21 out 2013

Sada Cruzeiro conquista Mundial com 3 a 0 na final



Sob o grito de mais de sete mil pessoas, que compareceram ao Ginásio Divino Braga, em Betim, o Sada Cruzeiro conquistou o título de Campeão Mundial, na edição de 2013. Em dia inspirado, o elenco celeste fez 3 sets a 0 no Lokomotiv Novosibirsk, da Rússia, e conquistou o título inédito na história do clube e do vôlei brasileiro. Na final realizada na tarde desse domingo, 20, os cruzeirenses não deram chance ao atual campeão europeu e garantiram a única taça que faltava na sua trajetória. As parciais da decisão foram 25/20, 25/19 e 25/20.

Nenhum clube de voleibol masculino no Brasil havia conquistado o feito alcançado pela equipe azul. Vice-campeões da última edição do torneio, em Doha, no Catar, os anfitriões ainda garantiram quatro nomes entre os prêmios individuais da competição. O levantador William e o líbero Serginho foram os melhores em suas posições. Leal levou o prêmio de melhor atacante, enquanto Wallace foi consagrado como o melhor atleta de todo o torneio.

Douglas Cordeiro comemorou muito a vitória e a conquista inédita. “Agora não falta mais nenhum título para a nossa história e alcançar o topo é muito bom. Mas a gente sabe que a temporada continua e que a cobrança vai aumentar pelo fato desse título ter ficado em Minas. O time campeão se faz disso, se faz de cobrança, se faz de superação e acho que isso tem tudo a ver com nosso time, que é o melhor time do mundo” celebrou o central cruzeirense.

“Quero agradecer muito a quem torce por nós e está desfrutando conosco dessa temporada magnífica. Agradeço por acreditarem em nós, nesse grupo que está junto há quatro anos, em sua maioria, e que foi reforçado por atletas que contribuíram para que o nosso sonho se tornasse real. Sinto uma felicidade imensa de fazer parte dessa equipe, que conquistou esse título inédito para o voleibol brasileiro. A cada ano que passa estamos em busca de novos títulos e esse campeonato mundial é um sonho pra mim. Tenho muito orgulho de vestir essa camisa, que venham muitos títulos pela frente”, disse o capitão e levantador do Sada Cruzeiro.

O Jogo

Com o ginásio completamente tomado por cruzeirenses, o Sada Cruzeiro começou a partida pressionando a equipe russa e impondo seu ritmo de jogo. O saque, que não havia funcionado bem no primeiro confronto com o Lokomotiv, desta vez fez a diferença. Além do passe russo ter sido quebrado, o time celeste ainda marcou dois pontos do serviço só na primeira etapa.

O Sada Cruzeiro retornou para o segundo set com a mesma intensidade. A relação defesa e bloqueio funcionava e os contra-ataques, principalmente com o ponteiro Leal, eram fulminantes, fazendo com que a equipe abrisse dois sets de vantagem.

Na terceira e última etapa, o bom saque do time visitante seguiu sendo bem recepcionado pelo sistema defensivo cruzeirense. Com isso, o levantador William recebia bons passes para distribuir as jogadas entre os atacantes. A atuação impecável dos donos da casa forçava o time russo a cometer erros e não permitia uma reação. Assim, em um erro de saque do oposto Moroz, os cruzeirenses se sagraram campeões mundiais.

Texto, informações e foto Renato Araújo: site Sada Cruzeiro


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


20 set 2017
Tupi fecha treino. Fortaleza em Sampa. Marcelo apita. Ingressos, gramado, reconhecimento, recepção. Veja o diário da decisão

20 set 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

19 set 2017
Com vídeo! Evaldo anula Éder, domina, toca para os companheiros e emenda: “Tupi tem totais condições de reverter”

18 set 2017
Emoção marca abertura da Semana Paralímpica em Juiz de Fora

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.