05 set 2011

Damião dá vitória à seleção, que já tem nova lista. “Pum” não cheira bem no Fla, e Abel fica no Flu



Londres, 5 de setembro de 2011

Foi uma atuação regular, instável, com alguns momentos de brilho e outros nem tanto. Mesmo assim, o Brasil venceu Gana, por 1 a 0, em amistoso realizado nesta segunda-feira, no Craven Cottage, em Londres. Com gol de Leandro Damião, a seleção voltou a ganhar após dois jogos.

Nas duas últimas partidas, a equipe do técnico Mano Menezes havia empatado com o Paraguai, por 0 a 0, fracassando na Copa América (foi derrotado nos pênaltis), e perdeu para a Alemanha, por 3 a 2.

O Brasil enfrentou um rival que não contou com a força máxima e foi fragilizado por uma expulsão aos 32 minutos do primeiro tempo. Era a chance de uma reabilitação honrosa, mas a magra vitória foi garantida em uma das poucas jogadas trabalhadas em campo. Pelo menos, Leandro Damião pôde mostrar seu faro de artilheiro e deixou o gramado como herói da seleção.

Em compensação, o amistoso foi marcado por vários momentos de apreensão. Os jogadores brasileiros foram vítimas de várias entradas violentas. Curiosamente, o principal problema físico foi de Ganso, uma lesão muscular sem a participação de nenhum adversário.

De volta ao time verde-amarelo após quase um ano, Ronaldinho Gaúcho não foi brilhante, mas deixou boa impressão principalmente no fim, quando deu um belo passe para Alexandre Pato e quase marcou um gol de falta no estádio do Fulham, levando a torcida brasileiro ao delírio.

Agora, o Brasil volta a jogar contra o seu principal rival em dose dupla. Nos dias 14 (em Córdoba-ARG) e 28 (Belém-PA), a Seleção enfrenta a Argentina, em um torneio classificado como Superclássico das Américas, a antiga Copa Rocca. Nestes confrontos, Mano Menezes irá usar apenas atletas que atuam no país.

O Jogo – A seleção brasileira iniciou o amistoso em Londres confusa em seu sistema defensivo. Em jogadas pelas laterais e chutes de longa distância, Gana trazia apreensão ao goleiro Júlio César. Para piorar a situação, o Brasil sofreu uma baixa com apenas nove minutos.

Esperança de criação no setor ofensivo, Ganso sentiu uma contusão na coxa e deixou o gramado. Para reforçar a marcação, Mano Menezes colocou uma peça de maior movimentação e menos habilidade: Elias.

O jogo apresentava lances exageradamente ríspidos para um amistoso. Em 32 minutos, Gana conseguiu levar três cartões. Dois foram para o lateral esquerdo Opare, que acabou expulso ao acertar Lúcio.

Com superioridade numérica, o Brasil encontrou mais espaço e tomou o controle das ações. Enquanto isso, Gana pensava apenas em barrar a velocidade canarinho com jogadas violentas. Ainda assim, aos 44 minutos, os pentacampeões mundiais conseguiram abrir o marcador: Leandro Damião foi lançado por Fernandinho nas costas da zaga e mostrou o faro de artilheiro com um arremate firme, cruzado, sem chances para o goleiro Kwarasey.

Para a etapa final, Mano Menezes voltou a apostar em uma postura mais ofensiva. O atacante Hulk entrou no lugar do meio-campo Fernandinho. O Brasil seguia com o domínio das ações, apesar de não apresentar um ritmo tão acelerado.

A partir dos 20 minutos, as duas seleções começaram a trocar de forma constante. O Brasil ainda teve uma oportunidade preciosa para ampliar, em uma cabeçada de Alexandre Pato, mas Kwarasey fez uma defesa espetacular.

Ronaldinho fez boas jogadas e quase fez um gol de falta nos minutos finais, mas o goleiro ganês evitou que o placar fosse ampliado no Craven Cottage.

Convocação sem Ganso

Logo após a vitória da Seleção Brasileira por 1 a 0 sobre Gana, na noite desta segunda-feira, em Londres, o técnico Mano Menezes divulgou a lista dos convocados para a primeira partida do Superclássicos das Américas, contra a Argentina, no dia 14 de setembro, em Córdoba. Com Ronaldinho Gaúcho, do Flamengo, Neymar, do Santos, e Leandro Damião, do Internacional, encabeçando o grupo. Por outro lado, Paulo Henrique Ganso, com a lesão sofrida diante dos africanos, ficou fora da equipe para o duelo diante dos hermanos.

Ganso, inclusive, logo que deixou o gramado em Londres iniciou o tratamento com o preparador Odir de Souza. O jogador, que desembarca em São Paulo nesta terça-feira, às 17h25m (de Brasília), dificilmente vai atuar pelo Santos na próxima rodada do Campeonato Brasileiro.

Para os duelos contra os argentinos, Mano Menezes só pôde convocar atletas que atuam no Brasil. No duelo no Mangueirão, em Belém, no dia 28, por exemplo, as duas delegações seguirão para a capital do Pará no mesmo avião, tudo para mostrar o bom entendimentos entre os países.

Os confrontos são válidos pela competição batizada de Superclássicos das Américas. O troféu Nicolás Leoz será entregue ao campeão.

Confira abaixo a lista de convocados por Mano Menezes:

Goleiros

Fábio (Cruzeiro)

Rafael (Santos)

Jefferson (Botafogo)

 

Laterais

Danilo (Santos)

Mario Fernandes (Grêmio)

Bruno Cortês (Botafogo)

Kleber (Internacional)

 

Zagueiros

Dedé – Vasco da Gama

Réver – Atlético Mineiro

Rhodolfo – São Paulo

Henrique – Palmeiras

 

Volantes

Casemiro – São Paulo

Paulinho – Corinthians

Ralf – Corinthians

Rômulo – Vasco da Gama

 

Meias

Cícero – São Paulo

Lucas – São Paulo

Oscar – Internacional

Renato Abreu – Flamengo

Thiago Neves – Flamengo

 

Atacantes

Fred – Fluminense

Leandro Damião – Internacional

Neymar – Santos

Ronaldinho Gaúcho – Flamengo

Brasileirão

Segundo informações do globoesporte.com e do site da ESPN Brasil, um “pum” durante a preleção de Wanderley Luxemburgo, na véspera da derrota para o Bahia, teria causado mal estar e irritação no clube. Nesta segunda, o técnico disse: “O Flamengo perdeu ontem porque não jogou absolutamente nada. Não tem que arrumar desculpas. O time jogou mal e por isso perdeu. O incidente ocorrido durante minha conversa com os jogadores no treino de sábado não teve nenhuma relação com o resultado do jogo. Foi um episódio desagradável e repreendi os jogadores como faria a um aluno se fosse o professor ou se estivesse com minha família e meu filho tivesse feito isso”, disse.

“Como estava com meus atletas, chamei a atenção e mostrei que era uma falta de educação muito grande. Foi um fato isolado que ficou para trás porque foi resolvido na hora, internamente. Tanto que trabalhamos normalmente depois disso sem o menor problema. O Flamengo tem muitos jogadores experientes para que uma simples repreensão tivesse maiores consequências. O time tem é que jogar bola e vencer os jogos”, disse.

O “fico” de Abel

O técnico Abel Braga confirmou nesta segunda-feira que recebeu uma proposta para treinar a seleção dos Emirados Árabes nas eliminatórias da Copa do Mundo de 2014, mas garantiu que fica no Fluminense. Destacando o bom ambiente que tem no clube, que o revelou como jogador na década de 70, a relação com os jogadores e a proximidade da família, o treinador lembrou que o lado financeiro nunca foi o fator determinante em suas decisões.

– Sexta-feira, indo pra Volta Redonda, recebi ligação de um empresário. Achei estranho porque essa pessoa, apesar de ser um amigo, não tinha autoridade para tratar desse assunto. Achei que não era oficial e recusei. Mas fiquei sabendo que após a derrota (da seleção dos Emirados Árabes) para o Kwait, os jornais de lá já davam meu nome como o novo treinador. Os próprios jogadores tinham pedido minha contratação. Enfim, a notícia da minha recusa chegou por lá e, depois do jogo (contra o Atlético-GO), recebi outra ligação com a proposta oficial. Financeiramente, era absurda. Disse novamente não porque estou num clube que gosto, com pessoas sérias. Estou no meu país, na minha cidade, ao lado da minha família. Tenho uma relação muito boa com o patrocinador, com quem vou jantar hoje. Por que sair? Quem me conhece sabe que o lado financeiro nunca pesou nas minhas decisões – indagou Abel Braga, que ainda enfatizou a sua relação com os jogadores.

 Informações e textos: www.globo.com e www.espn.com.br;

Equipe PG J V E D GP GC SG
1 CORINTHIANS  CORINTHIANS 71 38 21 8 9 53 36 17
2 VASCO/RJ  VASCO/RJ 69 38 19 12 7 57 40 17
3 FLUMINENSE/RJ  FLUMINENSE/RJ 63 38 20 3 15 60 51 9
4 FLAMENGO/RJ  FLAMENGO/RJ 61 38 15 16 7 59 47 12
5 INTERNACIONAL  INTERNACIONAL 60 38 16 12 10 57 43 14
6 SÃO PAULO/SP  SÃO PAULO/SP 59 38 16 11 11 57 46 11
7 FIGUEIRENSE/SC  FIGUEIRENSE/SC 58 38 15 13 10 46 45 1
8 CORITIBA/PR  CORITIBA/PR 57 38 16 9 13 57 41 16
9 BOTAFOGO/RJ  BOTAFOGO/RJ 56 38 16 8 14 52 49 3
10 SANTOS/SP  SANTOS/SP 53 38 15 8 15 55 55 0
11 PALMEIRAS/SP  PALMEIRAS/SP 50 38 11 17 10 43 39 4
12 GRÊMIO/RS  GRÊMIO/RS 48 38 13 9 16 49 57 -8
13 ATLÉTICO/GO  ATLÉTICO/GO 48 38 12 12 14 50 45 5
14 BAHIA/BA  BAHIA/BA 46 38 11 13 14 43 49 -6
15 ATLÉTICO/MG  ATLÉTICO/MG 45 38 13 6 19 50 60 -10
16 CRUZEIRO/MG  CRUZEIRO/MG 43 38 11 10 17 48 51 -3
17 ATLÉTICO/PR  ATLÉTICO/PR 41 38 10 11 17 38 55 -17
18 CEARÁ/CE  CEARÁ/CE 39 38 10 9 19 47 64 -17
19 AMÉRICA/MG  AMÉRICA/MG 37 38 8 13 17 51 69 -18
20 AVAÍ/SC  AVAÍ/SC 31 38 7 10 21 45 75 -30

Voltar

Deixe uma resposta


Mais notícias



18 maio 2018

Platini revela “pequeno esquema” na final da Copa do Mundo de 1998


17 abr 2018

CBF divulga entrada de 68 milhões de euros em transferências internacionais este ano


09 abr 2018

‘Pra mim, ele toca na bola, mas a decisão é sua’”. Veja explicação de lance polêmico na final paulista

Notícias


22 maio 2018

Tupi tem barca, saída de preparador físico e contusão em dois dias


22 maio 2018

Perrout exalta “time” CRIA-UFJF em Recife: “Todos melhoraram marcas”


21 maio 2018

Após assinar com ArcelorMittal, JF Vôlei estuda parceria diferente com Sada


21 maio 2018

Acabou o amor? Torcedor cobra reforços e qualidade em derrota do Tupi


+ notícias

Toque de Bola


O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.

Desenvolvimento




Acesse

error: Conteúdo protegido.