29 mar 2011

São Paulo apresenta Luis Fabiano para 40 mil torcedores



São Paulo (SP), 29 de março de 2011

Luis Fabiano voltou ao São Paulo e se sentiu como se nunca tivesse ido embora. A apresentação oficial do jogador aconteceu nesta terça-feira, 29, no Morumbi e contou com milhares de pessoas (segundo estimativas, mais de 40 mil), que gritaram o nome do jogador antes mesmo de ele subir ao palco montado no estádio. A festa, no entanto, acabou sendo dupla, e Rogério Ceni também foi homenageado pelo centésimo gol que marcou no último domingo.

Os portões foram abertos às 17h e o evento contou com a apresentação das baterias das escolas de samba Dragões da Real e Independente, além dos shows de Jairzinho, Planta e Raiz e Andréas Kisser. Os torcedores lotaram as arquibancadas superiores e fizeram uma festa completa, já que excepcionalmente nesta terça foi liberada a entrada de bandeirões no estádio.

Às 19h15, tudo ficou escuro no Morumbi. Ao som dos milhares de torcedores presentes no estádio, às 19h30, Luis Fabiano entrou em campo em meio a fogos de artifício. O atacante foi ao centro do gramado, abraçou o capitão Rogério Ceni e, juntos, os dois tiraram os sapatos e beijaram o símbolo do Tricolor, enquanto a torcida gritava o nome do camisa 9.

Só depois disso, Luis Fabiano subiu ao palco e abraçou o presidente Juvenal Juvêncio, o vice-presidente de Marketing, Júlio Casares, além de Carlos Augusto de Barros Silva, o Leco, João Paulo de Jesus Lopes e o diretor de marketing Adalberto Batista. O atacante recebeu a camisa 9 do presidente e, ao vesti-la, acenou para a torcida.

As primeiras palavras que saíram da boca do Fabuloso foram direcionadas a Rogério Ceni, dando o tom dos cânticos da arquibancada: “P… que pariu, é o melhor goleiro do Brasil!”, exclamava o atacante que, depois, falou.

“É uma emoção muito grande estar aqui hoje. É um sonho. Quando fui para o Porto, dei uma entrevista chorando e disse que voltaria ao São Paulo. Agora estou aqui voltando e realizando esse sonho. Desde a chegada ao aeroporto o carinho foi grande. Vou corresponder a tudo isso com muita dedicação. Venho aqui para conquistar muitas coisas com meus companheiros.”

Rogério Ceni puxou, então, o hino do clube, cantado por Luis Fabiano e todo o Morumbi.

Atacante quer títulos

Após a euforia da contratação e da apresentação, Luis Fabiano espera agora dar alegrias à torcida do São Paulo em forma de títulos. Apesar de ter o status de ídolo no clube, o atacante ganhou apenas uma taça pela equipe durante a sua primeira passagem, entre 2001 e 2004: o Torneio Rio-São Paulo de 2001.

“Quero continuar minha história e ganhar aquilo que faltou. Meu principal objetivo hoje é conquistar títulos. Eu tenho quatro anos, tenho muito tempo pra isso. Sou ídolo do São Paulo porque todas as vezes que entrei em campo eu fui muito guerreiro. Infelizmente, para ganhar título precisa de algo mais, que naquela ocasião faltou”, disse o camisa nove tricolor.

Apresentação de Luis Fabiano tem coro anti-Globo e provocações ao Corinthians

Mesmo com apenas um título em quatro anos, Luis Fabiano teve bom desempenho individual no clube do Morumbi. Foram 118 gols em 160 jogos, o que lhe rendeu a artilharia do Campeonato Brasileiro de 2002, do Paulista de 2003 e da Libertadores de 2004.

No entanto, foi justamente na competição sul-americana de 2004 que o atacante viveu seu pior momento do São Paulo. Após a eliminação da equipe para o Once Caldas, da Colômbia, nas semifinais, Luis Fabiano foi criticado e chamado de “pipoqueiro” pelos torcedores. Ao ser questionado sobre a reação da torcida naquela época, Fabuloso preferiu minimizar o fato e pensar em vida nova.

“Eu entendo a torcida, é uma coisa que pode acontecer, mas faz parte do passado. Na época fiquei triste, porque é uma coisa que não combina comigo, sempre entrei em campo com vontade, fiz muitos gols. Mas hoje é outra história, é outro momento, o São Paulo vem de grandes momentos, tem um grande time. O que vale é daqui para a frente, tudo o que eu fizer é o que vai valer”.

Um ano depois daquela derrota e da saída de Luis Fabiano para a Europa, primeiro para o Porto e depois a ida para o Sevilla, o São Paulo foi campeão da Libertadores e do Mundial de Clubes, em 2005. Mas antes mesmo disso, em 2004, o atacante pôde dar o troco no time da Colômbia, vestindo a camisa do Porto.

“Me vinguei do Once Caldas na final do Mundial com o Porto, acabamos sendo campeões”, lembrou.

Apresentação de Luis Fabiano tem coro anti-Globo e provocações ao Corinthians

Nem só de festa e celebração viveu a torcida do São Paulo, nesta terça-feira. Durante a apresentação de Luis Fabiano – que acabou virando uma festa também para o centésimo gol de Rogério Ceni – o Morumbi também virou palco de críticas à Rede Globo e ao Corinthians.

Enquanto o presidente Juvenal Juvêncio fazia um pomposo discurso sobre o retorno do atacante ao clube, a torcida gritava “Ô, Rede Globo, vai se f…, o São Paulo não precisa de você.”

A emissora é uma das envolvidas na novela que cerca os direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro no triênio 2012-2014. Enquanto rivais como o Corinthians, Cruzeiro e Grêmio já acertaram contratos individuais com a Globo, o São Paulo defende um acerto conjunto do Clube dos 13 e assinou a proposta da Rede TV!.

O rival também foi alvo de provocações da torcida são-paulina. Inflamada pelo discurso de Rogério Ceni – que celebrou o fato de o São Paulo “ter um lugar para fazer a apresentação” – a torcida começou o tradicional grito de provocação aos corintianos. “Galinha sem estádio, galinha sem história, freguês do tricolor”.

Textos: site da ESPN Brasil – www.espn.com.br

Foto: Wander Roberto/Vipcomm


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


21 fev 2018
Tupi x Atlético em JF: ingressos, transporte, acesso, estacionamento

20 fev 2018
Módulo 2: Jajá brilha, NAC lidera, juiz-forano apita e Baeta divulga preços

19 fev 2018
JF Vôlei tem semana de desafios seguidos em busca da reação na Superliga

17 fev 2018
Baeta perde na estreia do Módulo 2

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.