22 jan 2012

Flu e Corinthians: maiores vencedores da Copinha decidem edição de 2012. Grandes estreiam com vitória no Campeonato Carioca. Coelho vira sobre a Raposa em jogo-treino no Parque do Sabiá



São Paulo (SP), 22 de janeiro de 2012

Os maiores vencedores da Copa São Paulo de Futebol Júnior vão decidir a edição 2012. Na manhã deste domingo, 22, o Fluminense goleou o Coritiba por 4 a 0 e vai enfrentar na decisão o Corinthians que, no sábado, atropelou o Atlético-PR por 6 a 0. O Tricolor tem cinco títulos da Copinha, enquanto que o Timão é o maior vencedor, com sete. Será que o Flu encosta no número de conquistas ou o Corinthians abre vantagem maior? A resposta será conhecida a partir das 10h de quarta-feira, 25, no Pacaembu.

Marcos Júnior comanda a vitória tricolor

O Fluminense goleou o Coritiba na segunda semifinal da Copa São Paulo por 4 a 0 e avançou para a final do principal torneio júnior do Brasil. Marcos Júnior entrou na área, deu um corte no zagueiro e fez o primeiro gol do Fluminense aos 22 min. Três minutos depois, o camisa 11 voltou a marcar com uma jogada parecida, mas dessa vez pelo lado direito da zaga, cortou o zagueiro e chutou no canto do gol.

O Coritiba sofreu com a lesão de seu homem de criação. Thiago Primão já era dúvida para a semifinal e sentiu dores na coxa durante a partida de hoje. O meia voltou do intervalo e, mesmo machucado, fez as melhores jogadas do clube paranaense.

No segundo tempo, o Coritiba voltou um pouco melhor, mas mesmo assim a equipe carioca marcou mais dois gols. Rafael Assis fez o terceiro e Rafinha fechou o placar com um golaço de fora da área aos 33min do segundo tempo.

Corinthians atropela o Atlético-PR

O Corinthians conseguiu de maneira arrasadora a vaga para a final da Copa São Paulo de Juniores. Em Jaguariúna neste sábado, 21, o time alvinegro não tomou conhecimento do Atlético-PR pela semifinal e conseguiu uma goleada incrível por 6 a 0. O atacante Douglas foi o artilheiro da partida, com três gols.

Dos seis gols corintianos, cinco foram marcados no primeiro tempo. A goleada não demorou a ganhar forma, e logo aos 3min o time paulista abriu o placar contra o Atlético-PR, que nas quartas de final havia despachado o Palmeiras e impedido um dérbi paulistano em Jaguariúna. De fora da área, Giovanni arriscou de perna esquerda e o goleiro Matheus Caldeira não conseguiu alcançar.

O atacante Douglas, que teve papel coadjuvante no gol de Giovanni, passou a brilhar no empolgado ataque do Corinthians contra uma frágil defesa rubro-negra. Assim, o camisa 9 aproveitou para receber um passe nas costas da marcação e tocou na saída do goleiro para ampliar aos 10min.

O meia Matheuzinho deixou o placar em 3 a 0 para o Corinthians aos 21min, depois de receber passe na área. Mas era Douglas quem se destacava no setor ofensivo corintiano, e o centroavante conseguiu mais dois gols ainda na etapa inicial. Aos 30min, contudo, ele contou com a sorte para fazer seu segundo no jogo, aproveitando rebote na pequena área de um chute de Leonardo, que havia batido na trave. Antes do intervalo, o camisa 9 recebeu bom passe na área e bateu com força para fazer o quinto.

A enorme diferença de gols permitiu que o Corinthians apenas administrasse o placar no segundo tempo. Com um ritmo muito mais devagar, o time alvinegro se deu ao trabalho de basicamente manter a posse de bola enquanto o cronômetro corria. Ainda assim, aos 12min, Giovanni dilatou a diferença para 6 a 0, após invadir a área.

Textos: www.terra.com.br

Mesmo sem os principais jogadores, Rubro-Negro e Tricolor goleiam na primeira rodada do Cariocão

Mesmo sem seus principais jogadores, Flamengo e Fluminense começaram com vitórias convincentes no Campeonato Carioca 2012. A equipe B do Rubro-Negro – o time principal está na Bolívia fazendo aclimatação para enfrentar o Real Potosí pela pré-Libertadores, na quarta-feira, 25 – derrotou, na noite de sábado, 21, o Bonsucesso, por 4 a 0.

Vitória e “homenagens” a Thiago Neves

O Flamengo B cumpriu seu papel e venceu o Bonsucesso por 4 a 0 em sua estreia no Campeonato Carioca, no Engenhão. Jael voltou a honrar o apelido de Cruel e marcou duas vezes. Camacho, com bela atuação, anotou o terceiro, e Adryan, que fez sua estreia oficial no time de cima, fechou o placar com um belo gol.

Com a vitória assegurada, a torcida hostilizou Thiago Neves, jogador do Fluminense. Em seguida, cantou o nome de Bottinelli, usando o grito que agraciava Thiago Neves: “Ah, é Bottinelli!”. Antes do início do jogo, a torcida do Flamengo viveu um momento diferente ao gritar nomes como João Felipe, Frauches, Marllon. Com a camisa 10, Bottinelli foi o mais saudado.

O Rubro-Negro, agora, volta todas as suas atenções para a pré-Libertadores. Na quarta-feira, o time enfrenta o Real Potosí, na Bolívia. Pelo Carioca, a equipe voltará a campo no sábado, diante do Macaé, no estádio Cláudio Moacyr.

Vitória no calor de Moça Bonita

Os principais jogadores não estiveram em campo, mas mesmo assim a torcida tricolor encheu a acanhada e quentíssima arquibancada de Moça Bonita, neste sábado, para gritar o nome de seus ídolos, especialmente o do recém-contratado e ausente Thiago Neves, e vibrar com a vitória do Fluminense na estreia no Campeonato Carioca: 3 a 0 sobre o Friburguense. A ensolarada tarde em Bangu foi de Araújo, Rafael Moura e Carleto, que marcaram os gols da vitória.

Jean e Wellington Nem – que veio das categorias de base do Flu mas fez sua primeira partida no time profissional, após empréstimo ao Figueirense – também tiveram boas atuações.

Vasco vence Americano por 2 a 0

O Vasco começou com o pé direito no Campeonato Carioca com a vitória por 2 a 0 sobre o Americano de Campos, no Moacyrzão, em Macaé, neste domingo, 22. O mando de campo era vascaíno, mas devido às obras em São Januário a partida acabou ocorrendo fora da Colina Histórica. Os gols do Cruz-Maltino foram marcados por Alecsandro e Fagner. Com o resultado, o Bacahlau fica empatado com os vencedores da primeira rodada: Boavista, Fluminense e Volta Redonda.

O Vascão entrou com poucas novidades se comparado ao ano passado. A única estreia dos jogadores contratados para está temporada foi a do lateral-esquerdo Thiago Feltri, vindo do Atlético-GO. O zagueiro Rodolfo, o meia argentino Abelairas e o atacante equatoriano Tenorio ainda não estão em condições de jogo.

A grande novidade vascaína foi o argentino Chaparro, que foi contratado em 2011, mas atuou pela primeira vez como titular neste jogo diante do Americano por causa da suspensão de Allan. Felipe, Eduardo Costa, Rômulo e Eder Luis ainda não estão a disposição do técnico Cristóvão Borges por estarem se recuperando fisicamente. Com isso, Fellipe Bastos e Nilton foram titulares na tarde deste domingo, com Juninho atuando na meia e Diego Souza como atacante, assim como ocorreu no final do Brasileirão de 2011.

Aos 30 minutos, o artilheiro da Colina não perdoou. O Reizinho deu um passe espetacular para Fagner, que cruzou para Alecsandro, dentro da pequena área, fazer o primeiro gol do Vascão no ano de 2012. Logo depois do tento, Thiago Feltri quase ampliou para a equipe vascaína, mas o goleiro Erivélton, ex-Vasco, conseguiu fazer a defesa.

O Cruz-Maltino ampliou a contagem aos 39 minutos com Fagner, depois de uma troca de passes muito envolvente. Juninho opta por uma cobrança curta da falta, tocando para Dedé, que viu o lateral-direito do Vascão entrando na área em velocidade e passou para o camisa 23 marcar o tento na saída do goleiro.

Loco Abreu perde pênalti, mas comanda vitória botafoguense

Assim como Fla, Flu e Vasco, o Botafogo também começou o Campeonato Carioca com vitória. O personagem principal da partida contra o Resende foi o centroavante Loco Abreu, que ficou perto de também ser o vilão. Abreu perdeu um pênalti na primeira etapa, mas, marcou dois gols a ajudou o Botafogo a vencer o Resende por 3 a 1 em seu primeiro compromisso no Estadual. O jogo marcou também as estréias do técnico Oswaldo de Oliveira e de Andrezinho.

Aos 26 minutos, Andrezinho foi derrubado na área. Pênalti. Loco Abreu foi para a bola, mas Mauro interceptou a cobrança. Quatro minutos mais tarde, ele mesmo abriu o placar ao escorar de cabeça. No fim da primeira etapa, Emerson chutou para deixar tudo igual.

A vitória botafoguense começou a se confirmar aos 23 minutos da segunda etapa, quando Maicosuel aproveitou rebatida do goleiro para colocar o Fogão em vantagem. Um minuto depois, Loco Abreu usou a cabeça mais uma vez para fechar o placar.

Outros resultados
Olaria 0 x 1 Nova Iguaçu – Rua Bariri
Madureira 1 x 0 Macaé – Conselheiro Galvão
Boavista 3 x 1 Duque de Caxias – Bacaxá – Domingo: 17h
Bangu 1 x 2 Volta Redonda – Moça Bonita – Domingo: 17h

Coelho vira sobre a Raposa em jogo-treino no Parque do Sabiá

Após ser derrotado pelo Uberlândia, o América-MG se redimiu e conquistou uma vitória de virada sobre o Cruzeiro, em jogo-treino realizado na tarde deste domingo, 22, em Uberlândia. A partida foi bastante disputada. Rodriguinho, Adeílson e Bruno Meneghel marcaram para o Coelho, enquanto Wellington Paulista deixou sua marca duas vezes.

O Cruzeiro mandou a campo três dos novos contratados: Gilson, Marcelo Oliveira e Diego Arias. A dupla de ataque foi formada por dois jogadores com características de jogo semelhantes, já que Wellington Paulista e Anselmo Ramon são homens de área. O meia argentino Montillo, que era cobiçado por São Paulo e Corinthians, atuou normalmente.

O América-MG também promoveu suas estreias. Givanildo Oliveira escalou no time titular os recém-contratados Rodrigo Heffner e Pará, além do volante Moisés, que voltou de empréstimo para o Boa Esporte. O Coelho também foi para o jogo com dois atacantes de área, Alessandro e Fábio Júnior.

O primeiro tempo foi equilibrado. O América-MG começou melhor e o Cruzeiro equilibrou as forças nos minutos finais. Rodriguinho abriu o placar para o Coelho e Wellington Paulista virou o jogo, marcando duas vezes, uma de pênalti. Ambas as jogadas tiveram a assinatura de Montillo.

O segundo tempo foi de testes. No Cruzeiro entraram Rudinei, que saiu contundido para a entrada de Amaral, Sebá, Wallyson, Everton, Bobô, Thiago Carvalho e Mateus. No América-MG não foi diferente. Entraram Bryan, Kaio, Adeílson, Bruno Meneghel, Gilberto, Patrick, Lula e Davi Ceará.

Numa arrancada do experiente Adeílson que saiu o empate do América-MG. A virada também saiu dos pés de Adeílson, que sofreu pênalti bem batido por Bruno Meneghel, já nos acréscimos.

Texto: www.globoesporte.com


Voltar

Deixe uma resposta


Mais notícias



21 fev 2018

Copa do Brasil: Flu e São Paulo decidem fora de casa na terceira fase


07 fev 2018

Comissão Técnica da seleção divulga escala de jogos e treinos no Brasil e na Europa


05 fev 2018

Com grama artificial e mando “vendido”, mas sem árbitro de vídeo, Série A tem tabela divulgada

Notícias


21 fev 2018

Tupi x Atlético em JF: ingressos, transporte, acesso, estacionamento


20 fev 2018

Módulo 2: Jajá brilha, NAC lidera, juiz-forano apita e Baeta divulga preços


19 fev 2018

Que salto foi esse? Tupi sai da escuridão da lanterna para a luz das quartas


19 fev 2018

JF Vôlei tem semana de desafios seguidos em busca da reação na Superliga


+ notícias

Toque de Bola


O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.

Desenvolvimento




Acesse

error: Conteúdo protegido.