21 set 2017

Tupi busca placar inédito em 2017. Opa! Mas teve um 2 a 0 no Mineiro…



 

Atacante Matheus Pato, que vinha deixando sua marca nos jogos-treinos, não encontrou espaços e também não recebeu boas assistências para finalizar (jogo de estreia do Mineiro)

  Após perder a primeira partida das quartas de final da Série C por 2 a 0, o Tupi precisará derrotar o Fortaleza pelo mesmo placar para forçar a decisão por pênaltis ou vencer por três gols de diferença para se classificar direto à Série B. O jogo será disputado neste sábado, às 20h30, no Estádio Municipal Radialista Mário Helênio, com cobertura nas redes sociais e  no Portal Toque de Bola, com apoio de Plasc, Prefeitura de Juiz de Fora, Hiperroll Embalagens e Faculdade  de Educação Física -Faefid- UFJF.

   Costuma se dizer que vencer por uma diferença maior de gols não é tão complicado desde que não se tenha a obrigação de estabelecer o placar para alcançar uma classificação ou um título.

  De qualquer forma, apresentamos um levantamento do que o Carijó fez ao longo de toda a temporada, incluindo o Campeonato Mineiro. A pesquisa traz dados interessantes: vitória por três gols para o Tupi seria inédita. Já houve, no entanto, um 2 a 0 no Campeonato Mineiro (resultado que se for repetido no sábado levará a definição da vaga para o acesso para a cobrança dos tiros livres). Duas vezes, o Carijó marcou 3 a 1. o Problema é que se o Fortaleza marcar esse “1” gol na noite de sábado, o Tupi teria que ganhar de no mínimo 4 a 1, uma vez que o tento assinalado fora de casa tem peso maior, no caso de empate em gols marcados pelas duas equipes.

  Outra constatação interessante: os principais goleadores do Estadual já deixaram o clube e ambos são “animais”, pelo menos nos apelidos – Flávio Caça-Rato e Matheus Pato.

Em 2017, Tupi ainda não venceu por três gols de diferença

Quebrando paradigmas

  De olho na volta à Série B em 2018, o Tupi terá de se superar para conseguir o acesso, já que nesta temporada o clube não venceu nenhuma vez por três gols de diferença. Em 2017, somando Campeonato Mineiro e Série C, o Carijó disputou 30 jogos, sendo 11 deles pelo Estadual e 19 pelo torneio nacional.

   Entre esses confrontos, o time de Santa Terezinha levou a melhor em dez oportunidades, empatou 11 e foi derrotado nove vezes. Apesar de não ter vencido nenhum de seus adversários pelo placar que o classifica diretamente, o Galo conquistou uma vitória por 2 a 0, placar que levaria a decisão para os pênaltis: na quinta rodada do Campeonato Mineiro, quando bateu a URT por 2 a 0, na ocasião Flávio Caça-Rato e Jajá marcaram os gols.

Nas duas últimas duas partidas que atuou fora de casa na Série C, o Fortaleza foi derrotado por 2 a 0

   É possível

  Nesta edição da Série C, o Tupi já deu sinais que pode ganhar por dois gols de diferença. Apesar das duas partidas que a equipe venceu terem terminado 3 a 1 (resultado que classifica o Fortaleza devido ao gol marcado fora) a torcida carijó pode se apoiar nesses jogos e torcer para que defesa não seja vazada.

     Na oitava rodada, o Galo recebeu o Volta Redonda e após sair em desvantagem conseguiu a virada, chegando aos 3 a 1. Contra o Joinville, na 12° rodada, também em Juiz de Fora, o Carijó chegou a abrir três a zero, mas acabou sofrendo um gol no final. Vitória também por 3 a 1.

   Fortaleza ainda não perdeu por três gols de diferença no ano

  Das cinco competições disputadas pelo Fortaleza nesta temporada (Campeonato Cearense, Copa do Nordeste, Copa do Brasil, Taça Fares Lopez e Série C), o clube ainda não foi derrotado nenhuma vez por três gols de diferença. Em todo ano, foram apenas dez derrotas, cinco delas ocorreram durante a Série C.

  Derrotas por 2 a 0

  Se o Tupi venceu apenas uma partida por 2 a 0, o Fortaleza, por sua vez, já foi derrotado por esse placar quatro vezes em 2017. A primeira delas ocorreu em fevereiro, pelo Campeonato Cearense, diante do Tiradentes. A segunda foi em março, pela última rodada da Copa do Nordeste, contra o Bahia. As outras ocorreram nas duas últimas vezes que o Leão atuou fora de casa na Série C, diante de Confiança e Sampaio Corrêa. O detalhe que chama a atenção nesses números é que todas essas derrotas tiveram o Fortaleza como visitante.

  Artilheiros do Mineiro não permaneceram

Caça-Rato comemora enquanto jogadores do América vão tomar satisfação com Jajá

  No Campeonato Mineiro, o principal goleador alvinegro foi Flávio Augusto do Nascimento, o Flávio Caça-Rato, que anotou quatro vezes. Ele deixou o clube após a competição estadual.

  Depois do polêmico atacante, quem mais balançou as redes pelo Carijó no Mineiro foi Matheus Pato, emprestado pelo Fluminense, com dois gols. Pato acabaria deixando o clube ainda em meio ao primeiro turno da fase de classificação da Série C. O clube das Laranjeiras o emprestou à filial europeia, na Eslováquia.

  Apenas mais dois jogadores, no Mineiro, deixaram suas marcas, com um gol cada pelo Tupi: Francisco Jailson e Ruan Tells. 

   Com oito gols em 11 jogos, o time juiz-forano teve fraco desempenho ofensivo.

Quatro com três gols na Série C

 

Momento que decreta primeira vitória do Tupi na Série C. Bruno Santos, agora ala, cabeceia forte e colocado: 1 a 0 sobre o até então líder São Bento

  De acordo com o site da CBF, quatro jogadores do Tupi estão empatados entre os artilheiros na competição nacional, cada um com três gols: Diego Luís (que desfalca a equipe sábado, em Juiz de Fora, por ter recebido o terceiro cartão amarelo em Fortaleza), o ala-lateral Bruno Santos, o atacante Ítalo e o meia ofensivo Andrey.   

   Leandro Brasília anotou duas vezes, ambas em sua estreia pelo alvinegro juiz-forano, diante do Volta Redonda, em Juiz de Fora. O atacante Rafael também tem dois.

  Com um gol na Série C, estão os zagueiros Fernando e Patrick, o atacante Romarinho, o volante Marcel e o atacante Matheus Pato. 

   Foram 21 gols marcados em 19 partidas na  competição.

     


  Zago prega cautela

 

  Em entrevista ao site opovo.com.br, o treinador do Fortaleza, Antônio Carlos Zago preferiu acalmar o ânimo da torcida e disse que a equipe não pode entrar pensando que já está classificada: “Se tivéssemos feito mais gols, acho que teríamos encaminhado bastante a classificação, mas 2 a 0, pela equipe que o Tupi tem, se nós entrarmos em campo pensando que já está ganho, podemos ser surpreendidos em Juiz de Fora”.

Nas redes sociais, Fortaleza procura evitar oba-oba em função da vantagem alcançada no jogo de ida

Ainda na entrevista, o comandante do Leão fez questão de ressaltar a qualidade do elenco carijó: “Tudo está se encaminhando para um final feliz, mas sempre lembrando que vai ser um jogo difícil em Juiz de Fora. A equipe deles é qualificada, tecnicamente com bons jogadores, mas temos que fazer de tudo para conseguir nosso objetivo”.

 

 

 

 

 

 

 

Pesquisa:  Toque de Bola, com informações dos sites da Federação Mineira de Futebol e da Confederação Brasileira de Futebol

Fotos: Matheus Dantas (opovo.com.br) e Leonardo Costa (flickr do Tupi)

Edição: Toque de Bola


Voltar

Deixe uma resposta

Notícias


19 fev 2018
JF Vôlei tem semana de desafios seguidos em busca da reação na Superliga

17 fev 2018
Baeta perde na estreia do Módulo 2

17 fev 2018
Tupynambás estreia no Módulo 2 fora de casa

16 fev 2018
Com Leão ainda treinador interino, Tupi visita URT

+ notícias

Toque de Bola

O primeiro portal exclusivo de esportes de Juiz de Fora cresceu rápido! Lançado oficialmente em janeiro de 2011, o Toque de Bola conquistou milhares de seguidores também nas redes sociais. Estamos no Instagram, no face, no Twitter. Informação dinâmica, com credibilidade e agilidade.


Acesse