19 dez 2011

Conmebol divulga terceira versão da tabela da Copa Libertadores: Flu e Fla com novo caminho a percorrer. Lei Geral da Copa muda de novo. Ex-árbitro e policial, Djalma Beltrami é preso em operação da Polícia Civil no Rio



Juiz de Fora (MG), 20 de dezembro de 2011

De acordo com matéria publicada no site www.globo.com, a Conmebol divulgou, na noite de segunda-feira, 19, a terceira versão da tabela de jogos da fase de grupos da Taça Libertadores. Todos os grupos pares tiveram a ordem de suas partidas alterada pela entidade. Desta forma, Corinthians (grupo 6), Fluminense (grupo 4) e Flamengo (se passar pelo Real Potosí, na fase preliminar, vai integrar o grupo 2) têm agora um novo caminho a percorrer.

O Corinthians, que estrearia contra o Nacional-PAR na capital paulista, agora vai fazer sua primeira partida contra o Deportivo Táchira, na Venezuela. Já o Fluminense, que jogaria pela primeira vez contra o Boca Juniors, no Engenhão, passa a fazer sua estreia contra o vencedor do confronto preliminar 1 (Arsenal-ARG ou Sport Huncayo-PER), também no Rio.

Se passar pela fase prévia, o Flamengo estreia na fase de grupos em jogo na Argentina, contra o Lanús. Antes, a estreia prevista era contra o Emelec-EQU, no Rio.

Pré-Libertadores:
25/01 – Real Potosí (BOL) x Flamengo
01/02 – Flamengo x Real Potosí (BOL)
25/01 – Inter x Once Caldas ou Millinarios (COL)
01/02 – Once Caldas ou Millonarios (COL) x Inter

Fase de grupos:
Grupo 1 – se o Inter passar da pré-Libertadores
Bolívia 2 x Santos
Inter x Juan Aurich (PER)
Santos x Inter
Juan Aurich (PER) x Santos
Inter x Bolívia 2
Santos x Juan Aurich (PER)
Bolívia 2 x Inter
Santos x Bolívia 2 (aparentemente, o correto seria Inter x Santos)
Santos x Bolívia 2
Juan Aurich (PER) x Inter

Grupo 2 – se o Flamengo passar da pré-Libertadores
Lanús (ARG) x Flamengo
Flamengo x Emelec (EQU)
Flamengo x Olimpia (PAR)
Olimpia (PAR) x Flamengo
Emelec (EQU) x Flamengo
Flamengo x Lanús (ARG)

Grupo 4
Fluminense x Arsenal (ARG) ou Sport Huncayo (PER)
Boca Juniors (ARG) x Fluminense
Fluminense x Zamora (VEN)
Zamora (VEN) x Fluminense
Fluminense x Boca Juniors (ARG)
Arsenal (ARG) ou Sport Huncayo (PER) x Fluminense

Grupo 5
Vasco x Nacional (URU)
Vasco x Alianza (PER)
El Nacional (EQU) ou Libertad (PAR) x Vasco
Vasco x El Nacional (EQU) ou Libertad (PAR)
Alianza (PER) x Vasco
Nacional (URU) x Vasco

Grupo 6
Deportivo Táchira (VEN) x Corinthians
Corinthians x Nacional (PAR)
Cruz Azul (MEX) x Corinthians
Corinthians x Cruz Azul (MEX)
Nacional (PAR) x Corinthians
Corinthians x Deportivo Táchira (VEN)

Nova mudança na Lei Geral da Copa

O relator da Lei Geral da Copa, deputado Vicente Cândido (PT-SP), alterou novamente seu parecer e defenderá agora a suspensão do direito a meia-entrada dos idosos durante os eventos da Fifa, a Copa das Confederações em 2013 e a Copa do Mundo em 2014, em troca da inclusão deles na chamada “cota social” da venda de ingressos. A nova versão do texto será apresentada nesta terça-feira, quando a comissão da Câmara que discute o projeto fará nova tentativa de votação.

O vaivém na questão dos idosos começou no envio do projeto ao Congresso. O governo federal avisou que não suspenderia a validade do Estatuto do Idoso para cancelar o direito a meia-entrada de quem tem mais de 60 anos. Após proposta da Fifa, porém, Vicente Cândido incluiu os idosos na chamada “cota social” e propôs a suspensão da meia-entrada para eles.

Nesta categoria exclusiva de ingressos, os bilhetes serão vendidos a cerca de US$ 25,00, sendo que estudantes, indígenas e beneficiários do programa Bolsa Família também teriam direito a comprá-los. Não haveria, porém, entradas disponíveis para a abertura da Copa. E a Fifa teria como única exigência reservar 300 mil unidades para esta categoria, 10% da carga total da Copa.

Na semana passada, porém, o relator foi enquadrado pelo Palácio do Planalto. O governo não gostou da proposta de suspensão de uma lei federal, como é o Estatuto do Idoso, para atender a uma exigência da Fifa. Por isso, Vicente Cândido anunciou, na ocasião, que o direito a meia-entrada para idosos estaria assegurado, mas os excluiu da “cota social”.

A mudança foi mal recebida, porque, apesar de ter o direito à meia-entrada para todos os jogos, os idosos acabariam pagando mais caro, uma vez que o preço de ingresso na Copa pode chegar a US$ 900,00. Por isso, o relator retomará sua proposta anterior, sem meia-entrada e com cota social para quem tem mais de 60 anos. “Estamos preocupados com idosos pobres, não com os ricos. Do jeito que estava, acabava penalizando os pobres”, explicou Vicente Cândido.

O relator está ainda fazendo novos ajustes no texto, mas promete não mexer em questões polêmicas do projeto, como a venda de bebidas alcoólicas nos estádios. Ele vai propor a permissão do comércio apenas nos eventos da Fifa e a possibilidade de venda em copos de papelão para os torcedores poderem beber nas arquibancadas. Manterá também a previsão de férias escolares durante a Copa de 2014, mas sem fixar uma data para o calendário escolar.

  Árbitro preso

O ex-árbitro Djalma Beltrami, que comandava o 7º Batalhão da Polícia Militar em São Gonçalo, no Rio de Janeiro, foi preso na operação “Dezembro Negro, comandada pela Polícia Civil nesta segunda-feira. Policial de ofício, ele e parte dos seus subordinados são acusados de receber propinas de traficantes do Morro da Coruja para liberação do comércio de drogas na comunidade.

A operação conjunta com a Corregedoria Geral Unificada (CGU) executou 11 mandados de prisão contra traficantes e 13 contra policiais militares, entre eles Djalma Beltrami. O ex-árbitro, que aposentou-se no meio deste ano, havia assumido o comando do 7º BPM há apenas três meses. Seu antecessor, Cláudio Luiz de Oliveira, havia deixado o cargo após ser acusado de participação no assassinato da juíza Patrícia Acioli, executada após tentar combater o crime organizado carioca.

Segundo a assessoria de comunicação da Polícia Civil, Djalma Beltrami já foi preso e seu processo deve seguir os trâmites da Polícia Militar, corporação à qual ele pertence. O grupo do ex-árbitro teria negociado o pagamento de quantias entre R$ 5 mil e R$ 10 mil por parte de traficantes para que o comércio de drogas seguisse funcionando normalmente. Além disso, os policiais corruptos ainda teriam negociado a liberação de bailes funk na região.

Nos últimos anos, Djalma Beltrami se tornou figura conhecida dos torcedores de futebol, apitando jogos da Série A até o meio deste ano, quando resolveu se aposentar. Em entrevista ao UOL Esporte, chegou a dizer que “ficaria para a história” por sua atuação no jogo entre Grêmio e Náutico, em 2005, na chamada Batalha dos Aflitos, quando o time gaúcho venceu fora de casa sem quatro jogadores, expulsos.

Beltrami havia participado de operações importante da Polícia Militar carioca recentemente. Ele foi o comandante da operação que tomou o Complexo do Alemão da mão dos traficantes, em novembro de 2010. Neste ano, havia participado da operação policial na contenção do massacre de Realengo, quando 12 crianças foram assassinadas em uma escola pública.

Yokohama, Japão, 18 de dezembro de 2011: o dia que o Barça ensinou futebol ao Santos

“Foi uma aula. O Barcelona ensinou como jogar futebol. Para nós, fica a satisfação de ser o segundo melhor time do mundo”. Com essas frases, o craque santista Neymar definiu, pouco depois de encerrada a partida, os 4 a 0 aplicados pelo Barcelona sobre a equipe praiana, na final do Mundial de Clubes em Yokohama, no Japão. Na decisão do terceiro lugar, na preliminar, o Al Sadd, do Katar, derrotou Kashiwa Reysol, do Japão, nos pênaltis (5 a 4), depois de empate em 0 a 0 no tempo regulamentar.

Veja matéria publicada no site da ESPN Brasil:

O talento inidividual de Neymar e Ganso não foi páreo para o fantástico time do Barcelona, e o Santos voltará para o Brasil sem o tri mundial. Neste domingo, no Estádio Internacional de Yokohama, os campeões da Europa deram espetácul, golearam por 4 a 0 o e levaram o segundo título mundial – o primeiro veio em 2009, sobre o Estudiantes. Esta foi a maior goleada da história dos mundiais desde 1961, quando o Peñarol venceu o Benfica por 5 a 0.

Logo no primeiro tempo os catalães não deixaram dúvidas sobre quem era o melhor time do planeta e, como de costume, seguraram a bola nos pés. Os gols saíram com naturalidade. Com Messi, Iniesta e Fábregas, no primeiro tempo. Na etapa final, Messi encerrou o show.

No duelo Neymar x Messi, o argentino ganhou por nocaute. Enquanto o atleta do Barça fez dois golaços e criou a jogada de outro com passe genial de calcanhar, o brasileiro pouco tocou na bola e foi mal nas três chances que teve de finalizar: exagerou no drible e acabou desarmado, cabeceou para fora e perdeu gol cara a cara.

Apesar da derrota, os quase 4 mil santistas que assistiram à partida no Japão terminaram o jogo cantando o nome do time com o peito inflado. Afinal de contas, o Alvinegro ainda é tricampeão da América.

 O jogo

Os times entraram com formações pouco usuais. O Barça entrou em campo só com dois atacantes de ofício, Fábregas e Messi, mas Daniel Alves atuou como um ponta. No Santos, Léo subsituiu Elano e a equipe atuou no 3-5-2.

Como era de se esperar, o Barcelona monopolizou a posse de bola nos primeiros minutos de partida e não deixou o time brasileiro jogar. Mas aos sete minutos o Santos levantou os japoneses da cadeira com um envolvente contra-ataque. Borges clareou bem o jogo com Ganso pela esquerda e o meia tocou para Neymar. O atacante tirou Puyol da jogada, mas tentou outro drible e acabou perdendo a bola.

Os espanhóis deram a resposta na sequência. Fábregas fez jogada em velocidade e tabelou com Thiago Alcântara, que caiu pedindo pênalti. O banco de reservas do Barça se revoltou com a decisão do juiz, que mandou o jogo seguir.

Guardiola e seus comandados se levantaram outras vez aos 12 minutos, mas desta vez para lamentar a chance clara de gol perdida pelo time. Messi passou por dois e chutou colocado. Rafael espalmou estranho, e Thiago chutou em cima do goleiro no rebote.

Não deu para evitar o golaço de Messi aos 17. Xavi dominou de letra e lançou da entrada da área. Durval deixou a bola passar, e o argentino deu um leve toque, encobrindo Rafael.

O domínio se ampliou a partir dali, e o Santos não viu mais a cor da bola. Aos 23, depois de a bola rodar de pé em pé com os homens de azul e grená, Daniel Alves passou da direita, Bruno Rodrigo chegou atrasado, e Xavi completou para a rede.

Os brasileiros mostraram que estavam vivos quatro minutos depois, quando Ganso achou Borges dentro da área, e o atacante chutou cruzado para boa defesa de Valdés. Mas os espanhóis mostraram novamente quem mandava em campo com uma bola carimbada na trave por Thiago Alcântara.

Para completar o mau primeiro tempo santista, o lateral direito Danilo sentiu dores nas costas e se despediu do clube de forma forçada aos 30 minutos de jogo, sendo substituído por Elano. Danilo vai defender o Porto em 2012. Ainda deu tempo de Messi passar de calcanhar, Dani Alves cruzar e Fábregas fazer de cabeça no rebote. O Barça deu show nos 45 minutos iniciais.

No 45 restantes, o quarto poderia ter saído com menos de um minuto de jogo. Edu Dracena cochilou, Messi rolou para Fábregas, mas Rafael fez boa defesa. Neymar perdeu a chance de diminuir em seguida ao cabecear longe da meta após cruzamento de Borges.

Também de cabeça, Daniel Alves desperdiçou um gol ainda mais claro quando Messi fez fila, e Fábregas cruzou da esquerda. Com o gol aberto, o lateral direito da seleção brasileira cabeceou para o lado. Messi também bobeou ao chutar em cima de Rafael cara a cara com o goleiro.

O festival de gol perdidos continuou e foi a vez de Borges errar ao demorar para fazer a finalização pelo lado esquerdo. Na sequência, Ganso deixou Neymar na frente de Valdés, mas a jovem estrela bateu nos pés de Valdés. Messi fechou o desfile catalão com chave de outro aos 37, driblando Rafael e rolando para a rede.

 FICHA TÉCNICA

SANTOS-BRA 0 x 4 BARCELONA-ESP

Local: Estádio Internacional de Yokohama (Japão)

Data: 18 de dezembro de 2011 (quinta-feira)

Horário: 8h30 (de Brasília)

Árbitro: Ravhan Irmatov (Uzbequistão)

Assistentes: Abdukhamidullo Rasulov (Uzbesquistão) e Bakhadyr Kochkarov (Quirguistão)

Cartões amarelos: Piqué (BAR) e Edu Dracena (SAN)

Gols: Messi, aos 16min, Iniesta, aos 23min e Fábregas, aos 45min do primeiro tempo, e Messi, aos 37min do segundo tempo

SANTOS: Rafael; Edu Dracena, Bruno Rodrigo e Durval; Danilo (Elano), Henrique, Arouca, Paulo Henrique Ganso (Ibson) e Léo; Neymar e Borges (Alan Kardec)

Técnico: Muricy Ramalho

BARCELONA: Valdés; Daniel Alves, Puyol, Piqué e Abidal; Busquets, Xavi, Thiago Alcântara (Pedro) e Iniesta; Messi e Fábregas

Técnico: Josep Guardiola

Texto: www.espn.com.br


Voltar

Deixe uma resposta


Mais notícias



05 dez 2017

Tupi aparece em 46º lugar em ranking atualizado da CBF. Palmeiras e Cruzeiro empatados na liderança


01 dez 2017

Brasil pega Suíça, Costa Rica e Sérvia em primeira fase “cansativa” na Copa do Mundo. Veja tabela completa


20 out 2017

Partiu Rússia? Danilo Luiz, de Bicas, é novamente convocado para defender a seleção brasileira

Notícias


11 dez 2017

Henrique Furtado reforça Cruzeiro na Polônia e não dirige JF Vôlei contra Corinthians


11 dez 2017

Copa Zico Verão Juiz de Fora: resultados e galeria de fotos


11 dez 2017

Ibitipoca Off Road abre inscrições para prova de 2018 já nesta quarta-feira


09 dez 2017

Copa Zico Verão Juiz de Fora é atração no Centro de Futebol Zico. Com novidades extra-campo!


+ notícias

Toque de Bola


O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.

Desenvolvimento




Acesse

error: Conteúdo protegido.