão ver a seleção brasileira de perto no ginásio Adib Moysés Dib (Poliesportivo), em São Bernardo do Campo (SP), nos dias 8, 9 e 10 de junho, contra Finlândia, Canadá e Polônia. Na última etapa, os quatro países jogarão em Tampere, na Finlândia, nos dias 15, 16 e 17 de junho.

A fase final da Liga Mundial 2012 será em Sofia, na Bulgária, de 4 a 8 de julho, entre seis times – os primeiros de cada grupo, o melhor segundo colocado, além do país-sede – que estarão divididos em dois grupos. Os dois primeiros de cada um avançam para as semifinais do campeonato.

 Novo formato

Neste ano, a Federação Internacional de Voleibol (FIVB) utiliza um novo formato que, pela primeira vez na história da Liga Mundial, reúne os quatro times de um grupo em uma cidade-sede. A cada final de semana, as seleções duelarão na casa de um integrante do grupo. Com isso, a competição não será mais disputada em seis semanas e, sim, em apenas quatro.

Em 2012, o Brasil buscará o 10º título da história. Em 2011, a seleção brasileira chegou à final, mas acabou superada pela Rússia, e ficou com a medalha de prata.

 Tudo azul

Sada Cruzeiro (MG) é o novo campeão da Superliga masculina de vôlei. Depois de ficar com o vice-campeonato no ano passado, o time celeste venceu o Vôlei Futuro (SP), de virada, neste SÁBADO (21.04), por 3 sets a 1 (24/26, 25/18, 25/13 e 25/19), em 2h13 no ginásio Poliesportivo, em São Bernardo do Campo (SP), e ficou com o título da edição 11/12.

Acesse o canal de TV do Toque de Bola e reveja, na barra de rolagem, matérias exclusivas dos jogos da UFJF na Superliga Masculina.

No ano seguinte após receber a medalha de prata, o técnico Marcelo Mendez vibrou com o troféu de campeão. “Ganhar aqui é muito importante para mim”, afirmou o argentino, que relacionou o título deste ano com o vice-campeonato do ano passado. “Acho que a confiança foi fundamental. Em momentos difíceis da partida, o time teve paciência para jogar. Isso foi construído no trabalho do dia a dia. Foi um aprendizado do grupo. No ano passado faltou muito pouco. Esse ano o grupo amadureceu e jogou muito melhor. É uma vitória do grupo”.

Maior pontuador da final, com 20 acertos, o ponteiro Maurício agradeceu a chance de defender o atual time. “Hoje sou um jogador mais experiente. O Sada Cruzeiro me deu a oportunidade de ajudar a equipe a ser campeã e está aí o resultado. Agora sei que eu tenho que me preparar ainda mais porque a cada ano temos o melhor campeonato do mundo”, disse Maurício.

Terceiro maior pontuador da Superliga, o oposto Wallace agradeceu o apoio da torcida, que viajou de Contagem a São Bernardo do Campo. “Eles sempre torcem pelo nosso time, ajudam muito e hoje não foi diferente”, comentou o atacante, que também falou sobre a partida. “Foi um jogo difícil, mas a gente conseguiu cumprir taticamente o que tinha combinado e a nossa união foi fundamental. Além disso, todos jogaram bem”.

O levantador e capitão William levantou o troféu e saiu de quadra como o melhor da partida. O título vem, segundo o jogador, para premiar a temporada. “Sabemos do nosso valor, do nosso esforço do dia a dia e fomos coroados. No esporte, um dia ganha e outro perde. Temos vencido bastante e perdemos na Superliga do ano passado. A vida do atleta é assim. E temos que aprender na derrota muito mais do que na vitória”, destacou William Arjona.

 Lorena lamenta derrota: “Mas perdemos de cabeça erguida e lutamos”

O Vôlei Futuro (SP) saiu na frente, venceu o primeiro set por 26/24, mas não manteve o ritmo e viu o Sada Cruzeiro (MG) virar o placar e ficar com o título. O time mineiro venceu os sets seguintes por 25/18, 25/13 e 25/19, em 2h13 de partida realizada no ginásio Poliesportivo, em São Bernardo do Campo (SP). Com a vitória, o time mineiro ficou com o título da edição 11/12.

Destaque de toda a temporada e maior pontuador do Vôlei Futuro nesta final, com 12 pontos, o oposto Lorena afirmou que o grupo soube se sair bem após o resultado negativo.

“Uma final sempre tem que ter superação. Perdemos de cabeça erguida e lutamos. O grupo sentiu muito a minha falta quando me machuquei no terceiro set. Estou muito feliz de ter chegado até aqui. O grupo está de parabéns. O esporte é assim. Perder faz parte. Temos que colocar a cabeça no lugar e pensar no próximo ano. Quero continuar no Brasil e não quero ficar fora de nenhuma final”, disse Lorena.

Conhecido por seu jeito explosivo e vibrantes comemorações, o oposto do Vôlei Futuro destacou a sua paixão pelo voleibol. “O meu jeito de jogar sempre foi esse. Tenho uma grande identificação com o Vôlei Futuro. Amo esse esporte. Foi duro sair da partida quando o jogo estava empatado”, complementou Lorena.

O central Michael, destaque do time paulista no saque, marcou dois pontos neste fundamento no jogo contra o Sada Cruzeiro. Apesar de não ter conseguido o título, Michael encerra a temporada satisfeito.

“O Vôlei Futuro está de parabéns por ter chegado até aqui. A torcida deu um show nesse ginásio. Ficamos tristes porque queríamos esse título e essa torcida merecia a vitória. Mas tenho que agradecer o grupo pela temporada. Foi um ano maravilhoso. Agora já temos que pensar no próximo”, concluiu Michel.

 Ary Graça comemora o sucesso da competição

A edição 11/12 da Superliga masculina de vôlei chegou ao final neste SÁBADO (21.01) e consagrou o Sada Cruzeiro como novo campeão. Ary Graça, presidente da Confederação Brasileira de Voleibol (CBV), elogiou a vitória da equipe mineira e enalteceu a paixão do brasileiro pelo voleibol.

“Nenhum campeonato do mundo lota um ginásio e coloca quase 180 jornalistas credenciados em uma final. Isso é um orgulho para todos nós. A Superliga vem em um crescente a cada ano. Foi criada uma paixão. Todos torceram e o jogo acabou em alto nível. O voleibol é o esporte da família”, disse o presidente da CBV.

Ary Graça, que esse ano concorre à presidência da Federação Internacional de Voleibol (FIVB), também elogiou o nível técnico desta edição da Superliga.

“Fizemos uma competição altamente técnica. Temos o melhor campeonato do mundo, mas com uma vantagem: um grande número de jogadores brasileiros. Para cada posição, o Brasil tem 10 jogadores de excelente nível”, finalizou Ary Graça.

 O JOGO

O Sada Cruzeiro começou melhor a partida. Com um ponto de bloqueio do central Douglas Cordeiro sobre um ataque do oposto Lorena, a equipe celeste abriu três (3/0). O time de Araçatuba equilibrou a partida e deixou tudo igual (5/5). Depois de provocações de ambos os lados, que resultaram em dois cartões amarelos para o Vôlei Futuro e um para o Sada Cruzeiro, o time celeste foi para a primeira parada técnica com dois pontos de vantagem (8/6). No segundo tempo técnico, a diferença em favor do time mineiro subiu para quatro (16/12). Neste momento, foi a vez do Vôlei Futuro crescer e empatar o marcador (17/17). O técnico Marcelo Mendez, do Sada Cruzeiro, pediu tempo. O final do set foi emocionante. O oposto Wallace, da equipe celeste, conseguiu um bloqueio e deixou tudo igual (23/23). Depois de muito equilíbrio, Lorena selou a vitória no primeiro set por 26/24.

 

O oposto Wallace abriu o segundo set para o Sada Cruzeiro que, assim como no primeiro, fez 3/0. Em jogada rápida com o central Douglas, o time mineiro conseguiu três pontos de vantagem: 5/2. O Vôlei Futuro respondeu com a mesma jogada e o central Vini diminuiu a diferença. No bloqueio do levantador William, o Sada Cruzeiro foi para o primeiro tempo técnico em vantagem: 8/5. O time comandado pelo técnico Marcelo Mendez contou com ataques potentes do ponteiro Maurício e se manteve à frente (11/07). No ace de Maurício, o Sada Cruzeiro fez 14/8. O central Acácio marcou o 16º ponto do time mineiro, que foi para o segundo tempo técnico à frente (16/10). Quando Douglas fez 19/13, em ponto de bloqueio, o técnico do Vôlei Futuro, Cézar Douglas, pediu tempo. Mas o Sada Cruzeiro seguiu superior e, com Acácio, fechou o set em 25/18.

 

A vitória no segundo set fez bem ao time mineiro. O ponteiro Filipe conseguiu um contra-ataque na diagonal e abriu dois para o Sada Cruzeiro (3/1). Quando a equipe celeste vencia o set por set por 5/3, o oposto Lorena sofreu uma contusão na panturrilha e deixou a quadra. Leozão entrou no seu lugar. Numa boa sequência de saques de Filipe, o time cruzeirense abriu quatro (9/5). O Sada Cruzeiro seguiu dominando o set e tinha a vantagem de nove na segunda parada técnica (16/07). Com tranquilidade, a equipe celeste venceu o terceiro set por 25/13.

 

Michael marcou ponto direto de saque e abriu o placar para o Vôlei Futuro, que continuou no comando até o primeiro tempo técnico: 8/6. O Sada Cruzeiro empatou (9/9) e, com o oposto Wallace, virou o placar. Com o ponteiro Dentinho bem no ataque, o time paulista reassumiu a liderança do marcador em 13/12. Quando o adversário vencia por 14/13, Lorena voltou à quadra. Na segunda parada técnica, melhor para a equipe mineira: 16/14. O set seguiu equilibrado, com a diferença no placar quase sempre em um ponto apenas, até o Sada Cruzeiro abrir três de vantagem: 20/17. O final seguiu favorável ao Sada Cruzeiro, que, no ace de Filipe, venceu o set por 25/19, o jogo por 3 sets a 1, e ficou com o título de campeão.

 

EQUIPES

 

SADA CRUZEIRO – William, Wallace, Filipe, Maurício, Douglas e Acácio – Líbero – Serginho

 

Entraram – Daniel, Sanchez e Rogério

 

Técnico – Marcelo Mendez

 

VÔLEI FUTURO – Ricardinho, Lorena, Dentinho, Camejo, Michael e Vini – Líbero -Mario Jr

 

Entraram – Leozão, Evandro e Maurício

 

Técnico – Cézar Douglas

 

MELHORES DO CAMPEONATO

Saque – Vini (Vôlei Futuro)

Bloqueio – Gustavão (Medley/Campinas)

Ataque – Wallace (Sada Cruzeiro)

Recepção – Filipe (Sada Cruzeiro)

Defesa – Serginho (Sada Cruzeiro)

Levantamento – William (Sada Cruzeiro)

Texto, foto e informações: site da CBV (foto Alexandre Arruda)


Voltar

Deixe uma resposta


Mais notícias



17 abr 2018

CBF divulga entrada de 68 milhões de euros em transferências internacionais este ano


09 abr 2018

‘Pra mim, ele toca na bola, mas a decisão é sua’”. Veja explicação de lance polêmico na final paulista


17 mar 2018

Divulgados datas e horários das 12 primeiras rodadas da Série A

Notícias


19 abr 2018

Futsal: Léo Aleixo vibra com títulos e adaptação da família na Bélgica


18 abr 2018

Pelo sonho do futebol, Luiz Gustavo finca pé (e mãos) em Portugal


18 abr 2018

Série C: Tupi líder pela disciplina. Nenhuma equipe marca mais de um gol


17 abr 2018

Árbitro Igor Monteiro, de JF, convocado para Mundial na Espanha


+ notícias

Toque de Bola


O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.

Desenvolvimento




Acesse

error: Conteúdo protegido.