12 jan 2013

UFJF cresce, mas não evita derrota



Depois de vencer o Super Imperatriz na última quinta-feira, 10, a equipe de Vôlei da UFJF foi, neste sábado, 12, até o Rio Grande do Sul enfrentar o Canoas, sensação da Superliga, tentando somar pontos fora de casa. Começou mal no jogo, conseguiu se recuperar diante do time do técnico Paulão e dos experientes Gustavo e Roberto Minuzzi, mas não o suficiente para evitar a derrota por 3 sets a 0 (25/17, 25/23 e 25/16). O Troféu Viva Vôlei foi entregue ao experiente central Gustavo. Agora, a equipe retorna a JF para, na sequência, encarar mais dois jogos fora de casa: dia 17, contra o Volta Redonda, e dia 19, contra o Funvic/Midia Fone.

  Clique, abaixo, para conferir todos os números do jogo deste sábado, 12 (fonte: website CBV)

Canoas x UFJF 12-1-13- Scout

Maurício Bara admite que o time não jogou bem: “Não conseguimos seguir a estratégia planejada e jogamos mal, técnica e taticamente. Tivemos bons momentos, nos quais amarramos o jogo, mas não conseguimos segurar”, analisa. Para o técnico, agora é bola pra frente: “Vamos analisar o que erramos mas deixar essa partida de lado e nos concentrar em nossos próximos adversários”, defende.

  Acesse aqui para conferir como terminou a última rodada do primeiro turno da Superliga

Leia também:
UFJF vence a segunda e deixa a lanterna
‘Um passo de cada vez’ para reagir na Superliga
Toque de Bola: as emoções da Superliga pela internet

Encarando campeões

A partida no Ginásio Unilasalle começou com amplo domínio do Canoas, que vinha de uma convincente vitória por 3 sets a 0 sobre a forte equipe do RJX. O time de casa abriu 5 a 0. Mas a Federal, aos poucos, foi se encontrando. No primeiro tempo técnico, perdia por 8 a 4. Do lado da equipe gaúcha, Bergamo virava todas. Pela Federal, Victor Hugo mostrava eficiência. No segundo tempo técnico, Canoas seguia na frente: 16 a 13. Na volta, a UFJF conseguiu diminuir para dois pontos, mas a equipe gaúcha fez 19 x 16 em ataque que Clinty ficou no bloqueio. No ponto seguinte, o passe da UFJF foi quebrado e Bergamo pôs no chão: 20 a 15. Ele seguia virando todas. Minuzzi também estava bem na partida. Foi dele o vigésimo terceiro ponto do Canoas. A Federal não se entregou e conseguiu salvar o primeiro set point. Mas Xanxa, no ponto seguinte, fechou o primeiro set em 25 a 17.

O melhor set

A UFJF começou o segundo set comandando o placar, mas sempre com Canoas conseguindo a igualdade. Hugo entrou no time no lugar de Japa. O jogo era equilibrado. No primeiro tempo técnico, o time de casa vencia por 8 a 7. Na volta, Clinty cravou e deixou tudo igual. Após saque de Luan, a bola voltou e Clinty pôs para baixo: Canoas 8 a 9 Federal. A UFJF mostrava consistência e conseguiu abrir três pontos, 11 a 14, forçando o técnico Paulão a pedir tempo. Após saque para fora de Dentinho, a Federal foi para o segundo tempo técnico vencendo por 14 a 16. Na volta, Clinty, com muita categoria, explorou o bloqueio de Salsa e fez 14 a 17. Luan, em linda deixada, fez 15 a 18. Depois, ele soltou a mão, quebrando a recepção do Canoas: 15 a 19 e novo tempo pedido por Paulão.

A Federal seguia bem no jogo, mas Robinho atacou para fora e Canoas encostou: 17 a 19. Hora de Maurício Bara parar a partida. Na volta, Luan virou bola importante: 17 a 20. Posteriormente, em sequência de saque de Gustavo, ele parou duas vezes no bloqueio de Salsa: 21 a 21. A marcação da arbitragem no segundo ataque do jogador da Federal gerou muita reclamação. Por isso, Gelisnki tomou o cartão amarelo e Canoas passou à frente. Mas Luan queria jogo e virou a partida: 22 a 23. Clinty tentou deixadinha e parou no bloqueio de Salsa, e Bergamo conseguiu o ponto que deu o segundo set para o Canoas.

Canoas fecha a partida

UFJF começou o terceiro set com o central Aureliano em quadra. O jogo era disputado ponto a ponto e, no primeiro tempo técnico, Canoas vencia por 8 a 6. Chegou a abrir três pontos, mas, com Hugo no saque, a Federal conseguiu buscar o empate em 9 a 9. Canoas voltou a abrir três pontos.  Federal não se entregava. No segundo tempo técnico, placar adverso em 16 a 13. Na volta, Gustavo conseguiu um ace e fez 17 a 13. Não querendo ver Canoas deslanchar, Maurício Bara parou o jogo. Hugo, enchendo a mão, e Clinty, no bloqueio, colocaram a Federal de novo na partida: 19 a 16. Mas Roberto Munuzzi, com toda sua experiência, virou para Canoas. A vitória já estava desenhada e Dentinho, voando da linha dos três, fez 22 a 16. Gustavo, em linda largada, fez o vigésimo quarto. O ponto final saiu de ataque de Luan para fora: 25 a 16.

Texto: Thiago Stephan


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


19 set 2017
Com vídeo! Evaldo anula Éder, domina, toca para os companheiros e emenda: “Tupi tem totais condições de reverter”

18 set 2017
Emoção marca abertura da Semana Paralímpica em Juiz de Fora

18 set 2017
Copa Prefeitura Bahamas de Futebol Amador: resultados e próximos jogos

16 set 2017
Diretoria do Tupi estuda manter preços promocionais para o jogo de volta

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse

error: Conteúdo protegido.