28 jun 2011

Três seleções em ação: Mano com 3 atacantes, Sub-17 encara Equador e Feminina encara Austrália



Buenos Aires, Argentina, 28 de junho de 2011

Três seleções brasileiras vivem dias de muita movimentação. A principal prepara-se para estrear na Copa América, domingo, 3, às 16h (de Brasília), contra a Venezuela. A sub-17 estreia na segunda fase do Mundial diante do Equador, às 17h (de Brasília). E a feminina entra em campo nesta quarta, para a primeira partida da Copa do Mundo, às 13h15 (de Brasília), diante da Austrália, na Alemanha.

Mano segue com 3 atacantes

Nesta terça-feira, os dois times da Seleção Brasileira voltaram a se enfrentar com a mesma formação: Julio Cesar, Daniel Alves, Lucio, Thiago Silva e André Santos; Lucas Leiva, Ramires e Ganso; Robinho, Alexandre Pato e Neymar. E os reservas com Victor (Jefferson), Maicon, Luisão, David Luiz e Adriano; Sandro, Elias e Jadson; Elano, Fred e Lucas.

O treino teve a duração de 60 minutos. Nos primeiros 10, Mano Menezes deu algumas orientações, mas o restante foi livre. O técnico ficou satisfeito. – O treino foi bom, os times criaram várias oportunidades claras para marcar, mas os goleiros impediram o gol com grandes defesas.

Mano Menezes está mais satisfeito ainda pelo fato de ter mais quatro dias para exercitar a Seleção Brasileira que vai enfrentar a Venezuela no domingo, às 16 horas de Brasília, na estreia na Copa América. O treino desta quarta, 29, será aberto às 16h30.

Mundial Sub-17

O Brasil terminou a primeira fase do Mundial Sub-17 do México 2011 com duas vitórias, um empate e a primeira colocação do Grupo F. Ao todo foram 7 gols marcados e 3 sofridos.

O adversário nas oitavas-de-final será o Equador, nesta quarta-feira, às 15 horas (17 horas de Brasília), no Estádio Omnilife, em Guadalajara, no México.

– Agora começa uma nova competição. Perdeu está fora. Todos os aspectos serão importantes. Táticos, técnicos, físicos e principalmente emocionais – disse o técnico Emerson Ávila.

O comandante da Sub-17 ficou satisfeito com o que viu da sua equipe na primeira fase, e sabe que ela ainda vai crescer mais. Depois da conquista do Sul-Americano do Equador, em abril deste ano, Emerson Ávila observou muitos jogadores para compor o grupo que disputaria este Mundial do México, uma competição diferente e que necessitaria de opções variadas no elenco.

– Fui ver treinamentos de alguns garotos no clube deles, como o caso do Ademilson, por exemplo, e também vi imagens de jogos completos dos jogadores.

Além disso, Emerson tem quase 20 anos de futebol, sendo 11 trabalhando na base. Durante sua carreira, ele conheceu muitos profissionais que hoje lhe ajudam com informações sobre os atletas.

Ademilson, Jonathan, Wellington e Jaccson foram convocados pela primeira vez para a Seleção durante a preparação para o Mundial. Foram bem nos treinamentos e ficaram. Bruno Sabiá e Nathan já haviam sido convocados durante o período pré-sulamericano.

– Fiz questão de manter a base do Sul-Americano. Achei que fizemos um bom trabalho lá contra adversários que têm melhorado muito o seu futebol. Vieram seis novos jogadores e estou feliz com o trabalho deles e de todo o grupo.

Para o técnico Emerson Ávila, essa experiência que todos estão adquirindo com a disputa de uma Copa do Mundo será fundamental no processo de formação deles como jogadores.

– Óbvio que buscamos resultados, mas o nosso maior objetivo é formar atletas que um dia possam servir à Seleção Principal. Eles são meninos ainda e até a maneira de lidar com eles é diferente, a cobrança deve ser outra. É importante que não se faça comparações entre as Seleções Sub-17, Sub-20 e Principal, porque ainda são atletas em formação.

Feminino

Nesta terça-feira, a Seleção Brasileira Feminina realizou o treino de reconhecimento de campo no Borussia Park, onde será a estreia contra a Austrália, nesta quarta-feira, às 18h15 (13h15 de Brasília), em Monchengladbach, Alemanha. O Brasil está no Grupo D, que ainda conta com Noruega e Guiné Equatorial, que também se enfrentam nesta quarta.

O técnico Kleiton Lima comandou um treino de 45 minutos, trabalhou os cruzamentos, faltas laterais e frontais e algumas jogadas ensaiadas. – O treino foi importante para fazermos os ajustes necessários para nossa estreia.

Para a capitã Aline Pellegrino, o campo foi aprovado.

–  O estádio é maravilhoso, o gramado está novinho.

O Borussia Park foi construído há apenas sete anos, pertence ao time Borussia Monchengladbach e tem capacidade para 54 mil pessoas.

Em relação à expectativa da partida desta quarta-feira, o técnico e a jogadora têm a mesma opinião: jogo difícil.

– O treinador das australianas trabalha com essas jogadoras há dez anos, a equipe é boa tecnicamente e muito rápida devido à idade. Mas eu confio nas minhas jogadoras.

Informações: site da CBF

 


Voltar

Deixe uma resposta


Mais notícias



20 out 2017

Partiu Rússia? Danilo Luiz, de Bicas, é novamente convocado para defender a seleção brasileira


20 out 2017

Mano Menezes renova contrato por dois anos com Cruzeiro


19 out 2017

CBF anuncia “dindim” do Brasileirão: campeão leva R$ 18 milhões e 16º lugar terá R$ 744 mil

Notícias


22 nov 2017

Basquete dos Intercolegiais: conheça todos os atletas campeões e veja as avaliações dos professores


22 nov 2017

JF Vôlei receita “foco e determinação” para buscar reação contra dois adversários diretos na pontuação


20 nov 2017

Com títulos e recordes, CRIA-UFJF brilha nos Jogos Escolares da Juventude


17 nov 2017

Rodrigo Rezende é 27º lugar no Mundial de Ginástica de Trampolim na Bulgária


+ notícias

Toque de Bola


O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.

Desenvolvimento




Acesse

error: Conteúdo protegido.