27 jan 2012

Vagner Love chora ao ser apresentado no Flamengo. Mais uma “baixa” no gol: Rogério Ceni será operado



Atacante não aguentou a emoção ao vestir a camisa rubro-negra novamente (Foto: Maurício Val / Vipcomm)

Rio de Janeiro (RJ), 27 de janeiro de 2012

O amor falou mais alto e Vagner Love voltou ao Flamengo. Na manhã desta sexta-feira, 27, a presidente Patrícia Amorim apresentou o atacante, que assinou contrato com o clube até o fim de 2014, e exaltou o DNA rubro-negro do craque. Quando teve a palavra, o “Artilheiro do Amor” mostrou amor ao Flamengo e chorou ao receber a camisa rubro-negra.

“Agradeço a presença de todos que estão fazendo parte desse momento tão importante para nosso clube. Essa é uma conquista de todos nós. A história começou em 2010, quando o Vagner Love chegou ao clube pela primeira vez. Não sabíamos na época que essa identidade que ele possui com o Flamengo seria tão grande. Agora, para conseguimos trazê-lo de volta, fizemos um grande esforço e ficamos virando noites aqui, no Brasil. Agradeço a todos os envolvidos. Aqui no Flamengo a gente sempre procura acertar. E, se erramos, é tentando acertar. Agora sabemos que acertamos ao trazer você, Love, de volta para casa. Sabemos que seu DNA é rubro-negro. Isso vale qualquer esforço. Seja bem-vindo. Raça, Love e Paixão! Nós te amamos”, afirmou a mandatária, que passou o manto para o jogador.

Visivelmente emocionado, Vagner Love disse que não tem como explicar o sentimento ao retornar ao Flamengo. “Agradeço a minha mãe, minha irmã e minha mulher. Elas que aturaram, seguraram o meu estresse em acertar logo com o Flamengo. Hoje, concretizo meu sonho, que começou em 2010. Estou sentindo uma coisa que não dá para explicar. Para vestir essa camisa tem que amar, tem que gostar muito. Se puder, quero morrer aqui. Eu sou Flamengo de coração e sinto prazer em dizer isso. Não sei quantos anos terei pela frente, no clube, mas quero ficar para sempre. Dentro campo eu prometo batalhar muito, correr bastante. Sei que o pai de família deixa de comprar um leite, uma fralda para ir nos apoiar no estádio. Ele merece isso. No que depender de mim, vou trazer todos os títulos possíveis. Quero entrar para a história do Flamengo. E vou entrar”, disse, explicando que sentiu muita falta do carinho típico dos rubro-negros.

Depois da coletiva de imprensa, Vagner Love foi até os torcedores, que lotaram o Estádio de Remo do Flamengo, na Lagoa. Lá ele foi recepcionado com um foguetório e com muita festa.

Mais uma “baixa” no gol: Rogério Ceni será operado

Goleiro e capitão do São Paulo, Rogério Ceni não teve a melhora esperada das dores no ombro direito e precisará passar por cirurgia no local, revelou o clube em nota oficial nesta quinta-feira. Não foi estipulado o prazo para a recuperação do jogador de 39 anos, mas as avaliações feitas anteriormente davam conta de pelo menos seis meses parados caso a intervenção invasiva fosse necessária.

Rogério começou a sentir dores no local durante a pré-temporada e chegou a culpar o excesso de treinos. Os médicos do São Paulo tentaram evitar a operação, e o goleiro também pediu tempo para sentir se o incômodo diminuía. Mas a situação continuou a mesma, e o procedimento cirúrgico será realizado.

“Inicialmente tentamos o tratamento conservador, porém sabíamos que estas lesões frequentemente necessitam de intervenção cirúrgica, principalmente por se tratar de um atleta profissional, goleiro e que compete no mais alto nível de rendimento”, explicou o médico José Sanchez.

“Apesar da significativa melhora nos últimos dias, com o aumento da carga nos exercícios de fortalecimento, o Rogério voltou a apresentar uma piora no quadro de dor, fato que motivou a necessidade do procedimento cirúrgico, que irá ocorrer ao final desta semana. O período de afastamento será definido somente após a realização da artroscopia”, afirmou.

Ao site oficial do São Paulo, Ceni lamentou ter de passar pela cirurgia, mas demonstrou confiança numa breve recuperação e elogiou o trabalho da equipe no início da atual temporada.

“Mesmo sentindo uma considerável melhora desde sábado e ter ficado com uma expectativa muito grande de não precisar passar por cirurgia, nessa quarta-feira as dores voltaram a incomodar. Lamento não poder estar em campo com meus companheiros nesse início promissor, pois acredito que esse grupo voltará a fazer o São Paulo campeão. Não vejo a hora de voltar a atuar no Morumbi lotado e não medirei esforços para o mais rápido possível vestir novamente a camisa tricolor”.


Voltar

Deixe uma resposta


Mais notícias



18 maio 2018

Platini revela “pequeno esquema” na final da Copa do Mundo de 1998


17 abr 2018

CBF divulga entrada de 68 milhões de euros em transferências internacionais este ano


09 abr 2018

‘Pra mim, ele toca na bola, mas a decisão é sua’”. Veja explicação de lance polêmico na final paulista

Notícias


21 maio 2018

Após assinar com ArcelorMittal, JF Vôlei estuda parceria diferente com Sada


21 maio 2018

Acabou o amor? Torcedor cobra reforços e qualidade em derrota do Tupi


20 maio 2018

Que fase! Tupi perde a quarta na Série C


19 maio 2018

Missão cumprida! Tupi Futsal traz a vaga e pega o Corinthians


+ notícias

Toque de Bola


O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.

Desenvolvimento




Acesse

error: Conteúdo protegido.