28 maio 2018

Eugênio Souza: “Poderíamos ter conseguido a vitória”



Técnico Eugênio Souza avaliou a atuação de sua equipe em Joinville

  Na avaliação do técnico do Tupi, Eugênio Souza, o empate em 1 a 1 com o Joinville, em Santa Catarina, no domingo, dia 28, teve gosto amargo. Para o comandante carijó, sua equipe poderia ter vencido na sétima rodada do grupo B do Campeonato Brasileiro da Série C.

Cadê o pênalti?
  Eugênio considera que, mesmo sendo pressionado e levando o empate, o Tupi poderia ter vencido no fim. “Mesmo sofrendo essa pressão, tivemos um certo controle da bola. Em um contra-ataque no final, seria o pênalti no fim dos acréscimos, poderíamos ter feito o gol. Então fica esse gostinho de que poderíamos ter conseguido a vitória”, lamenta.
  O técnico se refere a um contra-ataque do Tupi aos 47 minutos, quando o atacante Paulinho teria sido derrubado na área por um defensor do Joinville. Souza acredita que a infração poderia ter sido marcada, e não está muito bem com os “homens de preto”. “Nesses dois jogos que trabalhei, a arbitragem tem pegado pesado com o Tupi”, espeta.

Boa partida no geral
  Em uma avaliação da partida como um todo, o treinador considerou um bom jogo de seus comandados. “De um modo geral, fiquei satisfeito com a nossa equipe, em termos de empenho, de dedicação. Viemos não para fazer um jogo de igual para igual, mas sem se acovardar. Jogamos como tínhamos que jogar”, atesta.

Dois tempos distintos
  Souza fez correções em seu time entre as duas metades do confronto. “O primeiro tempo foi um jogo controlado, com duas bolas atravessadas no meio que geraram dois contra-ataques nos quais o adversário foi próximo ao nosso gol. Procuramos corrigir isso no intervalo”, explica.
  Na volta do intervalo, segundo o treinador, a condição física e a falta de compactação foram os principais fatores para facilitar a pressão do Joinville. “Nossa equipe deu uma sentida, cansamos um pouco. Ficamos muito atrás, esperando na parte defensiva para sair no contra-ataque. Deveríamos ter adiantado um pouco mais a linha defensiva e a linha do meio compactar mais com ela. Não daríamos o espaço entre as linhas, que foi onde o Joinville trabalhou. Assim poderíamos ter sucesso”, acredita.

  O Tupi volta a campo pela Série C no sábado, dia 2. O Carijó joga contra o Volta Redonda, no Estádio Raulino de Oliveira, na Cidade do Aço, às 16h, pela oitava rodada do grupo B, a penúltima da primeira metade da disputa da Terceirona.

Texto: Toque de Bola – Wallace Mattos com entrevista de Eugênio Souza à Rádio Globo JF

Foto: Nina Proton/Tupi FC


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


16 ago 2018
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: veja resultados e tabelas

16 ago 2018
Panathlon Club entrega Taça Disciplina. Confira todos destaques do futsal

15 ago 2018
Calvário carijó! Entenda qual Série D o Tupi vai encontrar em 2019

14 ago 2018
Vídeo! Tupi: presidente chora e dirigente vê “elenco muito pouco comprometido”

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse