21 fev 2011

CBF reconhece hexa do Flamengo



Rio de Janeiro (RJ), 21 de fevereiro de 2011

“Nação, pode comemorar mais uma vez. O título de 87 é nosso”. Com uma dedicatória à torcida do Flamengo, a presidente do clube Patricia Amorim comentou, em entrevista coletiva, concedida na Gávea, nesta segunda-feira (21.02), o reconhecimento do título brasileiro de 1987, pela CBF. Muito emocionada, a dirigente fez questão de agradecer, especialmente, aos jogadores e ao então técnico Carlinhos, que foram campeões dentro de campo.

Com um auditório lotado de jornalistas, Patricia Amorim explicou que a CBF reavaliou uma decisão anterior de seu departamento jurídico a partir do momento em que o jurídico do Flamengo apresentou novos fatos.

“Hoje é o dia mais feliz desde que assumi a presidência do Flamengo. Eu diria que é um dos dias mais felizes da minha vida. Ressalto a conquista dos jogadores dentro de campo, mas, se ainda restava alguma dúvida sobre o trabalho sério feito por essa diretoria, não resta mais. Faço um agradecimento especial ao nosso departamento jurídico. Todos são apaixonados pelo Flamengo e foram abnegados nessa questão. Todo o trabalho técnico deles deu respaldo ao clube para trazer essa conquista”, afirmou Patricia.

Sobre a polêmica Taça das Bolinhas, entregue ao São Paulo na última semana, a presidente do Flamengo fez um apelo, muito educado, à diretoria do Tricolor paulista.

“Não acompanhei nada que foi dito hoje sobre isso. Sinceramente não sei se o São Paulo se posicionou ou não, mas espero que o clube tenha a nobreza de devolver a Taça para a Caixa Econômica Federal. Uma vez estabelecido nosso título de 87, o Flamengo passa a ser o primeiro pentacampeão brasileiro. Espero que eles reconheçam”, disse a dirigente rubro-negra.

Quando questionada sobre o que espera sobre o presidente do São Paulo, em especial, Patricia Amorim manteve o discurso, mas lembrou um fato importante.

“Como disse antes, o Flamengo vai aguardar o posicionamento do São Paulo. Ainda mais que o atual presidente Juvenal Juvêncio era presidente do clube dos 13 na época do título e assinou documentos reconhecendo o Flamengo como campeão. Espero isso dele”, conclui, exaltando a conquista rubro-negra.

“Me delicio mais do que eles se deliciaram quando receberam a Taça, sem dúvidas. Até porque é legítimo”.

CBF diz que se rendeu a “novos argumentos”

O torcedor do Flamengo ganhou uma boa notícia nesta segunda-feira. Após longa reunião na sede da CBF, no Rio de Janeiro, entre a presidente do clube, Patricia Amorim, e Ricardo Teixeira, foi anunciado o reconhecimento do título brasileiro conquistado pelo Rubro-Negro, em 1987.

Com isso, o Flamengo é reconhecido oficialmente como hexacampeão brasileiro e soma as conquistas de 1980, 1982, 1983, 1987, 1992 e 2009.

A presidente Patrícia Amorim agradeceu ao presidente Ricardo Teixeira o departamento jurídico da CBF e aproveitou a oportunidade para reverenciar o grupo do Flamengo em 1987.

“Esse é um dia histórico para o Flamengo. Quero homenagear todos os jogadores da campanha de 87 e o técnico Carlinhos. Vocês são agora os legítimos campeões de 87, e o Flamengo tem de direito seis títulos de campeão brasileiro”, disse, ao site oficial da CBF.

Carlos Eugênio Lopes, diretor jurídico da CBF, explicou os motivos que fizeram a entidade voltar atrás e reconhecer a conquista rubro-negra.

“O Flamengo apresentou um estudo bastante extenso sobre o campeonato de 1987 e pediu que a CBF reconsiderasse a decisão. A ideia era reconhecer o clube como campeão junto ao Sport. O presidente Ricardo Teixeira analisou e diante dos novos argumentos vimos que seria justo o processo”, afirmou, acrescentando.

“O estudo enviado pelo Flamengo tem até um documento em que o Sport reconhece o Flamengo também como campeão de 1987. Como unificamos os títulos, esta questão também precisava ser resolvida”, encerrou o dirigente.

Na edição do Campeonato Brasileiro de 1987, os times do Módulo Verde, no meio da competição, teriam de enfrentar equipes do Módulo Amarelo. Flamengo e Internacional, entretanto, se recusaram a jogar contra Sport e Guarani.

O Flamengo venceu a equipe gaúcha por 1 a 0 e celebrou a conquista. A briga pelo reconhecimento durou vinte e quatro anos, mas o torcedor rubro-negro enfim pode comemorar a homologação do tão requisitado título.

Textos: sites do Flamengo e Uol

Foto: Márcia Feitosa/Vipcomm


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


24 set 2017
Aílton se emociona e não define permanência: “Estou disposto a ouvir proposta”

21 set 2017
Tupi pode ter até quatro desfalques. Aílton receita “guerrear e batalhar demais para conseguir o objetivo”

20 set 2017
Tupi fecha treino. Fortaleza em Sampa. Marcelo apita. Ingressos, gramado, reconhecimento, recepção. Veja o diário da decisão

20 set 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.