12 out 2011

Com raça e belos gols de Ronaldinho e Marcelo, Brasil faz 2 a 1 no México. Brasileirão: Botafogo vence o Corinthians e Fla só empata



Torreón, México, 13 de outubro de 2011

A seleção brasileira, mais uma vez, não foi brilhante. O novo ataque, com Neymar, Lucas e Hulk, criou poucas chances. Na renovada equipe de Mano Menezes, foram dois velhos conhecidos que comandaram a virada por 2 a 1 contra o México em Torreón.

Depois de um primeiro tempo ruim em que poderia ter sofrido mais do que o gol contra de David Luiz – Jefferon pegou até pênalti – a seleção aproveitou as chances que teve na segunda etapa.

Primeiro, com Ronaldinho, que encerrou um tabu de quase quatro anos sem marcar com a camisa amarela. O último gol do gaúcho havia sido na goleada de 5 a 0 sobre o Equador, em 17 de outubro de 2007. Nesta terça, ele fez de falta, uma de suas especialidades.

O segundo gol, o da virada, foi de Marcelo. O lateral do Real Madrid, que chegou a ser afastado da seleção por indisciplina, mostrou por que foi readmitido como dono da posição. Bem no ataque, ele marcou após tabela com Neymar, já dentro da área mexicana, aos 38 da segunda etapa.

 O jogo

O treinador Mano Menezes optou por levar a campo uma seleção sem centroavante. Com HUlk ao lado de Neymar e Lucas, a ideia era ter um ataque com maior movimentação, sem uma referência de área. A estratégia não deu certo no início da partida. Hulk, Lucas e Neymar corriam para o mesmo lado do campo, ainda sem entrosamento.

O México, por outro lado, criava boas jogadas pelas pontas. Em uma delas, aos 10 minutos, os anfitriões abriram o placar. Pablo Barrera avançou pela direita e tentou cruzar para o meio da área. A bola desviou em David Luiz e entrou, sem chances para o goleiro Jefferson.

Em desvantagem no placar, a seleção brasileira acordou. E, na primeira jogada do novo trio de ataque, quase saiu um golaço. Aos 16 minutos, Neymar tabelou com Hulk na entrada da área, recebeu passe de calcanhar e chutou por sobre o gol defendido por Oswaldo Sanchéz, o veterano goleiro que era o grande homenageado da noite.

Nos minutos seguintes, a seleção brasileira ainda levou perigo em duas cobranças de falta. A primeira, de Ronaldinho Gaúcho, foi afastada por Oswaldo Sánchez; a segunda, com Daniel Alves, passou por sobre o gol.

Grande novidade na seleção de Mano para o confronto em Torreón, Hulk era quem mais se movimentava no ataque. Aos 29, o jogador do Porto recebeu passe na esquerda, livrou-se de um marcador e chutou cruzado. A bola, mais uma vez, parou nas mãos de Sánchez. Três minutos depois, o atacante foi acionado por Marcelo e deu mais um chute, desta vez para fora.

Aos 42 minutos, quando o jogo estava parelho, o México teve a grande chance de ampliar na primeira etapa. Daniel Alves fez pênalti infantil em Chicharito Hernández e foi expulso. Na cobrança, Andrés Guardado teve seu chute defendido pelo goleiro Jefferson.

Na segunda etapa, Mano colocou Adriano em lugar de Lucas, para recompor a defesa. O lateral do Barcelona passou a ocupar a posição de Daniel Alves, enquanto Neymar e Hulk passaram a formar a dupla de ataque da seleção brasileira.

Com um jogador a menos e os atacantes mais longe do gol, o Brasil passou a apostar em jogadas de contra-ataque e avanços pelas laterais. Em um deles, aos 5 minutos, Marcelo encontrou Neymar na entrada da área; o santista chutou fraco, nas mãos de Oswaldo Sánchez.

O perigo de sofrer o gol de empate fez os mexicanos acordarem novamente. Aos 9 minutos, Salcido arriscou de fora da área. A bola passou muito perto do gol defendido por Jefferson.

A seleção brasileira continuava sem mostrar brilho e dependia de lances isolados e bolas paradas. Aos 18 minutos, em cobrança de falta, Ronaldinho levou perigo, mas Sánchez novamente apareceu para defender e levantar a torcida. O goleiro, jogador do Santos Laguna, de Torreón, é o grande ídolo local. Aos 25, ele foi aplaudido mais uma vez, ao pegar um chute fraco de Ronaldinho.

Mas o Gaúcho ainda brilharia, e justamente em uma cobrança de falta. Aos 33 minutos, ele cobrou com perfeição, sem dar chances ao goleiro Oswaldo Sánchez, o grande homenageado da noite.

O gol abalou os mexicanos. Cinco minutos depois, Neymar tabelou com Marcelo. Na cara do gol, o lateral-esquerdo soltou uma bomba, virando o jogo em Torreón.

FICHA TÉCNICA:

MÉXICO 1 x 2 BRASIL

Local: Estádio Corona, em Torreón, no México

Data: 11 de outubro de 2011, terça-feira

Horário: 22h30 (de Brasília)

Árbitro: Marlon Mejía (El Salvador)

Cartões amarelos: Lucas Leiva (Brasil); Rafa Márques, Hernández, Juárez, Salcido e Nilo (México) Cartões vermelhos: Daniel Alves (Brasil);

Gols:

MÉXICO: David Luiz (contra), aos dez minutos do primeiro tempo.

BRASIL: Ronaldinho, aos 34, Marcelo, aos 38 minutos do segundo tempo

MÉXICO: Sánchez (Talavera); Nilo (Moreno), Rafa Márquez, Rodriguez e Salcido; Castro, Juárez (Pérez), Guardado e Barrera (Andrade); Giovanni dos Santos (Peralta) e Hernández.

Técnico: José Manuel de la Torre

BRASIL: Jefferson; Daniel Alves, Thiago Silva, David Luiz e Marcelo; Lucas Leiva, Fernandinho e Ronaldinho Gaúcho (Hernanes); Lucas (Adriano), Hulk (Jonas) e Neymar (Elias)

Técnico: Mano Menezes

Eliminatórias Sul-americanas da Copa: Venezuela bate a Argentina pela primeira vez

A vitória da Venezuela sobre a Argentina, por 1 a 0, foi o resultado mais surpreendente da segunda rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo. O gol foi marcado pelo zagueiro Amorebieta, de cabeça, aos 16 minutos do segundo tempo. No retrospecto entre as duas seleções, eram 18 vitórias argentinas em 18 partidas.

Os outros resultados foram: Bolívia 1×2 Colômbia, Chile 4×2 Peru e Paraguai 1×1 Uruguai (os paraguaios empataram no último minuto). O Uruguai lidera com 4 pontos. Com 3 pontos, estão Argentina, Equador Colômbia, Peru, Chile e Venezuela. Paraguai soma um ponto e a Bolívia ainda não pontuou em duas partidas.

Nova crise no Palmeiras: jogador João Vitor é agredido e Kleber, afastado

O atacante Kleber não viajou com a delegação para o Rio de Janeiro, onde o Palmeiras enfrentaria o Flamengo na noite desta quarta-feira. A informação foi confirmada pelo próprio assessor de imprensa do clube, Fábio Finelli.

Após a agressão de torcedores ao volante João Vitor, os jogadores do Palmeiras se disseram aterrorizados e decidiram não viajar na noite desta quarta, como estava programado. Kleber teria se envolvido em discussão, e irritado o técnico Luiz Felipe Scolari. Segundo informações do UOL, o treinador havia até ameaçado entregar o cargo caso o atacante não fosse afastado.

Depoimento

Após ser agredido por torcedores, o volante João Vitor passou o início da madrugada desta quarta-feira prestando depoimentos no 7ª DP, no bairro da Lapa, zona oeste de São Paulo. O jogador esteve acompanhado pelo advogado do Palmeiras, André Sica. Ao contrário do prometido inicialmente, não haverá entrevista coletiva nesta quarta para explicar o ocorrido. Uma versão oficial só será dada na quinta-feira, após a partida contra o Flamengo. O motivo: preservar a imagem do atleta.

“O Palmeiras vai segurar um pouco a versão oficial porque temos um jogo muito importante e estamos focados nele. Após o jogo todo o procedimento vai ser feito, exame de corpo delito, entre outras coisas. Nesse momento, vamos manter essa conduta. Com o desenrolar das investigações, daremos maiores detalhes”, afirmou André Sica ainda no 7º DP.

Um torcedor, identificado apenas como Wellington, também esteve no departamento de polícia para prestar queixa, alegando ter sido agredido por João Vitor. As duas versões são opostas. “O João Vitor sofreu provocações e cobranças, e isso desencadeou um bate-boca e agressões. É o que posso dizer agora”, disse Sica

O volante João Vitor, do Palmeiras, foi agredido por um grupo de pessoas em frente a sede do clube na rua Turiassu, na zona oeste de São Paulo, no fim da tarde desta terça-feira. O jogador estava acompanhando de outros dois amigos enquanto comprava camisas na loja oficial palmeirense

Agora, a Polícia Militar está investigando junto a uma das torcidas organizadas do Palmeiras para apurar o caso. O carro do jogador também foi atacado, e teria dado início à discussão com o atleta. O jogador, porém, não sofreu ferimentos mais graves.

Os policiais também encontraram pedaços de madeira no local. O jogador foi encaminhado para a área médica do centro de treinamento do clube e depois para o hospital São Camilo.

O Palmeiras tem, inclusive, um histórico recente de confusões entre jogadores e torcida. Em 2009, na reta final do Campeonato Brasileiro, o atacante Vagner Love também se envolveu em caso parecido em frente uma agência bancária próxima ao clube. Neste ano, o volante Marcos Assunção bateu boca com torcedores no aeroporto de Porto Alegre. Anos atrás, cena parecida aconteceu com o técnico Vanderlei Luxemburgo, que quebrou o braço em confusão no aeroporto de Congonhas.

Botafogo vence com show no primeiro tempo

Pela 29ª rodada do Brasileiro, um belo primeiro tempo, quando marcou duas vezes, com Loco Abreu e Maicosuel, e ainda teve um gol mal anulado de Marcelo Ferreira, garantiu ao Botafogo a vitória por 2 a 0 sobre o Corinthians nesta quarta-feira, 12, no Pacaembu. Nem a expulsão de Cortês, aos 15 do segundo tempo, e  a pressão corintiana, com mais de 20 escanteios, abalaram a equipe carioca, que manteve o resultado sem sofrer gol. Até Adriano foi lançado, mas, fora de forma, não levou perigo ao goleiro Renan, outro destaque na segunda etapa.

Com o resultado, o Botafogo está a somente dois pontos do Corinthians, e o time carioca ainda tem um jogo atrasado a cumprir, contra o Santos, no próximo dia 19.

No Engenhão, o Flamengo só empatou com o Palmeiras em crise. Os gols surgiram no segundo tempo. Thiago Neves fez 1 a 0 e, pouco depois, Maikon Leite empatou. Na entrevista coletiva, o técnico da equipe paulista, Felipão, confirmou que Kleber não joga mais no Palmeiras enquanto ele for o comandante.

Na Bahia, Bahia e Cruzeiro empataram em 0 a 0.

Mais cedo, os resultados foram: São Paulo 0x0 Internacional, América Mineiro 4×1 Ceará, Grêmio 1×3 Figueirense e Avaí 2×2 Atlético-GO. Os destaques foram os belos gols de Wellington Nem, o terceiro do Figueirense, e de Vitor Júnior, o segundo do Atlético Goianiense.

Nesta quinta, o complemento da rodada tem partidas às 20h30: Atlético-PR x Vasco, Fluminense x Coritiba e Atlético Mineiro x Santos.

Textos seleção e João Vítor: www.espn.com.br

Equipe PG J V E D GP GC SG
1 CORINTHIANS  CORINTHIANS 71 38 21 8 9 53 36 17
2 VASCO/RJ  VASCO/RJ 69 38 19 12 7 57 40 17
3 FLUMINENSE/RJ  FLUMINENSE/RJ 63 38 20 3 15 60 51 9
4 FLAMENGO/RJ  FLAMENGO/RJ 61 38 15 16 7 59 47 12
5 INTERNACIONAL  INTERNACIONAL 60 38 16 12 10 57 43 14
6 SÃO PAULO/SP  SÃO PAULO/SP 59 38 16 11 11 57 46 11
7 FIGUEIRENSE/SC  FIGUEIRENSE/SC 58 38 15 13 10 46 45 1
8 CORITIBA/PR  CORITIBA/PR 57 38 16 9 13 57 41 16
9 BOTAFOGO/RJ  BOTAFOGO/RJ 56 38 16 8 14 52 49 3
10 SANTOS/SP  SANTOS/SP 53 38 15 8 15 55 55 0
11 PALMEIRAS/SP  PALMEIRAS/SP 50 38 11 17 10 43 39 4
12 GRÊMIO/RS  GRÊMIO/RS 48 38 13 9 16 49 57 -8
13 ATLÉTICO/GO  ATLÉTICO/GO 48 38 12 12 14 50 45 5
14 BAHIA/BA  BAHIA/BA 46 38 11 13 14 43 49 -6
15 ATLÉTICO/MG  ATLÉTICO/MG 45 38 13 6 19 50 60 -10
16 CRUZEIRO/MG  CRUZEIRO/MG 43 38 11 10 17 48 51 -3
17 ATLÉTICO/PR  ATLÉTICO/PR 41 38 10 11 17 38 55 -17
18 CEARÁ/CE  CEARÁ/CE 39 38 10 9 19 47 64 -17
19 AMÉRICA/MG  AMÉRICA/MG 37 38 8 13 17 51 69 -18
20 AVAÍ/SC  AVAÍ/SC 31 38 7 10 21 45 75 -30



Voltar

Deixe uma resposta


Mais notícias



20 out 2017

Partiu Rússia? Danilo Luiz, de Bicas, é novamente convocado para defender a seleção brasileira


20 out 2017

Mano Menezes renova contrato por dois anos com Cruzeiro


19 out 2017

CBF anuncia “dindim” do Brasileirão: campeão leva R$ 18 milhões e 16º lugar terá R$ 744 mil

Notícias


20 nov 2017

Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude


17 nov 2017

Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária


16 nov 2017

Tupi confirma volta de Sidimar e anuncia que tem 22 jogadores contratados


16 nov 2017

JF Vôlei faz promoção de ingressos para domingo. Furtado espera crescimento do setor ofensivo


+ notícias

Toque de Bola


O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.

Desenvolvimento




Acesse

error: Conteúdo protegido.