26 mar 2012

Adriano pede calma, mas admite que está empolgado com o Fla. Em São Paulo, Mancha e Fiel estão “barradas”



Adriano já se sente jogador do Flamengo. Nesta segunda-feira, antes de entrar em uma clínica na Barra da Tijuca, zona oeste do Rio de Janeiro, para realizar exames com o Dr. José Luiz Runco, médico do Flamengo, o atacante falou sobre o sonho de retornar à Gávea.

“Nunca deveria ter saído daqui. Essa é a minha casa. Vamos com calma, mas estou empolgado”, disse o jogador, que nesta semana deve iniciar os trabalhos no Rubro-Negro.

Nesta segunda, o jogador encontrou a equipe médica flamenguista para falar sobre a recuperação da lesão no tornozelo direito sofrida ainda no início do ano passado e para traçar os próximos passos de seu período de treinamentos no Rio de Janeiro.

Flamengo e Adriano ainda não firmaram um acordo para que o atleta volte a defender a equipe, mas os dois lados já se manifestaram de forma positiva sobre a negociação.

Adriano foi revelado pelo Flamengo, em 2000 e um ano depois saiu para fazer sucesso no futebol italiano. Em 2009, ele voltou para casa e ajudou o clube a ser campeão brasileiro. O jogador mais uma vez tentou a sorte na Itália, pela Roma, no ano seguinte, mas desta vez fracassou.

Até a semana retrasada, ele defendeu o Corinthians, que o dispensou por justa-causa alegando falta de comprometimento de Adriano. Ele pouco jogou durante o um ano no time paulista e marcou apenas dois gols.

  Federação Paulista proíbe “organizadas” de entrarem nos estádios

A Gaviões da Fiel e a Mancha Alviverde, torcidas organizadas de Corinthians e Palmeiras, respectivamente, estão proibidas pela Federação Paulista de Futebol (FPF) de entrarem nos estádios.

A entidade comunicou a decisão na tarde desta segunda-feira, por meio de uma nota em seu site oficial. O prazo de suspensão não foi divulgado.

Uma confusão envolvendo membros das duas torcidas na manhã desse domingo, na Avenida Inajar de Souza, Zona Norte de São Paulo, vitimou o palmeirense André Alves Lezo, baleado na cabeça.

O pedido para que as uniformizadas fossem vetadas partiu da delegada Margarette Barreto, do Decradi (Delegacia de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância), que está cuidando do caso ao lado do DHPP (Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa).

A Federação Paulista de Futebol, por meio de seu presidente, Marco Polo Del Nero, resolveu, na tarde desta segunda-feira, proibir a entrada nos estádios das torcidas organizadas Mancha Alvi Verde e Gaviões da Fiel ligadas, respectivamente, a Palmeiras e Corinthians.

A decisão se dá por conta do confronto envolvendo as duas torcidas no último domingo, na Avenida Inajar de Souza, resultando na morte do torcedor palmeirense André Alves Lezo, de 21 anos.

 Textos: www.espn.com.br


Voltar

Deixe uma resposta


Mais notícias



08 jan 2018

Philippe Coutinho é apresentado no Barcelona e agradece “esforço e paciência”


08 jan 2018

São Paulo tem saídas confirmadas de Lucas Pratto e Hernanes


08 jan 2018

Oficial: Rueda deixa o Flamengo e vai treinar seleção do Chile. Carpegiani assume

Notícias


19 jan 2018

Futebol do Baeta apresenta Comissão Técnica para Módulo 2 e admite que está atrasado


18 jan 2018

Barroso vê derrota natural, diz que planejamento é vaga na semifinal e espera Uberlândia fechado em JF


18 jan 2018

Próximo adversário do Tupi, Uberlândia perde em casa. Veja como começou o Estadual


17 jan 2018

“Barraco” no Poço Rico! Eleições do Tupynambás viram caso de polícia


+ notícias

Toque de Bola


O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.

Desenvolvimento




Acesse